Carro com atualizações foi apresentado em Interlagos, na última etapa do campeonato. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Carro com atualizações foi apresentado em Interlagos, na última etapa do campeonato. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

A Stock Series, ex-Stock Ligth, será obrigatória para os pilotos que pretendem ingressar na Stock Car Pro, a categoria principal, segundo oficializou a Vicar, organizadora e promotora de ambas, através de seu CEO, Fernando Julianelli.

"Esta é uma medida coerente com a remodelação da Stock Series, que até o ano passado se chamava Stock Light. A Stock Series é definitivamente onde os aspirantes à Stock Pro são testados e aprovados. Por isso, estamos implantando evoluções em todos os aspectos da competição. Para 2022, por exemplo, teremos um carro mais agressivo, agora com a carenagem do Chevrolet Cruze usado na Stock Pro. O carro será também apenas 1,5 segundo mais lento que o Stock da categoria principal, ou seja, andará muito perto. Vai ser interessante comparar o tempo de volta de cada modelo já na estreia, em Interlagos, dia 13 de fevereiro”, comentou Julianelli.

Ou seja, até agora, não era obrigatório que um piloto tivesse guiado pela categoria de acesso da Stock para poder guiar na categoria principal, e que passa a ser condição necessária com esta nova resolução.


      

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

 

 

 

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa