Piloto esteve na redação do Portal Terceiro Tempo, em São Paulo

Piloto esteve na redação do Portal Terceiro Tempo, em São Paulo

O Bella Macchina desta semana traz uma entrevista com Felipe Massa, o piloto brasileiro que após 15 temporadas pela Fórmula 1 se despedirá da categoria máxima do automobilismo ao término deste ano.

Felipe, que venceu 11 GPs na F1, dois deles em Interlagos, e conquistou 16 poles, falou sobre a emoção de competir pela última vez no circuito paulistano a bordo de um carro de F1, a Williams, equipe pela qual compete desde 2014, após passagens por Sauber (2002, 2004 e 2005) e Ferrari, entre 2006 e 2013, onde conquistou todas as suas vitórias.

Além disso, Massa destacou para a importância de boas performances dele e de seu companheiro de equipe (Valteri Botttas) nas duas etapas restantes (Interlagos e Abu Dhabi), uma vez que o time inglês disputa com a Force India a quarta colocação entre os construtores.

O piloto, de 35 anos, ainda não definiu seu futuro no automobilismo, mas falou sobre as três categorias que concentram sua atenção no momento, e também comentou sobre a estrela em franca ascenção da F1, o holandês Max Verstappen, a quem já deu um conselho.

A conversa com Felipe Massa na redação do Portal Terceiro Tempo foi bastante descontraída. São-paulino, revelou que era santista quando criança, e tem até uma camisa do Peixe autografada por Pelé. Ele relembrou algumas passagens marcantes de sua carreira, falou sobre a disputa entre Rosberg e Hamilton pelo título da temporada, e até arriscou dizer quem escolheria para uma dupla de pilotos caso fosse um chefe de equipe.

SOBRE CORRER DE F1 PELA ÚLTIMA VEZ EM INTERLAGOS

Massa no Bella Macchina

Interlagos é o quintal de casa. Eu lembro quando ia acompanhar as corridas nas arquibancadas, torcer pelos brasileiros. Aí eu tive a chance de virar piloto de Fórmula 1, tive a chance de vencer em casa, que foi a realização de um sonho, vencer pela primeira vez em Interlagos em 2006. Em 2007 a vitória era minha e eu entreguei para o meu companheiro de equipe (Kimi Raikkonen) para ele ser campeão, que foi sem dúvida uma coisa muito importante. E em 2008, brigando pelo campeonato, eu venci a corrida, fiz um trabalho perfeito, fiz a minha parte e infelizmente não dependia só de mim e perdi o campeonato nos últimos metros. Fui o brasileiro que conseguiu mais pódios em Interlagos. Tive duas vitórias, como o Emerson e o Ayrton. Então, Interlagos é um lugar especial e vai ser ainda mais especial encerrar pelo meu último ano na Fórmula 1. Eu acho que vai ser uma corrida muito especial pra mim, que eu nunca vou esquecer.

DISPUTA COM A FORCE INDIA PELO QUARTO LUGAR ENTRE OS CONSTRUTORES

É muito importante. É importante no sentido financeiro, uma posição melhor no campeonato de construtores são alguns milhões que fazem uma diferença grande no desenvolvimento do carrro, que sem dúvida sofre em comparação às equipes grandes. Estamos em quinto lugar , estamos com nove pontos atrás da Force India, não vai ser fácil, eles estão com um carro mais competitivo hoje, mas tomara que a gente tenha a chance de chegar à frente deles, um pódio seria como uma vitória.

CONSELHO A VERSTAPPEN

O Vestappen é uma realidade, ele tem tudo, mas é novo, moleque, eu já disse pra ele ter calma, falei pra ele se acalmar, e ele disse que eu tenho razão.

ABAIXO, A ENTREVISTA COMPLETA DE FELIPE MASSA A MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO BELLA MACCHINA, COM EDIÇÃO DE LUCAS MICHELETTI:

 

 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS!

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa