Viva o Carcará e a cidade de Salgueiro. Foto: Divulgação

Viva o Carcará e a cidade de Salgueiro. Foto: Divulgação

A cidade de Salgueiro, no Sertão Central de Pernambuco, viveu no último dia 05 de Agosto (2020,) um dos momentos mais importantes na história esportiva da cidade.

O “Carcará do Sertão”, como é chamado pelos torcedores, sagrou-se pela primeira vez em sua curta história no cenário esportivo, Campeão Pernambucano de Futebol. Único no interior a conseguir esse feito.

O Salgueiro Atlético Clube, foi fundado em 1972, mas, nesta mesma década teve suas atividades encerradas.

Sua retomada deu-se em 2005 e de lá pra cá, o clube foi aos poucos, mostrando que queria ser protagonista e não só um time considerado de várzea.

Desde a retomada, o clube acumulou 16 títulos, desde regionais, até os de maiores expressões, dentre eles, Campeão da série A2 do Pernambucano de 2007 (dois anos após refundação do clube) e o maior deles, o grande triunfo deste ano, Campeão Pernambucano de 2020.

O Carcará já teve participações na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, porém, sem muito êxito. Mas, a conquista do Pernambucano desde ano, já tem vaga garantida nestas competições em 2021, onde projeta grandes feitos.

O título

Após vencer nas semifinais a equipe do Afogados da Ingazeira, o Carcará recebeu em casa, no Estádio Cornélio Dias, o time do Santa Cruz para a primeira partida da final e o jogo ficou empatado em 1x1 com gols de Renato pelo Salgueiro e Danny Moraes pelo Santa. A decisão então, ficou para a segunda partida em Recife, estádio do Arruda, casa do adversário.

Na segunda partida, prevaleceu o empate sem gols, decisão foi para as penalidades máximas e por 4x3, o Salgueiro sagrou-se Campeão e levou para o sertão esse título inédito.

No dia seguinte, a delegação com os campeões saiu do Recife rumo a Salgueiro e chegando a cidade, foram recebidos pelos torcedores apaixonados que, em carreata, os acompanharam até o estádio Cornélio Dias. Enfim o título, estava definitivamente, em casa.

Técnico Português

Daniel Neri Marinho, técnico do Salgueiro é Português da cidade de Amarante, norte de Portugal..

Iniciou sua vida esportiva no Porto (Portugal), onde conviveu durante 6 anos com José Mourinho.

Ainda estudante, Daniel chegou a Recife em 2004 para um intercâmbio onde passou justamente pelo Santa Cruz, sendo auxiliar técnico de Péricles Chamusca na ocasião.

Voltou a Portugal apenas para se formar e em seguida, no retorno ao Recife, trabalhou nas equipes do Porto de Caruaru (Base e também no Profissional), Sport (Base) e no Flamengo de Arcoverde (Profissional). No Salgueiro, chegou em Abril de 2019.

Esse é o primeiro título de maior expressão na vida de Neri e o português já entra para a história do clube. Deixou de ser apenas o treinador e virou, ídolo.


Celeiro de talentos

Vale ressaltar que a cidade de Salgueiro (PE) é celeiro de talentos.

Estes são alguns:

Manoel Tobias, salgueirense, ex jogador de futsal, é bicampeão mundial pela seleção brasileira e foi eleito por 3 vezes ( 2000, 2001, 2002), melhor jogador de futsal do mundo pela FIFA.

Aderllan Santos, salgueirense, jogador futebol com passagens pelo Valência da Espanha, São Paulo, Vitória, dentre outros clubes, hoje joga no Rio Ave de Portugal.

E não é somente no futebol que salgueirenses mostram seus talentos.

Jesuíta Barbosa, jovem ator é de Salgueiro. Fez novelas na Globo e também atua no cinema.

Salgueiro também já teve representante no Miss Pernambucano.

A jovem Rafaela Lopes, talentosa e muito requisitada como fotógrafa profissional, foi eleita Miss Serra Talhada (PE) em 2018 e concorreu a Miss Pernambuco do mesmo ano.

O sertão é, em sua verdade, solo fértil.

Viva o Carcará!
Viva Salgueiro!
Viva o Sertão!

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa