Em 197 a , corrida não contou pontos para o campeonato. Foto: Divulgação

Em 197 a , corrida não contou pontos para o campeonato. Foto: Divulgação

O Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, será o palco do GP Brasil de Fórmula 1 no próximo domingo (17), penúltima etapa do Mundial, já definido tanto entre os pilotos (Lewis Hamilton é o campeão da temporada) e a Mercedes também já garantiu o campeonato de construtores.

A história da pista com a Fórmula 1 começou em 30 de março de 1972, ocasião em que o circuito paulistano recebeu pela primeira vez o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, em uma prova que não contou pontos para o campeonato, exatamente no ano em que Emerson Fittipaldi venceu o primeiro de seus dois títulos na categoria.

Os elevados custos de transporte e a não obrigatoriedade em participar da prova, fizeram com que algumas equipes não embarcassem para o Brasil, entre elas a Ferrari de Clay Regazzoni e a Tyrrell de Jackie Stewart.

CLASSIFICAÇÃO PARA  PROVA

Nos treinos que definiram o grid, uma supremacia impressionante de Emerson Fittipaldi com a Lotus-Ford 72 D, que cravou 2min32s383, 2s004 de vantagem sobre o argentino Carlos Reutemann (Brabham), que largou a seu lado, na primeira fila.

A segunda fila teve o sueco Ronnie Peterson (March) e o brasileiro Wilson Fittipladi Júnior (Brabham), terceiro e quarto colocados, respectivamente.

O GP

Na largada, os mais de 60 mil espectadores viram Wilsinho sair da quarta para a primeira colocação, com Emerson em segundo e Peterson em terceiro.

Os irmãos Fittipaldi mantiveram-se nessa ordem até Emerson superar Wilsinho na Reta Oposta, tomando a liderança da prova na terceira volta no antigo traçado paulistano, que contava com quase oito quilômetros de extensão.

Tranquilo na ponta, Emerson parecia caminhar para a vitória até ter um problema no braço inferior da suspensão traseira de sua Lotus na volta 32, que provocou sua rodada na subida dos boxes. Ele ainda levou seu carro ao pit-lane mas não conseguiu retornar.

Reutemann, que também havia ultrapassado Wilsinho, acabou vencendo a prova, com Ronnie Peterson em segundo e Wilsinho em terceiro, completando o pódio.

Outros dois brasileiros participaram da prova: Luis Pereira Bueno, com um March alugado teve um ótimo desempenho e foi o sexto, enquanto José Carlos Pace, com um March da equipe Williams teve problemas e não terminou a corrida.

ABAIXO, VÍDEO DO GP BRASIL DE 1972. NARRAÇÃO DE TÉRCIO DE LIMA E GERALDO JOSÉ DE ALMEIDA




  


CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO
 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNAS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI

a

 

a

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa