Mantuan, grande nome do ataque corintiano em 2022. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Mantuan, grande nome do ataque corintiano em 2022. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Que o Corinthians há tempos precisava de um centroavante não era novidade alguma. Aliás, desde o final de 2017, quando perdeu Jô para o futebol japonês. De lá para cá, Roger, Júnior Dutra, Boselli, Vágner Love (segunda passagem) e o próprio Jô, que voltou em 2021, não conseguiram se firmar como homens-gol do Alvinegro.  

Agora, a chegada de Yuri Alberto traz esperança à Fiel. Afinal, trata-se de um centroavante jovem, bom de bola e que pode render demais neste um ano de empréstimo, cedido pelo Zenit, da Rússia. 

Bem, mas apesar de fundamental a chegada de um atleta com as características de Yuri Alberto, o Corinthians não podia sequer cogitar envolver no negócio com o Zenit o ponta Mantuan. Com sua velocidade, vitalidade e qualidade em ascensão, ele vinha sendo o grande nome do ataque corintiano nesta temporada. E, ao lado de Du Queiroz, melhor jogador do Corinthians em 2022.

Além de ser um jogador criado no Timão, que conhece muito bem o clube, sua torcida e o que é vestir essa camisa. Algo que, claro, o badalado Yuri Alberto não tem a menor ideia. 

Para piorar, nos termos assinados com o Zenit, o clube russo pode optar por comprar Mantuan após o período de empréstimo, enquanto o Timão não tem o mesmo direito com Yuri Alberto. 

No frigir dos ovos, o Corinthians resolveu um problema criando um novo talvez ainda maior. Perder Mantuan foi burrice inaceitável! 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa