O ex-meia-atacante viveu grandes momentos no Alvinegro

O ex-meia-atacante viveu grandes momentos no Alvinegro

Tupãzinho, herói do primeiro título do Campeonato Brasileiro do Corinthians, em 1990, completa 53 anos nesta quarta-feira (7).

Pedro Francisco Garcia, que ganhou o apelido justamente por ter nascido na cidade de Tupã, interior de São Paulo, começou sua carreira profissional pelo São Bento de Sorocaba (SP) em 1987, e chegou ao Corinthians justamente em 1990, ano da conquista histórica do Alvinegro de Parque São Jorge.

Também apelidado de "Talismã", pois muitas vezes entrava no decorrer dos jogos e acabava por marcar gols que decretavam vitórias corintianas, Tupâzinho ainda contabilizou outras conquistas importantes pelo Corinthians, como a Copa do Brasil em 1995 e o Campeonato Paulista no mesmo ano.

Deixou o Timão em 1996 e, após curta passagem pelo Fluminense, Tupãzinho viveu um bom momento em Minas Gerais, pelo América, onde foi campeão da Série B do Brasileiro em 1997.

Ainda passou, entre outros, por XV de Piracicaba, Matonense e Caldense, para encerrar sua carreira nos gramados em 2004, pelo Real Clube de Itumbiara (GO).

Em 2011 iniciou sua trajetória como treinador de futebol pelo Tupã, tendo passado pem seguida por Assisense, Grêmio Prudente, Vocem, Grêmio Maringá e novamente o Tupã, este o último clube que treinou, em 2019.

VEJA  O GOL DE TUPÃZINHO NA FINAL DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 1990. O GOL HISTÓRICO DO TALISMÃ CORINTIANO CONTRA O SÃO PAULO.,COM NARRAÇÃO DE OSMAR SANTOS:

Abaixo, ouça a entrevista de Tupãzinho no "Domingo Esportivo Bandeirantes" do dia 18 de outubro de 2020: 

Elenco do Corinthians de 1996: primeira fileira de cima, da esquerda para a direita: Villamayor, Sylvinho, Célio Silva, Gino, Fabinho, André Santos, Gilmar Fubá, Willian e Tupãnzinho. Na fileira intermediária, da esquerda para a direita: Caco Espinosa,André, Pirulito, Alexandre Lopes, Wilson Macarrão, Maurício, Ronaldo, Nei, Bernardo, Cris e Aguinaldo Moreira. Na fileira de baixo, da esquerda para a direita, Vinícius, Marcelinho Carioca, Anderson, Souza, Mário Travaglini, Valdyr Espinosa, Dr.Renato Lotuffo, Tinga, Henrique e Alcindo. Todos jogadores reconhecidos com a atenção e a benevolência de Ronaldo Giovanelli com a reportagem do Portal Terceiro Tempo. Crédito da foto: enviada por Roberto Diogo.


Em 19 de novembro de 1995, o Santos goleou o Corinthians por 3 a 0, na Vila Belmiro, em partida válida pelo campeonato nacional da época. Antes do jogo, a presença ilustre de Pelé e do professor Júlio Mazzei, de terno. Da esquerda para a direita: Jamelli, Robert, Narciso, Giovani , Gallo e Edinho, todos com a camisa do Peixe. Pelé, cumprimenta os torcedores e o professor Júlio Mazzei observa o Rei. No Corinthians, da esquerda para a direita: Célio Silva, Wilson Macarrão, Tupãnzinho, Vitor, Elivélton, André Santos, Fábinho, Marcelinho Paulista, aparecendo só a orelha, não conseguimos reconhecer (Ajude o Terceiro Tempo a identificar o jogador no email redacao@terceirotempo.com.br), Carlos Roberto, Clóvis e o goleiro reserva Maurício. Crédito da foto: enviada por Roberto Diogo.


Veja a matéria que a Revista Placar, edição de setembro de 2013 (1382), fez sobre quem os eternos craques Tupãzinho, Júnior, Toninho Cerezo e Muricy Ramalho. Imagem: Placar


Churrasco de corintianos em 1991, em comemoração ao título brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita: Dinei, Tupãzinho, Mirandinha e só a "pontinha" de Marcelo Djean. Na mesa de trás, Viola. Atrás dele, Ronaldo. A festa ocorreu no sítio de Flávio Trevisan, em São José do Rio Pardo-SP.


Em pé: Giba, Jacenir, Marcelo Djian, Guinei, Márcio e Ronaldo. Agachados: Fabinho, Wilson Mano, Tupãzinho, Neto e Mauro


E se você estiver de passagem pela capital sul-matogrossense, não deixe de conferir os deliciosos pratos da Casa do Peixe. Recomendamos!


Tupãzinho, em setembro de 2007, no restaurante Casa do Peixe, em Campo Grande (MS).


Em 2008, o primeiro título brasileiro do Corinthians completou a "maioridade". Para comemorar a data, o site oficial do clube publicou a foto que mostra o momento exato do toque de Tupãzinho para o fundo das redes de Zetti. Repare que Cafu ainda tentou evitar o gol


 


Em 2016, em Auriflama (SP), os amigos Canhoto, Tupãzinho e Negão (ex-América de Rio Preto). Foto: arquivo pessoal de Negão


Encontro de veteranos para jogo beneficente em Auriflama (SP), em 2018. Da esquerda para a direita: Negão, Tupãzinho, Wilson Mano, Denilson e Marco Antônio Boiadeiro. Foto: arquivo pessoal de Negão


Da esquerda para a direita, Tupãzinho, Márcio Bittencourt, Batata, Wagninho, Viola e Marco Antônio Boiadero no jogo do master do Corinthians, em 2018. Foto: Arquivo pessoal/Wagninho


Mais uma grande atuação. Da esquerda para a direita, Tupãzinho, Márcio Bittencourt, Batata, Wagninho, Viola e Marco Antônio Boiadero no jogo do master do Corinthians, em 2018. Foto: Arquivo pessoal/Wagninho


Timaço corintiano! Da esquerda para a direita, Tupãzinho, Márcio Bittencourt, Batata, Wagninho, Viola e Marco Antônio Boiadero no jogo do master do Corinthians, em 2018. Foto: Arquivo pessoal/Wagninho


Da esquerda para a direita, Tupãzinho, Márcio Bittencourt, Batata, Wagninho, Viola e Marco Antônio Boiadero no jogo do master do Corinthians, em 2018. Foto: Arquivo pessoal/Wagninho


Dr. Miguel Marques e Silva, Tupãzinho e um amigo. Foto: reprodução


Tupãzinho, em 2016. Foto: reprodução


Edel e Tupãzinho, em junho de 2014. Foto: arquivo pessoal de Edel


Nos anos 90 e em 2015


Tupãzinho, Jorge Júnior, Zé Dias e Marinho durante encontro de ex-jogadores do Londrina, em outubro de 2015. Foto enviada por Jorge Júnior


Tupãzinho, à esquerda, durante encontro de ex-jogadores do Londrina, em outubro de 2015. Foto enviada por Jorge Júnior


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


Corinthians, campeão brasileiro de 1990. Da esquerda para a direita, Neto, Ronaldo Giovanelli, Márcio Bittencourt, Giba, Jacenir, Guinei, Marcelo Djian, Wilson Mano, Tupãzinho, Mauro Van Basten e Fabinho


O repórter José Mário Toffoli e Tupãzinho. Foto enviada por Luiz Carlos Ferreira


Entre amigos, no dia 2 de fevereiro de 2015. Da esquerda para a direita, Nardinho, Tupãzinho, Luiz Carlos Ferreira e Vandir. Foto enviada por Luiz Carlos Ferreira


Veteranos do Guarani de Adamantina. Da esquerda para a direita, em pé: Amauri é o quinto e Vinício é o último. Agachados: Flávio Koko é o segundo, Norival Borges é o terceiro, Zé Leo é o quinto, Tupãzinho é o sexto e Dario é o penúltimo. Foto: Arquivo pessoal


Veteranos do Guarani de Adamantina. Da esquerda para a direita, em pé: Amauri é o quinto e Vinício é o último. Agachados: Flávio Koko é o segundo, Norival Borges é o terceiro, Zé Leo é o quinto, Tupãzinho é o sexto e Dario é o penúltimo. Foto: Arquivo pessoal


Herói posou ao lado de Tupãzinho, o Xodó da Fiel, em dezembro de 2011. Foto: Reprodução/Facebook


O Talismã em 2010. Foto: site da TV Taquari


Nos anos 90, quando atuava pelo Corinthians. Foto: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa