Saudoso craque marcou época pelo time do Canindé. Foto: Divulgação

Saudoso craque marcou época pelo time do Canindé. Foto: Divulgação

O saudoso Enéas de Camargo (1954-1988), um dos maiores ídolos da Portuguesa de Desportos,  completaria 66 anos nesta sexta-feira, 18 de março.

Ele sofreu um grave acidente automobilístico com seu Monza no dia 22 de agosto de 1988, na avenida Cruzeiro do Sul, zona norte de São Paulo, e morreu quatro meses depois, no dia 27 de dezembro de 1988, após ficar em coma, em decorrência de uma broncopneumonia, aos 34 anos de idade.

Seus amigos, jogadores de futebol, promoveram um jogo beneficente para ajudar nas despesas hospitalares, muito elevadas, durante o tempo em que ele esteve internado em São Paulo.

Se tivesse sobrevivvido, Enéas não voltaria a jogar futebol em razão de uma lesão cervical, constatada em sua autópsia.

Depois de sua brilhante passagem pela Portuguesa, defendeu as equipes italianas do Bologna (1980-1981) e Udinese (1981). De volta ao Brasil, jogou pelo Palmeiras, XV de Piracicaba, Juventude, Atlético Goianiense, Desportiva (ES), Operário de Ponta Grossa e Central Brasileira de Cotia, este o último clube que defendeu, em 1988.

Uma grave contusão no joelho, sofrida quando jogou na Itália, o impediu de reeditar no Palmeiras os bons momentos que viveu no Canindé. Ainda assim marcou 28 gols pelo Alviverde. Na Portuguesa os números de Enéas são impressionantes, sobretudo considerando-se que Enéas era um meia-direita: foram 179 gols em 376 jogos disputados.

Atuou em três jogos pela seleção brasileira, tendo marcado um gol (contra o Paraguai, no empate em 1 a 1, disputado em 07 de abril de 1976. Ainda jogou por quatro vezes pela seleção olímpica e também marcou um gol, na vitória por 1 a 0 contra o Peru, em 11 de dezembro de 1971. 

OUTRO CRAQUE DA LUSA, TAMBÉM VÍTIMA DE ACIDENTE AUTOMOBILÍSTICO

Coincidentemente, outro grande craque da Lusa também perdeu a vida em razão de um acidente automobilístico, Dener, que morreu aos 23 anos, em 19 de abril de 1994.

O Monza de Enéas após o terrível acidente sofrido pelo ídolo da Portuguesa em 22 de agosto de 1988. Foto: Tardes de Pacaembu

 

Equipe da Portuguesa de Desportos no Pacaembu na década de 1970. Em pé, da esquerda para a direita: Pescuma, Zecão, Isidoro, Raimundo, Helinho e Cardoso. Agachados: Antonio Carlos, Enéas, Tatá, Basílio e Wilsinho. Foto: Divulgação

 

Antes do amistoso entre Brasil e Romênia no Morumbi, em 17 de abril de 1974, jogadores do Brasil acompanham a execução do Hino Nacional. Vemos Clodoaldo, Wendell, Nelinho, Marco Antônio e o saudoso Enéas. A partida terminou com vitória brasileira por 2 a 0, gols de Leivinha e Edu. Enéas não foi utilizado por Zagallo. Foto: Divulgação

 

Pela equipe italiana do Bologna, cercado por jogadores da Udinese. Aliás, depois do Bologna, onde atuou entre 1980 e 1981, Enéas jogou justamente pelo time de Udine, em 1981. Foto: Divulgação

 

ABAIXO, VÍDEO COM DIVERSOS GOLS DE ENÉAS

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE ENÉAS NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa