Pelé e Coutinho sorriem em evento do Santos. Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação SantosFC/Via UOL

Pelé e Coutinho sorriem em evento do Santos. Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação SantosFC/Via UOL

Pelé se manifestou e lamentou a morte de Coutinho, com quem formou parceria no ataque do Santos na década de 1960.

"É uma grande perda. A tabelinha Pelé Coutinho fez o Brasil ficar mais conhecido no mundo todo. Tenho certeza que um dia faremos tabelinha no céu. Minhas condolências à família", disse.

Coutinho morreu hoje aos 75 anos. Rosângela, filha de Coutinho, confirmou a morte. Segundo ela, ainda não se sabe a causa exata da morte do ex-jogador.

Pelé e Coutinho dividiram glórias no Santos e formaram uma das parcerias mais vitoriosas da história do futebol mundial. Juntos, eles conquistaram no clube seis edições do Campeonato Paulista (1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967), cinco da Taça Brasil, então Campeonato Brasileiro (1961, 1962, 1963, 1964 e 1965), quatro do Torneio Rio-São Paulo (1959, 1963, 1964 e 1966), duas da Copa Libertadores (1962 e 1963) e duas do Mundial (1962 e 1963).

Natural de Piracicaba, Antonio Wilson Honório, mais conhecido como Coutinho, foi o mais jovem jogador a atuar nos profissionais do Santos com apenas 14 anos, 11 meses e 6 dias. Durante suas passagens pelo Santos, entre 1958 e 1968 e depois em 1970, Coutinho atuou em 451 partidas oficiais e 16 não oficiais.

Nos últimos anos da carreira como jogador, passou também por Vitória, Portuguesa e Bangu, entre outras equipes. Em 1973, aposentou-se dos gramados jogando pelo Saad, de São Caetano do Sul (SP).

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Pepe, ex-colega de Santos de Coutinho, disse que o ex-companheiro vinha enfrentando problemas, que, no entanto, não tiraram a sua alegria.

"Ele estava com problemas, mas fora isso continuava sendo aquele moço alegre. É um cara feliz, que viveu uma vida feliz até onde deu", declarou.

Coutinho chegou a ser internado no fim de janeiro com pneumonia. Em 20 de janeiro, a esposa de Coutinho, Vera, explicou à rádio Bandeirantes que o marido se sentiu mal dias antes de ser internado, queixando-se de falta de ar. No hospital, foi diagnosticado um quadro de pneumonia. O ex-jogador também apresentou problemas com a diabetes e com a pressão, mas sem gravidade.

Após uma semana e meia de internação, inclusive com passagem pela Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Coutinho retornou para casa no dia 28 de janeiro.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa