O esgrimista Roberto Lazzarini tem 57 anos, continua competindo e é o treinador das categorias de base do EC Pinheiros, provando que não existe idade que impeça uma grande carreira no esporte.

Competindo num época de muitas dificuldades e pouco apoio, ele conseguiu disputar duas edições de Jogos Olímpicos, 1988 e 1992, disputou quatro Jogos Pan-Americanos, tem 11 medalhas em Jogos Sul-Americanos e foi mais de 20 vezes campeão brasileiro.

E só não disputou seu quinto Pan, em 2007, no Rio de Janeiro, por uma decisão ridícula do Comitê Olímpico Brasileiro, que o obrigou a fazer um teste onde ele teria de correr 3.000 metros em 12 minutos. Ele, com 45 anos, e vindo de uma contusão, não alcançou a marca e não conseguiu realizar o sonho de competir no seu país.

Depois de enveredar pelo ramo gastronômico, onde chegou a ter um restaurante chamado “Spadaccino” ao lado de sua irmã Paula, também esgrimista, viu que não podia ficar fora do esporte e tenta agora revelar novos talentos no Pinheiros.

Nós conversamos com Roberto Lazzarini e falamos da sua carrreira, dos problemas do esporte no Brasil e o que podemos esperar da esgrima brasileira, que conquistou dois inéditos quintos lugares no Rio 2016. Confira!

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa