Brasileiro ganhou seu 12º GP na etapa canadense de Mosport. Foto: McLaren F1

Brasileiro ganhou seu 12º GP na etapa canadense de Mosport. Foto: McLaren F1

Há exatos 45 anos, Emerson Fittipaldi venceu seu 12º GP na Fórmula 1, disputado no circuito canadense de Mosport.

Naquele 22 de setembro de 1974, então piloto da McLaren, Emerson travava uma disputa intensa pelo título com o suíço Clay Regazzoni e o austríaco Niki Lauda, ambos da Ferrari. Ronnie Peterson (Lotus) tinha chances matemáticas, mas Emerson acabou conquistando seu segundo título na F1 na etapa seguinte, a última da temporada, em Watkins Glen, nos Estados Unidos.

Emerson largou na pole em Mosport, feito até certo ponto surpreendente, em razão das características da pista, que favoreciam os potentes motores V12 da Ferrari.

A McLaren, porém, estava equilibrada o suficiente para que o brasileiro cravasse 1min13s188 e superasse a Ferrari de Lauda em cinco centésimos de segundo. O austríaco até tentou recuperar a primeira colocação, mas uma chuva fina impediu que ele melhorasse sua marca.

Lauda largou melhor e liderou até 13 voltas para o final, quando abandonou ao passar por cima de detritos de um carro que havia batido

Emerson, então, assumiu a liderança para não mais perdê-la, até a receber a bandeira quadriculada, após 80 voltas.

Regazzoni, que largou em 6º, terminou em segundo. O sueco Ronnie Peterson (Lotus) completou o pódio em terceiro, após se classificar em décimo no grid.

O GP do Canadá de 1974 marcou a estreia do austríaco Helmuth Köinigg, com o carro #19 da Surtees. Ele fez uma boa prova (largou em 22º e terminou em décimo) mas ele acabou morrendo na corrida seguinte, em Watkins Glen (EUA), em 06 de outubro, após chocar-se contra o guard-rail e ser decapitado.

Apenas mais um brasileiro participou da corrida canadense em 1974: José Carlos Pace, o Moco, que terminou em oitavo com sua Brabham, após largar em nono lugar.

Um representante do Canadá esteve presente à prova: Eppie Wietzes disputou o GP com um modelo defasado da Brabham-Ford (o BT42), enquanto Pace, Reutemann e Watson correram com o BT44.

Wietzes, que largou em 26º no grid de 30 pilotos, abandonou na volta 33 com um problema de motor. Esta foi a segunda e última corrida do piloto canadense na F1. Ele havia participado de uma outra prova, exatamente em Mosport, sete anos antes, em 1967, primeiro ano em que a pista recebeu a F1.

A última vez que a F1 esteve em Mosport foi em 1977, com vitória do sul-africano Jody Scheckter, com Wolf-Ford.

Foto: site oficial da McLaren

Classificação final do GP do Canadá de 1974, em Mosport (Ontário):

1º   Emerson Fittipaldi (BRA) - McLaren-Ford
2º   Clay Regazzoni (SUI) - Ferrari
3º   Ronnie Peterson (SUE) - Lotus-Ford
4º   James Hunt (GBR) - Hesketh-Ford
5º   Patrick Depailler (FRA) - Tyrrell-Ford
6º   Denny Hulme (NZL) - McLaren-Ford
7º   Mario Andretti (EUA) - Parnelli-Ford
8º   José Carlos Pace (BRA) - Brabham-Ford
9º   Carlos Reutemann (ARG) - Brabham-Ford
10º Helmut Köinigg (AUS) - Surtees-Cosworth
11º Rolf Stommelen (ALE) - Lola-Ford
12º Mark Donohue (EUA) - Penske-Ford
13º Jacky Ickx (BEL) - Lotus-Ford
14º Graham Hill (GBR) - Lola-Cosworth
15º Jacques Laffite (FRA) - Iso-Ford
16º Jochen Mass (ALE) - McLaren-Ford

Não completaram a prova:

17º Chris Amon (NZL) - BRM
18º Niki Lauda (AUS) - Ferrari
19º Tom Pryce (GBR) - Shadow-Ford
20º John Watson (GBR) - Brabham-Ford
21º Jean-Pierre Beltoise (FRA) - BRM
22º Jody Scheckter (AFS) - Tyrrell-Ford
23º Jean-Pierre Jarier (FRA) - Shadow-Ford
24º Arturo Merzario (ITA) - Iso-Ford
25º Eppie Wietzes (CAN) - Brabham-Ford
26º Hans-Joachim Stuck (ALE) - March-Ford
27º Derek Bell (GBR) - Surtees-Ford
28º Mike Wilds (GBR) - Ensign-Ford
29º Vittorio Brambilla (ITA) - March-Ford
30º Ian Ashley (GBR) - Brabham-Ford

Céu "carrancudo" na largada do GP do Canadá de 1974, em Mosport. Lauda (à direita), largou em segundo e assumiu a ponta, deixando Emerson em segundo. Foto: Reprodução

O austríaco Helmut Köinigg estreou na F1 exatamente no GP do Canadá de 1974 e morreu na prova seguinte, em Watkins Glen em um terrível acidente, sendo decapitado após bater contra um guard-rail. Foto: Reprodução

Eppie Wietzes foi o único piloto canadense na prova disputada em Ontário, no circuito de Mosport. Ele correu com uma Brabham BT42-Ford estilizada com as cores e a bandeira de seu país. Foto: Reprodução

 



  

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNAS DE MARCOS JÚNIOR 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa