Treinador alemão deixa o cargo após 15 anos. Foto: Divulgação/Deutscher Fußball-Bund

Treinador alemão deixa o cargo após 15 anos. Foto: Divulgação/Deutscher Fußball-Bund

Uma verdadeira Era do futebol alemão está perto do fim. Após 15 anos, Joachim Löw comunicou nesta terça-feira (9) que deixará o comando da seleção da Alemanha após a disputa da Eurocopa, que será disputada em 2021.

Técnico da Alemanha no 7 a 1 e campeão mundial d 2014, Löw disputou três Copas: 2010, 2014 e 2018. O alemão ainda trabalho no mundial de 2006, como auxiliar de Jurgen Klinsmann.

Löw tinha contrato com a seleção alemã até 2022, após a Copa do Mundo que será disputada no Catar, mas partiu dele mesmo a decisão de deixar o comando da equipe.

“Eu tomo esse passo conscientemente, cheio de orgulho e enorme gratidão, mas ao mesmo tempo continuo muito motivado para a próxima Eurocopa”, disse Löw em comunicado.

“É muito especial e uma honra estar envolvido com o meu país. Tenho orgulho de ter trabalhado com os melhores jogadores do país por quase 17 anos e colaborado para o desenvolvimento deles. Tive triunfos e derrotas, mas acima de tudo momentos mágicos - não só vencendo a Copa de 2014 no Brasil”, completou o treinador, que vinha sofrendo críticas a frente da seleção por conta do desempenho ruim na Copa de 2018 e, especialmente, pelos resultados ruins nos anos seguintes.

A pressão sobre Löw cresceu em novembro de 2020, depois que a seleção alemã sofreu uma histórica goelada por 6 a 0 diante da Espanha.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa