No mais, aproveito para desejar amplo sucesso e felicidades para a Tiffany em sua vida

No mais, aproveito para desejar amplo sucesso e felicidades para a Tiffany em sua vida

Como meu negócio é “Terceiro Tempo” desde 1982, vou hoje de três tempos em três palitos.

Primeiro o vôlei, depois o homem central do governo e concluo com o “Paulistão-Sicredi 2019”.

A Tiffany é mulher oficialmente em sua vida e homem na quadra.

 

 

 

 

Tiffany em jogo feminino: força desproporcional

E, nos tempos atuais, homem quer ser mulher e mulher quer ser homem?

Está tudo certo, é correto, é lei e afinal cada qual faz o que quiser, mas menos no esporte.

Porque o Tiffany é homem esportivo e não pode jogar vôlei contra mulheres por imensa força desproporcional.

Treinador top Bernardinho já reclamou, mas depois pipocou.

Hipócrita!

No mais, aproveito para desejar amplo sucesso e felicidades para a Tiffany em sua vida de mulher, nas quadras masculinas, mas fora das quadras femininas do vôlei.

O antes e o depois de Tiffany 

E o Paulo Guedes, que nunca vi na vida, hein?

Não vi e não preciso ver, mas ler sobre ele, e ouvi-lo, é indispensável.

O Paulo Guedes que é um sujeito preparado ao extremo, super do ramo, multimilionário e independente que está tendo o saco roxo que os mureteiros Collor, Itamar, FHC, Lula, “pessissíssima” Dilma e Temer não tiveram.

A Reforma da Previdência foi e é um vespeiro e todo mundo pipocou fugindo da obrigação patriótica.

Guedes, que nada mais precisa para viver 500 anos mais como milionário, luta pela indispensável e dramaticamente imperiosa “Reforma da Previdência”.

E sem essa aprovação o Brasil “venezueleia” e quebra para a alegria do PT e do Mal.

Paulo Guedes, homem central do Governo Bolsonaro

E o Paulistão-Sicredi?

Está tão na cara que a final será entre Palmeiras e Corinthians que coloco minhas modestas fichas em São Paulo e Santos.

O Santos porque alterna bons e maus resultados com o roleta-russa Sampaoli e, por esta “lógica”, agora chegou a vez de ganhar, e bem!

Afinal, o Corinthians é um time ruim da Copa do Brasil que eliminou o Ferroviário-CE no sufoco, o Avenida-RS na sorte e o Ceará no apito.

O Timão eliminou o Ceará, é verdade. Mas no apito! 

O grupo mosqueteiro é modesto, nota 4,97.

O Santos leva um 5,61. O São Paulo deu uma oscilada para 5,99.

E o Palmeiras tem elenco alemão, inglês e espanhol nota 8,97.

Mas o enfadonho Felipão não consegue “concatenar” (Mário Moraes, 1925 – 1988) um time à altura da quantidade exagerada e da qualidade reprimida do elenco.

Mário Moraes, inesquecível comentarista esportivo que adorava o termo “concatenar”

O Palmeiras é um chorão compulsivo.

Reclama do árbitro, do bandeira, do VAR, do TJD, da chuva, do sol, do vento, mas não saca que seu time hoje é um catado escalado por um técnico igual a mim: não sabe nada de tática.

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa