Carmona tinha 86 anos. Foto: Divulgação

Carmona tinha 86 anos. Foto: Divulgação

Luto na imprensa esportiva brasileira.

Hoje, o microfone se despede de Roberto Carmona, uma lenda do rádio.

Carmona tinha 86 anos e ainda estava na ativa na Rádio Transamérica.

Natural de Presidente Bernardes, no interior paulista, mudou-se aos três anos para o Paraná.

Incansável, torcedor do Atlético Paranaense, Carmona defendeu os prefixos das rádios Gazeta, Record, Bandeirantes, Jovem Pan, Excelsior e Nacional (Globo).

Era o único repórter em São Paulo que trabalhava de bermuda por ter certa irritação de pele.

Para isso, tinha autorização especial.

Grande Carmona, exemplo de longevidade, determinação, dedicação e educação.

De seu primeiro casamento, Carmona teve quatro filhos, que lhe proporcionaram a felicidade de ter oito netos.

Descanse em paz, Carmona.

E muito obrigado por tudo que você fez pelo rádio!

Muitos repórteres invadiram o gramado para tirar alguma declaração de Pelé, o camisa 10 do Santos. Entre eles, Lucas Neto aparece de costas, no lado esquerdo, na sua frente de camisa vermelha está Marco Antônio, de chapéu preto, praticamente atrás de todos, está Roberto Silva e, de frente com o Rei, usando óculos, Roberto Carmona. Foto: Reprodução/ In My Ear

 

Em 1977 e em 31 de maio de 2011

 

No começo dos anos 70, Chico Anysio recebeu homenagem do Palmeiras. O segundo, da esquerda para a direita é Jordão Bruno Saccomani, seguido pelo técnico Oswaldo Brandão (fumando). Em pé, Chico Anysio e o repórter Roberto Carmona. Sentado, à frente de Carmona, PaschoalByron Giuliano. À frente de Saccomani estão Mario Motta (ex-jogador) e Arnaldo Tirone (pai)

 

Na primeira fileira, da esquerda para a direita: ArléricoJacome, Antônio Edson, Braga Júnior, Carlos Aymard, Castilho de Andrade, César Perreira, César Teixeira, Romeu Cezar, Eduardo Barbosa, Eduardo Castro, Fausto Silva, Henrique Guilherme, Jorge de Souza e José Bifurco. Na fileira do meio, da esquerda para a direita: Lucimara Parisi e, em destaque, Osmar Santos. Na fileira de baixo, da esquerda para a direita: Loureiro Júnior, Márcio Bernardes, Nilson Reigada, Odir Cunha, Odinei Edson, Osvaldo Maciel, Ovidio Nascimento, Reginaldo Gomes, Roberto Carmona, Silvio Filho, Silvio Ruiz, Tim Teixeira e Valdir Nogueira.

 

A foto é do dia 31 de maio de 2011, quando o ex-jogador comemorava três anos de Rádio Transamérica

 

Roberto Carmona abraça Milton Neves e chora de emoção no Restaurante Lellis, no dia 31 de maio de 2011

 

Neto comemora 3 anos de Rádio Transamérica no LellisTratoria com o genial Roberto Carmona e esposa. Jantar aconteceu no dia 31 de maio de 2011

 

Neto comemora 3 anos de Rádio Transamérica no Lellis com o genial Roberto Carmona e esposa

 

Jordão Bruno Saccomani (ex-presidente do Palmeiras), Vicente Matheus (ex-presidente do Palmeiras), Roberto Carmona (em pé) e José Ferreira Pinto. Foto arquivo ACEESP

 

Festa da "Segunda Noite do Canecão" em 1973. Da direita para a esquerda sentado à mesa está Roberto Carmona

 

Festa da "Segunda Noite do Canecão" em 1973. Roberto Carmona (de costas), Álvaro Paes Leme, Mauro Pinheiro, Carlos Cabloco, Flávio Iazetti e o nariz de João Zanforlin

 

Da esquerda para a direita: o primeiro é Milton Camargo, o terceiro é Roberto Carmona, Antoninho de Almeida é o quarto, Lucas Neto o quinto e Odair Pimentel, atrás, é o sexto

 

À esquerda, Wanderley Nogueira abraça Loureiro Júnior, seguidos por Roberto Carmona, o assessor de imprensa do Corinthians Antoninho de Almeida, Flávio Adauto e José Savóia, atrás, com o cigarro

 

Da esquerda para a direita: Odair Pimentel, Loureiro Júnior, Roberto Carmona, Lucas Neto, pessoa não identificada, Milton Camargo e José Savóia

 

Da esquerda para a direita: o primeiro é Odair Pimentel, Roberto Carmona, atrás, é o segundo, Loureiro Júnior é o quarto, o quinto é Flávio Adauto, Carlos Aymard sexto e José Savóia o sétimo

 

À direita, de bigode, aparece o jornalista José Savóia. No destaque em amarelo está Roberto Carmona

 

À esquerda está Loureiro Júnior. No destaque em amarelo aparece o repórter Roberto Carmona

 

Loureiro Jr. (o primeiro de costas à esquerda), Juca Kfouri, Roberto Carmona, Juarez Soares, Carlos Alberto Parreira e Carlos Aymard em programa esportivo na Rádio Globo

 

Festa de Natal de 1977. Carlos Aymard, Flávio Adauto e Roberto Carmona

 

Festa de Natal de 1977. Cláudio Coutinho, Roberto Carmona e Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia) segurando a bicicleta

 

Festa de Natal de 1977. Cláudio Coutinho, Roberto Carmona e Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia)

 

Festa de Natal de 1977. Roberto Carmona entregando brinquedo

 

Festa de Natal de 1977. Roberto Carmona entregando brinquedo e Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia), também distribuindo brinquedo

 

Festa de Natal de 1977. Roberto Carmona entregando brinquedo e atrás, de costas, Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia)

 

Festa de Natal de 1977. Roberto Carmona entregando brinquedo e ao fundo observando, Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia)

 

Festa de Natal de 1977. Lucas Neto, Roberto Carmona (ao fundo se apoiando nos brinquedos), Cláudio Coutinho e Jorge de Souza (ao fundo olhando para esquerda)

 

Festa de Natal de 1977. Jorge de Souza, Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia), Roberto Carmona e Flávio Adauto (à direita, olhando para baixo)

 

Festa de Natal de 1977. Roberto Carmona, Zé Savóia (pai do repórter e comentarista José Eduardo Savóia) e Carlos Aymard (ao fundo com cigarro)

 

Festa de Natal de 1977. Carlos Aymard abraçando amigo e à esquerda Roberto Carmona obeservando

 

Festa de Natal de 1977. Carlos Aymard e à esquerda Roberto Carmona obeservando

 

Festa de Natal de 1977. Da esquerda para a direita: Zé Savóia (pai do repórter e comentárista José Eduardo Savóia), Carlos Aymard e Roberto Carmona

 

O entrevistado é FerruccioSandoli, que foi diretor de futebol do Palmeiras. À esquerda, agachado, está Ethel Rodrigues. Em pé, de óculos escuros, o elegante Milton Peruzzi, ao lado de Semiramis Teixeira. À direita, de paletó escuro, o grande repórter Marco Antonio. Foto: arquivo pessoal de Semiramis Teixeira

 

Observe o grande Roberto Carmona durante jogo do Palmeiras, no Morumbi, na década de 70. Ele está à direita. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Eurico, Leão, Luís Pereira, Alfredo Mostarda, Dudu e Zeca. Agachados: Edu, Édson Cegonha, Leivinha, Ademir da Guia e Nei

 

Trem-bala utilizado por profissionais que trabalharam na Copa de 2002, no Japão e na Coréia. Da esquerda para a direita: tradutor, Roberto Carmona, Ademir Lobo, Paulo Roberto Falcão, André Henning e o maravilhoso Casagrande, o Casão

 

Foto lindíssima enviada por Walter Roberto Peres. Combinação perfeita de Pelé com a camisa do Santos. O repórter Roberto Carmona, de óculos, aparece atrás do Rei

 

Foto enviada por Walter Roberto Peres. Emocionado, Pelé é entrevistado pelo ótimo repórter Roberto Carmona

 

O Palmeiras entra em campo. Nesta foto, dá para ver só a metade do rosto de Maltoni. Ele está na parte esquerda, falando ao microfone-tijolo da Rádio Bandeirantes. Em frente a ele está Ademir da Guia, o Divino. Arnaldo Tirone, de calça branca, está ao lado de Waldemar Carabina. No meio deles, de cachecol e óculos, aparece Roberto Carmona. Atrás de Tirone está FerruccioSandoli, ex-dirigente do Palmeiras

 

O zagueiro Cláudio nos tempos de Palmeiras no estádio Palestra Itália. Ao fundo, solerte como sempre, o incansável torcedor do Atlético Paranaense Roberto Carmona

 

Em pé: Jairo, Luis Cláudio, Amaral, Ademir Gonçalves, Nobre e Wladimir. Agachados: Vaguinho, Palhinha, Rui Rei, Sócrates e Romeu. Reparem que o repórter atrás de Nobre, de óculos escuros, é o inesquecível Roberto Carmona. Este Corinthians empatou com o Santos por 1 a 1 na estréia de Sócrates com a camisa do Timão

 

O jogo acabou, mas Pelé pacientemente atende aos petrificados repórteres no Pacaembu, em 1969. Da esquerda para a direita, de costas, o primeiro é Clóvis Messias (ex-Jovem Pan e Bandeirantes), o terceiro é Roberto Carmona, seguido por Chico de Assis, e o último (à direita) é Vitor Moran. E o camisa 10 de branco, quem seria? (risos)

 

Encontro de gerações de jornalistas. No Morumbi, no dia 28 de maio de 2008, Roberto Carmona e André Galvão, ambos da Transamérica, reportam os bastidores do clássico entre Corinthians e Botafogo, que ocorreria minutos depois pela Copa do Brasil. Foto: Marcelo Rozenberg

 

Carmona, grande homem de rádio, em foto recente. Apelidado de "cavalo" por seus companheiros do meio por conta do vigor físico

 

O capitão Neto e o bigodudo Oscar Roberto Godoi tiram o famoso "cara ou coroa" antes de partida do Timão em um lotado Morumbi. Lá atrás, do lado esquerdo, o único repórter de campo com permissão para trabalhar de bermuda: Roberto Carmona. Na frente de Oscar Godoi, de costas, você confere metade do corpo do auxiliar Edmauro Garcia de Tófoli. Quem nos mandou a foto foi o radialista Fábio Costa (na imagem, de fone, atrás de Neto) de Santo Anastácio (SP)

 

 

Vejam o cartaz de apresentação da equipe de esportes da Band FM em 1996, comandada por Éder Luiz. Em pé, da esquerda para a direita, estão Henrique Guilherme, o Barba, Reinaldo Porto, Antonio Edson, Éder Luiz e Mário Sérgio; agachados vemos o saudoso Cândido Garcia, Marcos Luiz, Thomaz Rafael e Roberto Carmona; enterrados Gavião, Ciro Jatene e Celso Giunti

 

Mais um time da Aceesp reunido. Em pé, Roberto Carmona é o quinto; agachados estão o operador Antônio Bezerra Leite, Luciano do Valle, Juarez Soares, MoacyrBombig, Ciro José, personagem não identificado e Silvio Filho

 

Nesta foto de time de futsal da Rádio Globo, o segundo em pé é Juarez Soares, o quinto é Roberto Carmona e o último é Silvio Filho. Agachados estão Vanderlei Ribeiro (terceiro), MoacyrBombig (quarto), Constantino Ranieri (quinto), Jorge de Souza (penúltimo) e Reinaldo Costa (último)

 

 

 

 

Em 1965, no Morumbi: Roberto Carmona caminha de cabeça baixa e fone no ouvido, durante jogo preliminar. O goleiro do Santos debaixo da trave é Edevar. E os três sentados na grama, da esquerda para a direita, são Airton Vieira de Morais, o Sansão, Olten Ayres de Abreu e Anacleto Pietrobom

 

Lotado e ridículo banco de reservas da Seleção Brasileira "Azul" naquele domingo à noite de 1965, no Pacaembu, antes de Brasil 5x3 Hungria. Na primeira fila vemos: Ditão (era ainda jogador da Portuguesa e depois foi para o Corinthians), Coutinho, Ivair, Almir, Suingue e o goleiro Marcial. E, na segunda fila, agachados ou sentados, você está vendo o repórter Roberto Carmona, Clóvis Queiroz, o menino Roberto Rivellino, (em primeira convocação), a testa de Geraldino, Renato Jacaré Gaúcho (segurando um jornal), Nei Oliveira, o repórter Flávio Adauto "pitando" e o massagista Beraldo (sentado em um jornal). Viram só o banco de reservas? E se chove?

 

Em 1964, no Pacaembu, alguns dos maiores nomes da história do rádio reunidos. Da esquerda para a direita vemos operador de áudio, Silvio Ruiz, um dos maiores torcedores do Santos de todos os tempos, Chico de Assis, Eli Coimbra e Roberto Carmona

 

Ademar Pantera nos tempos de Palmeiras sendo entrevistado por Roberto Carmona

 

Aqui está Roberto Carmona com sua bermuda entrevistando a atriz Jaqueline Mirna quando ela se tornou cidadã araraquarense, em 1967. O diretor Parelli e o presidente Aldo Comito, da Ferroviária, no estádio da Fonte Luminosa, homenagearam a então linda garota que, na TV Tupi, dizia ser de "Arrarracuarra". Quem não se lembra?

 

Encontro de amigos em cantina paulistana. Atrás, no centro, Márcio Bernardes. Sentado, à sua frente, de camisa vermelha, Roberto Carmona

 

Dois momentos do querido Roberto Carmona

 

Em 14 de novembro de 2018. Foto: arquivo pessoal de Roberto Carmona

 

Carlos Alberto Spina e Roberto Carmona, da Rádio Transamérica, no Pacaembu, em março de 2018

 

Timaço de jornalistas da Rádio Globo em 1983. No anúncio, o "treinador" Osmar Santos escala Roberto Carmona, Sílvio Ruiz, Cléber Machado, Odinei Edson, Henrique Guilherme, Márcio Bernardes, Castilho de Andrade e Fausto Silva, o Faustão. Foto: Reprodução

 

Carlos Alberto Spina e Roberto Carmona, em foto de 2018

 

Em pé, da esquerda para a direita: Barbosa Filho, Zancopé Simões, Cledi Oliveira, Valdir Nogueira, Raul Gonzalez, Marcos Barreto, Pedro Bassan e Loureiro Junior. Agachados, da esquerda para a direita: Reinaldo Costa, Henrique Guilherme, Roberto Carmona, César Teixeira, Osvaldo Maciel e Guto Loureiro.

 

Na redação da Rádio Globo, sentado aparece Paulo Soares, o "Amigão", e em pé, da esquerda para a direita, estão tatá Muniz e Roberto Carmona.

Últimas do seu time