O bom defensor teve uma bela trajetória pelo Alvinegro. Foto: Reprodução

O bom defensor teve uma bela trajetória pelo Alvinegro. Foto: Reprodução

O saudoso lateral-direito Giba, que morreu em 24 de março de 2014 aos 52 anos, vítima de amiloidose (doença pouco comum, que provoca o acúmulo de protína nos tecidos e órgãos), fez há exatos 30 anos aquele que talvez tenha sido o mais bonito de sua carreira, na tarde de 15 de setembro de 1991, abrindo o placar na vitória coriniana sobre a Portuguesa no Pacaembu, jogo válido pelo Campeonato Paulista.

Aos 25 minutos da primeira etapa, o volante Márcio Bittencourt fez belo passe para Giba, que arriscou de longe para acertar a bola no ângulo direito do goleiro uruguaio Rodolfo Rodríguez, bastante adiantado, que estava no primeiro dos dois anos que defendeu o gol da Lusa.

O Corinthians dominou as ações na partida. Ronaldo, goleiro alvinegro, marcou presença nas poucas chances do time do Canindé, que tinha outro saudoso jogador, Dener, em franca ascensão. Aliás, falando em Ronaldo, aquele foi o jogo 201 do goleiro pelo Corinthians. O zagueiro Guinei, por sua vez, completava sua 100ª vitória pelo clube de Parque São Jorge.

Na etapa final, aos 14 minutos, Neto bateu escanteio com estilo, de "três dedos". A bola cruzou a grande área e Fabinho escorou de cabeça, sem chance para Rodolfo Rodríguez.

O Corinthians, que havia conquistado seu primeiro Campeonato Brasileiro no ano anterior, também fez uma boa campanha no Paulista de 1991, mas acabou derrotado pelo São Paulo na decisão. O Tricolor venceu o primeiro jogo da final (3 a 0, três gols de Raí) e a segunda partida foi 0 a 0. Cilinho foi o técnico do Corinthians naquela temporada.

Giba, o Antonio Gilberto Maniaes, natural de Cordeirópolis, município paulista onde nasceu em 17 de março de 1962, tornou-se treinador de futebol depois de encerrar sua bela carreira nos gramados. O Paulista de Jundiaí (SP) foi a última equipe que treinou, em 2014, ano de sua morte.

ABAIXO, VÍDEO COM OS GOLS E OS MELHORES MOMENTOS DE CORINTHIANS 2 X 0 PORTUGUESA, EM 15 DE SETEMBRO DE 1991, NO PACAEMBU

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE GIBA NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Alceu, Neto e Giba. Foto enviada por Odirlei Michel Lopes


Giba comandou o Ipatinga nas seis primeiras rodadas do Brasileiro de 2008


Giba hoje é técnico de futebol Foto: Site Oficial do Ipatinga


 


Mais uma formação corintiana no ano de 1990. Em pé: o preparador físico Paulo César Santos, Giba, Marcelo, Jacenir, Guinei, Ronaldo, Jairo e mais um membro da comissão técnica. Agachados: Fabinho, Eduardo, Viola, Neto e Mauro. O Corinthians disputava o Paulistão de 1990


Em pé: Giba, Jacenir, Marcelo Djian, Guinei, Márcio e Ronaldo. Agachados: Fabinho, Wilson Mano, Tupãzinho, Neto e Mauro


Cobrinha numa entrevista com saudoso Giba, 2014


Corinthians em 1990. Em pé: Paulo César (preparador físico), Giba, Marcelo, Jacenir, Guinei, Ronaldo, Henrique e Altair Ramos. Agachados: Fabinho, Eduardo, Viola, Neto e Mauro.


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


Em pé: o goleiro Waldir Peres, Wilson Gottardo, Giba e Júlio César. Agachados: Neto, Barbieri, Edmar, Evair e Gerson Sodré, antes da partida contra o São Paulo, pela semifinal do Campeonato Paulista de 1985. Foto: Placar


Técnico do Santos, em 2000. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos FC)


Em 1990 e em 2008


Lateral-direito titular do Corinthians em 1990. Foto: UOL


Giba, Roberto Ponzo e um garotinho fã do Timão. Foto envida por Roberto Ponzo


Amistoso ente o combinado de Neto e Giba x Destilaria Pioneiros, em 1985. Da esquerda para a direita, em pé: Neto é o nono e Giba é o décimo segundo. Agachado: Marco Antônio Boiadeiro é o segundo. Foto enviada por Eduardo Garcia


Nos anos 80 e em 2008


No tempo em que comandou o Paulista de Jundiaí-SP

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa