Sette Câmara, presidente do Galo. Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Sette Câmara, presidente do Galo. Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Na semana passada, a pedido do técnico Jorge Sampaoli, o Atlético-MG esteve muito próximo de acertar a contratação do meia Thiago Neves, ex-Cruzeiro. A revolta que esta possibilidade gerou nos atleticanos, no entanto, fez com que os mandatários do Galo desistissem do negócio. O jogador, por sua vez, se sentiu prejudicado e, em notificação extrajudicial, está cobrando do clube uma indenização de 20 milhões de reais.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente atleticano, Sérgio Sette Câmara, comentou o imbróglio.

“A multa é risível. Até brinquei com o Lásaro (Cândido, vice-presidente): por isso que advogado fica rico. Será que ele vai entrar com uma ação pedindo R$ 20 milhões? Se ele entrar, tudo bem. Aqui no Atlético, os advogados são ruins, a gente perde quase todas as causas, não é verdade?”, comentou Sette Câmara.

"Deixa ele vir, deixa ele entrar com a ação. Mas pede os R$ 20 milhões. Até mais, se ele achar que tem que pedir. Mas vem preparado, porque a chance dele vir pagar honorários aos nossos advogados, na minha opinião, como advogado que sou, é enorme", completou o mandatário do Galo.

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa