Holandês largou na pole e dominou a corrida em Interlagos. Foto: Red Bull Racing

Holandês largou na pole e dominou a corrida em Interlagos. Foto: Red Bull Racing

Há exatamente um ano, na tarde de 17 de novembro de 2019, o holandês Max Verstappen (Red Bull-Honda), vencia o GP do Brasil de Fórmula 1, disputado em Interlagos, prova que foi cancelada em 2020 em razão da pandemia do novo coronavírus, mas que está no calendário da categoria do próximo ano, marcada com asterisco para o dia 14 de novembro.

Aquela foi a oitava vitória de Verstappen na Fórmula 1, categoria pela qual estreou em 2005, então na Toro Rosso, hoje Alpha Tauri. Depois daquela, Max, hoje com 23 anos, venceu mais uma corrida, na atual temporada, o GP dos 70 anos da F1, disputado em Silverstone, na Inglaterra, chegando a nove triunfos na categoria.

POLE E ÓTIMO COMEÇO DE VERSTAPPEN

Largando da pole, Verstappen dominou amplamente a prova e só deixou a liderança após a entrada do safety-car na volta 52, quando Bottas teve problema mecânico e seu carro precisou ser removido de uma área gramada, na Reta Oposta.

Verstappen, neste momento, aproveitou para fazer sua segunda parada enquanto Hamilton permaneceu na pista e assumiu a liderança, mas na relargada o holandês superou o inglês logo no "S" do Senna.

LAMBANÇA FERRARISTA...

No final da prova, na volta 67, Leclerc tocou em Vettel na Reta Oposta e os dois deixaram a prova, quando brigavam pela quarta colocação. O monegasco tocou no pneu traseiro de Vettel. Leclerc teve a suspensão dianteira direita quebrada e Vettel o pneu furado.

Com mais uma intervenção do safety-car, novas emoções nas duas voltas finais, a primeira delas com Hamilton e Albon se tocarando e o tailandês acabou rodando, perdendo a chance do pódio.

FINAL ELETRIZANTE ENTRE ALBON E HAMILTON

Na linha de chegada, impressionante chegada com Pierre Gasly (Toro Rosso) em segundo e Hamilton em terceiro., 0s062. separados por apenas 0.063.

A manobra de Hamilton com Albon ficou sob investigação e depois da prova o inglês foi punido com 5 segundos. Assim, Carlos Sainz Jr., que largou em último, com a McLaren-Renault, terminou em  terceiro. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DO BRASIL DE F1 - INTERLAGOS (SP)

 




  


CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO
 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa