Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O jornalismo esportivo brasileiro perdeu na manhã desta terça-feira (6) um de seus principais nomes. Dalmo Pessoa morreu aos 78 anos no Hospital Trasmontano, em São Paulo-SP, vítima de pneumonia.

Dalmo era natural de Bauru-SP. Não por acaso, sua primeira paixão foi o Noroeste, embora o Palmeiras tenha preenchido seu coração desde a adolescência.

Na carreira teve passagens pela Rede Vida, Rádio Tupi, Rádio Record, "A Gazeta Esportiva" e Rádio Bandeirantes, de São Paulo.

Após deixar o jornalismo, foi diretor comercial do Hospital Igesp e diretor administrativo do Trasmontano, plano de saúde.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A CARREIRA DE DALMO PESSOA NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"


Dalmo Pessoa, Mauro Beting, Rogério Assis e Nilson César no programa Tribuna do Esporte, pela TV Assembléia, que foi ao ar entre 2001 e 2004

 

Dalmo Pessoa, em 2001

 

Dalmo Pessoa nos anos 80. Foto: Cedom (Centro de Documentação e Memória da Rádio Bandeirantes), enviada por Milton Parron

 

Ao receber o prêmio da Aceesp 2011, Dalmo Pessoa contou sobre o calote de uma agência de viagens. Foto: Adilson Gomes Figueredo / Aceesp

 

Com J.B. Telles, jornalista da CBF. Foto: Adilson Gomes Figueredo / Aceesp

 

Na casa de Pelé em 1982, gravando para um especial de aniversário do Mesa Redonda da TV Gazeta de São Paulo. À esquerda: José Carlos Guedes, Dalmo Pessoa e Zé Italiano. O apresentador Peirão de Castro, Dirceu Cabral e Pelé. Foto: arquivo pessoal de Dirceu Cabral

 

Na década de 70 e em 24 de maio de 2011. Foto da direita: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Dalmo foi abraçar os amigos, autores do livro "Os Meninos da Folha da Tarde", em 24 de maio de 2011, nos Jardins, na Livraria da Vila. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Na Livraria da Vila, na noite de 24 de maio de 2011. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Osmar Santos, Dalmo Pessoa e Juarez Soares. Reencontro de velhos amigos, em 24 de maio de 2011, noite de lançamento do livro "Os Meninos da Folha da Tarde", obra em que Dalmo deu seu depoimento na "orelha" do livro. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Do lado direito da mesa aparece o jornalista Dalmo Pessoa. Do lado oposto, aparecem Walter Novaes, o alfaiate Tomazini e Antônio Carlos Ferreira, o Ferreirinha

 

Na primeira mesa, o segundo da esquerda para a direita é Lucas Neto, e o quarto é Flávio Iazzetti. Na segunda mesa, o primeiro é Dalmo Pessoa

 

Fiori Giglioti, Ennio Rodrigues, Oscar Ulisses, João Zanforlin, Dalmo Pessa, Sérgio Carvalho, Osvaldo dos Santos, Luiz Augusto Maltoni e Ney Costa. Foto enviada por Ney Costa

 

Da esquerda para a direita: Flávio Iazetti, Roberto Petri, Zé italiano, Peirão de Castro e Dalmo Pessoa.

 

Mesa Redonda da Gazeta, em 1980: Flávio Iazetti, Osmar de Oliveira, Zé Italiano, Peirão de Castro, Dalmo Pessoa, Antonio Eurico, Armando Gomes e Geraldo Blota.

 

Da esquerda para a direita: Dalmo Pessoa, Darcy Reis, Antonio Edson e Tatá Muniz

 

Dalmo Pessoa e Darcy Reis

 

Da esquerda para a direita: Biro-Biro (ex-Corinthians), Darcy Reis, Dalmo Pessoa e Fiori Giglioti. Era o "craque do mês" (Biro-Biro), recebendo como prêmio uma televisão

 

Treino da Seleção Brasileira em 1982. Fiori Giglioti está com os fones de ouvido. O capitão Hidalgo segura a alça da sacola. Dalmo Pessoa, com os mesmos óculos de sempre, põe a mão na boca. Ennio Rodrigues segura, com uma mão, o microfone da Rádio Bandeirantes; com a outra, um cigarro.

 

Equipe Rádio Bandeirantes da Copa de 1982. Em pé: Oswaldo dos Santos, Dalmo Pessoa, Fiori Giglioti, Ennio Rodrigues e Luiz Augusto Maltoni. Agachados: Ney Costa, Oscar Ulisses, João Zanforlin e Sérgio Carvalho.

 

Cabeludo, hein, Dalmo?

 

Discussão acalorada no Mesa Redonda da TV Gazeta, em 1972. Da esquerda para a direita, vemos: Dalmo Pessoa, Nelson "Balançando" Oliveira, Flávio Iazetti, Roberto Petri, jornalista não identificado, saudoso repórter Rubens Pecce, José Goes e Paulo Planet Buarque, de costas.

 

Peirão de Castro, Zé Italiano, Dalmo Pessoa e Milton Peruzzi. Que quarteto, hein?

 

Da esquerda para a direita: Peirão de Castro, Carlos Eduardo Leite, Barbosa Filho e Dalmo Pessoa.

 

Da esquerda para a direita: Milton Peruzzi, Barbosa Filho, Dalmo Pessoa e Geraldo Blota.

 

Festa do Prêmio Ford Aceesp de 1997. Acima: Vagner Lima (ex-TV Gazeta), Dalmo Pessoa, Pedro Luiz Ronco, Júlio Deodoro (encoberto pelo saudoso Fiori Giglioti) e Milton Neves. Na fileira de baixo: Oswaldo Paschoal, Pedro Bassan, Fiori Giglioti e Dirceu Maravilha.

 

Em 1998, no aeroporto de Orly, na França, Barbosa Filho e sua esposa são abraçados por Milton Neves. À direita, o saudoso Fiori Giglioti e seu filho Marcelo. À esquerda, o grande Dalmo Pessoa.

 

Nova foto no aeroporto de Orly, na França. Da esquerda para a direita vemos Barbosa Filho, a esposa de Barbosa, Dalmo Pessoa, Fiori Giglioti, Marcelo Giglioti e Milton Neves

 

Aeroporto de Orly, na França, em 1998: com greve dos maleiros franceses, a equipe da Rádio Record chegava para a cobertura da Copa. Da esquerda para a direita, você vê Dalmo Pessoa, esposa de Barbosa Filho, o saudoso comentarista, o imortal Fiori Giglioti e seu filho Marcelo

 

Equipe da Bandeirantes na década de 70. Em pé: Darcy Reis, Sérgio Barbalho, Paulo Édson, Luiz Augusto Maltoni, Ana Marina, Ennio Rodrigues, Fiori Gigliotti, Dalmo, Oscar Ulisses, João Zanforlin e Tony José. Agachados: Jota Júnior, Roberto "Olho Vivo" Silva, Wilson de Freitas, Eduardo "Ligeirinho" Luiz, Roberto Monteiro e Sérgio Carvalho

 

Flávio Prado, Wanderley Nogueira, Fernando Solera, Chico Lang, o zagueiro Lugano e Dalmo Pessoa no programa Mesa Redonda da TV Gazeta

 

Evento na Aceesp nos anos 80. Os dois primeiros são Mustafá Contursi e Dalmo Pessoa. Atrás, de bigode, o então árbitro Ulisses Tavares da Silva. Foto: Sarkis

 

Leandro Quesada, Dalmo Pessoal, Ricardo Capriotti e Dirceu Maravilha preparados para a cobertura da Copa do Mundo de 1998. Foto: reprodução

 

Antonio Édson, Eder Luiz e Dalmo Pessoa. Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direta estão os grandes comunicadores Dalmo Pessoal, Dirceu Maravilha e Ricardo Capriotti. Foto: reprodução

 

Na sede da Nakata, em Diadema, no final dos anos 80. O primeiro em pé, da esquerda para a direita, é Dalmo Pessoa. Roberto Monteiro é o quarto. João Tomaz aparece sentado na image. Foto enviada por João Tomaz

 

Jaimão e Dalmo Pessoa

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa