Luis Anechini, o Lua, esportista que se destacou no Sul de Minas, a partir de Muzambinho

Luis Anechini, o Lua, esportista que se destacou no Sul de Minas, a partir de Muzambinho

O que será que um muzambinhense, esportista dos bons, tem a ver com o dia de hoje? 

Vamos contar um pouco de história...

Há exatos 51 anos, em 20 de julho de 1969, o norte-americano Neil Armstrong (1930-2012) tornou-se o primeiro homem a pisar na Lua, coroando com chave de ouro a missão Apollo 11, após quatro dias de viagem a bordo do foguete Saturno-V, a partir de Cabo Canaveral, na Flórida.

Depois de Armstrong, foi a vez de Edwin Aldrin fazer o mesmo, enquanto o outro astronauta da missão, Michael Collins guiava o módulo de comando e serviço, que percorreu a órbita da Lua por 30 vezes enquanto os outros dois compatriotas norte-americanos realizavam pesquisas científicas e coletavam materiais da superfície do satélite natural da Terra.

A frase  de Neil Armstrong, logo após tocar no solo lunar, ficou famosa: "Um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanindade". Depois dele, outros 11 astronautas caminharam na Lua. Um deles, John Young esteve presente na Missão Apollo 16, em 1972 e também fez parte do primeiro voo da Colúmbia, o chamado "Ônibus Espacial", em 1981, tendo como companheiro de viagem o astronauta Robert Crippen.

E entre as quase sete mil personalidades imortalizadas na seção "Que Fim Levou?" do Portal Terceiro Tempo, há apenas um cujo apelido é justamente "Lua", o Luis Anechini, grande esportista do Sul de Minas Gerais entre as décaddas de 50 e 80.

Muzammbinhense, o querido Lua foi jogador de futebol e árbitro, e morreu lá mesmo em sua cidade natal, em 22 de março de 1999.

Milton Neves relembra com carinho uma história sobre seu saudoso amigo Lua.

"Fui até sua casa, onde ele tinha uma gaveta transbordando de camisas e me emprestou uma branca de gola olímpica, linda, para minha formatura ginasial, porque o alfaiate, o Tonho Bocudo, não teve tempo de fazer minha roupa. No dia seguinte, minha querida mãe Carmen lavou a camisa e eu fui devolvê-la para o Lua. Mas ele me disse:  `não´, é para você, de presente´", emociona-se Milton, que desconhece o motivo que levou o saudoso amigo Luis Anechini a ganhar o apelido de Lua.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE LUA NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Jogadores do Muzambinho Esporte Clube na década de 50. Da esquerda para a direita: Ovídio Pires, Nego Magnoni e Lua. Foto enviada por Célio Sales

 

Neil Armstrong (1930-2010), pioneiro dos 12 homens que pisaram na Lua. Foto: Divulgação/NASSA

 

 

Equipe do Canto do Rio de Muzambinho-MG em 1958. Em pé, da esquerda para a direita: Nelsinho Barbeiro, Manoel Moreira, Lamartine de Souza, José de Paiva, Amintas, José Reinaldo, Detinho, Lua e Jair Silva. Agachados: Édson Dino, Laércio, Toniquinho, Marino Campedelli, Chila e Benedito Dino. Foto enviada por Célinho

 

Timaço dos anos 60. Em pé, da esquerda para a direita: João Ruela, Maé Abreu, Carlos Coimbra, Bianchi, Dauser, Caco e Lua. Agachados: Waldemar Anderson, Marco Régis, Ivan Surdão, Camila, Toninho Falcucci e Alicate. Foto enviada por Celio Sales

 



Pose dos craques no Estádio Professor Antonio Milhão, em Muzambinho-MG. Em pé, da esquerda para a direita: Lua, Nilo Bortolotti, Ronaldo Ésper, Amintas, Toninho Falcucci, Camila, Mixirica, Bodinho e José Octaviano Sales. Agachados: Dito Dino, Orlando, Tininho, Chila, Gilson e Zé Pequeno

 

O grande Angu, o número 1 do pedestrianismo do sul de Minas, na São Silvestre de Muzambinho em 1967. Da esquerda para a direita, o primeiro (de costas e camisa branca) é o Dr. Miguel Anechinni, excelente dentista. O terceiro (à frente do Jeep Willys, de camisa listrada) é José Roberto Abdala, o Biduroto. À direita, de camisa branca, está Luis Anechinni, o Lua. E o último é Márcio Vieira Gomes, o Delega, grande incentivador do esporte de Muzambinho

 

Em pé: Tonho do Agripino, Paulinho do Hotel, Biduroto (ao fundo), Roberto "Bichana" Bianchi, Costinha, um amigo de Santos-SP que sempre ia a Muzambinho, e Cazinho. O saudoso (e semiagachado) José Antônio de Araújo (professor, locutor e lançador de Milton Neves no rádio) está atrás do também falecido Luiz Anechine, o Lua. O rapaz sorridente, à esquerda, é um primo de Cazinho que também fazia parte da turma.

 

À esquerda, Luis Annechini, o inesquecível Lua, no Clube Recreativo de Muzambinho-MG

 

O time dos Bancários de Muzambinho, no dia em que recebeu as faixas de campeão. Em pé, da esquerda para a direita: Ronaldo Anechinni, Valdemar Anderson, Paulinho Bianchi, Fernando Antonio Montanari (o Fominha), Willian Lemos, Nicolau, Mixirica, Heitor, Nadinho e o árbitro Lua. Agachados: Pitiquela, Jorge, Cavadeira, Ivan Surdão, o mascote Edson, o saudoso Fernando Montanari e Élcio Zoinho. Foto enviada por Carlos José de Pádua

 

O time de Cabo Verde "enxertado" com alguns craques de Muzambinho. Nesta foto, o segundo em pé é Lua e o terceiro é Bodinho. Zé Orlando é o quarto agachado e Montanari (primo de Fernando Montanari, que trabalhou no Banco de Crédito Real e já falecido) é o último

 

Em 1966, encontro de amigos em Muzambinho: Da esquerda para a direita: Cidinha Magnoni, Casinho Alegretti, Neuza Chamme, Prof. José Antônio Araújo, Marlene Alegretti, Prof. Roberto Bianchi e Lua. Foto: soumaismuzambinho.com.br

 

Folheto de divulgação de partida entre Muzambinho e Botelhos, nos anos 50. Entre os jogadores do time muzambinhense, Lua, Corote e Maé

 

Dois momentos do querido e saudoso Lua

 

Família Nicolau Anechini e Maria Alegretti Anechini. Em pé os filhos (Glenio, falecido), Hélio, 91 anos, Aparecida, 88 anos, (Ronaldo, falecido), Luiz (Lua, falecido), (Miguel, falecido), Nancy (falecida), o pai Nicolau, a mãe, Mariquinha (falecidos), caçula Nicolau. Foto: arquivo pessoal de Monica Anechini Campedelli

 

Amigos reunidos em Muzambinho em 1966. Entre outros, à mesa: Joaquim Alves e filhos, Marlene Alegretti, Lua, Cazinho e Pavão. Foto de Nenê Pampa/site soumaismuzambinho.com.br

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa