Há 19 anos, vitória brasileira na conquista do pentacampeonato. Foto: Reprodução

Há 19 anos, vitória brasileira na conquista do pentacampeonato. Foto: Reprodução

Antes do vergonhoso 7 a 1 na Copa de 2014, também diante da Alemanha, a Seleção Brasileira viveu um momento de glória.

Há exatos 19 anos o time alemão treinado por Rudi Voller sofreu com o time brasileiro na final do torneio disputado na Coreia do Sul e no Japão. Em comum às duas partidas tão diferentes para a sorte brasileira, o fato de Luiz Felipe Scolari ser o técnico canarinho nas duas ocasiões.

Após derrotarem Turquia e Coreia do Sul nas semifinais pelo mesmo placar (1 a 0), Brasil e Alemanha, respectivamente, se enfrentaram em 30 de junho de 2002 no Estádio Internacional de Yokohama.

Somente no segundo tempo aconteceram os gols. Aos 22 minutos, Rivaldo chutou de fora da área e Oliver Kahn, ao tentar encaixar, acabou dando rebote a Ronaldo Fenômeno que não perdoou.

Aos 33 minutos, Kleberson avançou para a direita e tocou no meio para Rivaldo que deixou a bola passar por entre suas pernas, antevendo a chegada de Ronaldo Fenômeno. O atacante brasileiro, em grande forma, chutou rasteiro no canto esquerdo de Oliver Kahn, dando números finais ao placar e à Copa do Mundo de 2002.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA - FINAL DA COPA (COREIA DO SUL E JAPÃO)

BRASIL 2 X 0 ALEMANHA (30 DE JUNHO DE 2002)

Estádio Internacional de Yokohama

Árbitro: Pierluigi Collina

Público: 69.029

Gols: Ronaldo, aos 22 minutos do segundo tempo e novamente Ronaldo aos 33 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Roque Júnior, Miroslav Klose.

Brasil: 1-Marcos; 3-Lucio, 5-Edmilson, 4-Roque Junior; 2-Cafu, 8-Gilberto Silva, 15-Kleberson, 11-Ronaldinho Gaúcho (19-Juninho, aos 40 do segundo tempo), 6-Roberto Carlos; 9-Ronaldo (17-Denílson aos 45 do segundo tempo), 10-Rivaldo. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Alemanha: 1-Oliver Kahn; 22-Torsten Frings, 2-Thomas Linke, 5-Carsten Ramelow, 21- Christoph Metzelder; 19-Bernd Schneider, 16-Jens Jeremies (14-Gerald Asamoah, aos 32 do segundo tempo), 8-Dietmar Hamann, 17-Marco Bode (6-Christian Ziege, aos 39 do segundo tempo); 7-Oliver Neuville, 11-Miroslav Klose (20-Oliver Bierhoff, aos 29 do segundo tempo).Técnico: Rudi Voller

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa