Silva marcou época em diversos clubes brasileiros

Silva marcou época em diversos clubes brasileiros

Um dos grandes atacantes do futebol brasileiro em todos os tempos, Walter Machado da Silva, o Silva Batuta, que defendeu Corinthians, Flamengo, São Paulo, Santos, Vasco, Barcelona-ESP, entre outros, morreu na noite da última terça-feira (29), aos 80 anos, no Rio de Janeiro-RJ. Silva foi diagnosticado semanas atrás com Covid-19, mas os médicos do Hospital Pró-Cardíaco, do bairro de Botafogo, não confirmam a relação do falecimento do ex-atleta com a doença causada pelo novo coronavírus.

Silva, que nasceu em Ribeirão Preto-SP no dia 2 de janeiro de 1940, começou a carreira no São Paulo FC (segundo o "Almanaque do São Paulo", de Alexandre da Costa, fez apenas oito partidas e não marcou nenhum gol), foi para o Botafogo de Ribeirão e logo despertou o interesse do Corinthians, que o contratou em 1962.

Pelo time do Parque São Jorge, Silva realizou 140 jogos e marcou 89 gols, como consta no "Almanaque do Corinthians", de Celso Unzelte. Ele fez grande dupla com Flávio Minuano, mas não conseguiu levantar nenhum título pelo alvinegro, que vivia um jejum desde 1954.

Deixou o Corinthians em 1964 para jogar no futebol carioca. Passou pelo primeiro pelo Flamengo (onde atuou em 132 partidas e marcou 68 gols, números que estão no "Almanaque do Flamengo", de Clóvis Martins e Roberto Assaf) e depois pelo Vasco da Gama e pelo Botafogo, por empréstimo.

Em 1967, Silva jogava com a camisa do Santos ao lado dos jogadores Pelé, Clodoaldo, Carlos Alberto Torres, entre outros.

Times pelos quais passou: São, Paulo, Batatais, Botafogo SP, Corinthians, Flamengo, Barcelona (ESP), Santos, Flamengo, Racing, Vasco, Botafogo Rio Negro, Atlético Júnior (COL), Tiqueres Flores (VEM) e Seleção Brasileira.

Silva foi um dos 47 jogadores convocados, pelo técnico Vicente Feola, para o período de treinamento que visava conquistar a Copa da Inglaterra e, consequentemente, o tricampeonato mundial de futebol. Infelizmente deu tudo errado para o escrete canarinho em 1966.

CLIQUE AQUI E CONHEÇA A CARREIRA DE SILVA BATUTA NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Na imagem aparecem os craques corintianos Flávio e Silva

 

Da esquerda para a direita, os enfileirados do São Paulo, em 1965: Walter Cardoso (o Ladeira), Valdir, Atilio, Edgard Sacchi, Osvaldo, Pereira, Ari, Julinho Cabral, Walter Machado da Silva (o Silva Batuta), Toquinho e Babá. Foto enviada por Ronaldo Cardoso, filho de Ladeira

 

Em 1965, parte do elenco que foi campeão estadual. Na foto da esquerda para a direita: Amauri, Fefeu, Almir Pernambuquinho, Silva e Neves. Foto enviada por Carlos Prieto, o Gigi, do arquivo pessoal de Amauri.

 

Em 1964 e em 2012

 

Trabalhando no Flamengo, em 2012. Foto enviada por Fábio Ramos, a pedido do ex-zagueiro Rondinelli, o Deus da Raça

 

Silva Batuta, ex-atacante do Timão

 

Silva e Aylton Rocha. Foto enviada por Aylton Rocha Júnior

 

Nei e Silva atuando pelo Corinthians. Foto enviada por Roberto Saponari

 

Atuando pelo Racing, Silva Batuta fez grandes partidas. Foto enviada por Roberto Saponari

 

Da esquerda para a direita, em pé: o goleiro Cejas é o primeiro. Agachado: Silva é o terceiro. Foto enviada por Roberto Saponari

 

Em pé, da esquerda para a direita: Murilo, Manga, Brito, Fontana, Oldair e Roberto Dias. Agachados: Garrincha, Alcindo, Silva Batuta, Fefeu e Rinaldo. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

Em pé: Murilo, Manga, Brito, Fontana, Oldair e Roberto Dias; Agachados: Garrincha, Alcindo, Silva, Fefeu e Rinaldo; Fonte: Blog do Michel Laurence /iG

 

Em pé: Carlos Alberto, Valdir Joaquim de Moraes, Brito, Fontana, Dudu, Rildo e Mário Américo. Agachados: Paulo Borges, Silva, Lima, Parada e Paraná Fonte: Blog do Michel Laurence / iG

 

Gérson, à esquerda, e Silva, à direita, em foto da "Revista do Esporte", em 12 de março de 1966.

 

Clóvis e Silva estamparam a capa de "A Gazeta Esportiva Ilustrada" em abril de 1962

 

Em pé: Andrada, Renê, Paulo César, Alcir, Miguel e Eberval. Agachados: Marco Antonio, Roberto Dinamite, Tostão, Silva e Gilson Nunes. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na Revista Placar

 

A imagem não é das melhores, mas vale o registro. Hélio Vieira (à esquerda) e Silva. A foto foi enviada por Dimitri Navokov, que recebeu-a da filha de Hélio Vieira, Rita Vieira

 

Em pé, da esquerda para a direita, o primeiro é Cotia. Hélio Vieira é o segundo. Agachados: Silva é o segundo jogador (sentado em cima da bola) e Maneca é o penúltimo. A foto foi enviada por Dimitri Navokov, que recebeu da filha de Hélio Vieira, Rita Vieira

 

Vasco campeão carioca de 1970 em foto da revista Placar. Em pé estão Andrada, Alcir, Clóvis, Moacir, Eberval e Fidélis; agachados vemos pai Santana, Jáilson, Buglê, Valdrido, Silva e Gílson Nunes

 

Vasco campeão carioca de 1970 em foto da revista Placar. Em pé estão Andrada, Alcir, Clóvis, Moacir, Eberval e Fidélis; agachados vemos pai Santana, Jáilson, Buglê, Valdrido, Silva e Gílson Nunes. Foto enviada ao site pelo internauta Walter Peres

 

Garrincha entrando com o Flamengo no Maracanã lotado. Atrás do craque está o zagueiro Onça. E do lado esquerdo (da esquerda para a direita) estão: Silva (embaixo da fumaça), Liminha e Luís Carlos Tatu. À frente, com a mão direita na bandeira, o lateral Paulo Henrique. E atrás da cabeça de Paulo Henrique você vê parte do rosto do saudoso zagueiro Moisés. Esse jogo foi o da estréia do Mané: Fla 0 x Vasco 2, dia 30 de abril de 1968, no Maracanã, em partida válida pelo Torneio Rio-São Paulo. O Mengão formou com Dominguez, depois Marco Aurélio, Marcos (irmão do Paulo Henrique), Onça, Moisés e Paulo Henrique; Liminha e Rodrigues Neto; Garrincha, depois Zélio (que é irmão do Cafuringa e do Chiquinho Pastor), Dionísio, Silva e Luís Carlos.

 

Vejam a Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo de 1966 com autógrafos dos craques que fizeram água em campos da Inglaterra. Vemos Gylmar, Djalma Santos, Fidélis, Bellini, Brito, Altair, Orlando, Paulo Henrique, Rildo, Pelé, Gérson, Manga, Denílson, Lima, Zito, Garrincha, Jairzinho, Alcindo, Silva, Tostão, Paraná e Edu

 

Mário Trigo, com o agasalho da seleção brasileira, assiste à missa, em Serra Negra-SP, às vésperas da Copa do Mundo de 1966, na Inglaterra. Na mesma fileira, o ex-centroavante Flávio Minuano é o 1º da esquerda para a direita. Repare que a cabeça de Mário Trigo está exatamente entre Silva e Bellini, ambos sentados atrás. A foto-relíquia é do livro "O Eterno Futebol", autobiografia do saudoso Mário Trigo, dentista da seleção nas vitoriosas campanhas da Suécia, Chile e México

 

Este Botafogo de Ribeirão Preto (SP) foi vice-campeão da Segunda Divisão estadual de 1955. Em pé: Digão, Tarciso, Tiri, Guina, Antonio Julião e Machado. Agachados: Laerte, Silva, Antoninho, Henrique e Géo.

 

Formação do Flamengo enviada ao site pelo historiador Walter Roberto Peres. Em pé: Murilo, Claudinei, Onça, Rodrigues Neto, Guilherme e Paulo Henrique. Agachados: Cardosinho, Liminha, Luís Cláudio, Silva e Diogo, o Diogo Atelelba da Silva, que foi da Prudentina de Presidente Prudente para o Mengão. A foto acima é do dia 8 de setembro de 68, no Maracanã, o Fla empatou com o Botafogo em 0 a 0 e o Mengão formou com: Claudinei, Murilo, Onça, Guilherme e Paulo Henrique; Liminha e Rodrigues Neto; Cardosinho, depois Fio Maravilha, Luís Cláudio, Silva e Diogo, depois Carlinhos

 

O Botafogo em 1971 antes de partida no Maracanã com Mura, Ubirajara, Nei Conceição, Osmar, Brito e Valtencir em pé e Zequinha, Carlos Roberto, Silva, Roberto e Paulo Cesar agachados. Foto enviada ao site pelo amigo Walter Peres

 

Cinco corintianos nos anos 60. À frente, da esquerda para a direita: Lúcio, Toni e Eduardo. Atrás: Silva e Cássio

 

Em pé Valdir, Joel Santana, a miss Vasco, Alcir, Rossi, Batista e Fidélis; agachados o massagista Pai Santana, Benetti, Jaílson, Buglê, Silva e Gílson Nunes

 

Em pé: Andrada, Haroldo, Miguel, Moisés, Eberval, e Alcir Portela. Agachados: Suingue, Buglê, Luis Carlos, Silva e Marco Antônio

 

Foto do time corintiano que bateu o Botafogo de Ribeirão Preto, por 4 a 0, pelo Campeonato Paulista de 1962. Em pé: Augusto, Toni, Cabeção, Oreco, Eduardo e Cássio. Agachados: Manoelzinho, Silva, Nei, Rafael, Ferreirinha e massagista Irineu.

 

Neste Corinthians de 1964, em pleno Parque São Jorge, estão em pé: Oreco, Ari Ercílio, zagueiro não identificado, Edson Cegonha, Eduardo e Heitor. Agachados: Marcos, Luisinho, Silva, Flávio e Bazani

 

O último time de Tostão antes de encerrar a carreira. Em pé estão Andrada, Puruca, Alcir, Moisés, Miguel e Eberval; agachados vemos Jorginho Carvoeiro, Buglê, Silva, Tostão e Ademir. Fonte: site do Vasco da Gama

 

O Vasco posando para foto no Maracanã. Em pé estão Andrada, Paulo Cesar, Joel Santana, Alcir, Moisés e Alfinete; agachados vemos Jorginho, Gaúcho, Silva, Tostão e Marco Antônio

 

Reprodução de página de jornal da década de 1960 mostra os melhores do primeiro turno de um Campeonato Paulista da época. Acima, da esquerda para a direita, vemos Rosan, Djalma Santos, Modesto, Geraldino, Roberto Dias e Oreco; na fila de baixo estão Julinho, Tales, Silva, Pelé e Rezende

 

Neste time do Flamengo campeão do IV Centenário do Rio de Janeiro, em 1965, estão perfilados: um massagista, o saudoso Valdomiro, Ditão, Jayme Valente, Silva, Nelsinho Rosa, Neves, Carlinhos, Almir, Paulo Henrique, Rodrigues e Murilo

 

Em pé: Augusto, Oreco, Amaro, Eduardo, Ari Clemente e Heitor. Agachados: Davi, Nei, Silva, Ferreirinha e Lima

 

Silva (esq) disputa bola com o goleiro Ruy, em um Corinthians e Comercial de Ribeirão Preto (SP), no Parque São Jorge. E o zagueiro do Bafo que observa o lance, alguém sabe quem é?Tim

 

Uma vitória em uma partida que parecia perdida contra o São Paulo, realizada no dia 02 de dezembro de 1962. Depois de estar perdendo por 2 a 0, o Timão venceu por 3 a 2. O Pacaembu, para não perder o costume, estava tomado pela Fiel. Em pé estão, da esquerda para a direita, Aldo, Augusto, Oreco, Amaro, Eduardo e Cássio; agachados estão o massagista Irineu, Manuelzinho, Silva, Ney, Rafael e Lima

 

Veja como nos anos 60 o Parque São Jorge ficava lotado, até com gente se segurando no madeirame das placas de propaganda. Em pé: Augusto, Oreco, Cabeção, Cássio (mora na Bélgica), Eduardo e Ari Clemente. Agachados: roupeiro Irineu, Bataglia, Silva, Nei, Rafael e Ferreirinha

 

 

 

 

 

Em pé: Cotia (ex-XV de Jaú), Esnel (ex-São Paulo), Ribamar (ex-XV de Jaú), Elias (ex-Vasco), Camilo e o goleiro Barrela (ex-XV de Jaú). Agachados: massagista Ivo, Moscatelli (ex-Juventus), Silva, Amorim (ex-Palmeiras), Maneca (ex-Comercial) e Mangaratiba (deixou o Botafogo do Rio e em seu lugar entrou Garrincha).

 

 

 

No dia 15 de novembro de 1963, no estádio do Londrina, o Corinthians perdeu para a equipe da casa por 4 a 3. Do lado esquerdo da foto, de shorts preto e com a bola, está o meia Passos, sendo perseguido por um jogador do Londrina. Do lado direito, atrás do jogador do Londrina, está Silva. No meio, lá atrás, você confere Clóvis (Pinduca) e atrás de Passos, à esquerda, está Ferreirinha. Que foto, hein?

 

 

 

A foto é de uma das festas de ex-jogadores organizada pelo São Paulo FC. Da esquerda pra direita: Roberto Freire, ex- São Paulo, Jaimão, ex-Hebraica, e Silva, ex-São Paulo, Corinthians e Flamengo.

 

 

 

 

 

Corinthians em campo em junho de 1962 contra a Ferroviária. Em pé estão Augusto, Oreco, Cabeção, Cassio, Eduardo e Ari Clemente; agachados estão Bataglia, Silva, Nei, Ferreirinha e Lucio

 

Parte do time corintiano nos anos 60 no Pacaembu. Da esquerda para a direita: Marcos, Luizinho, Silva, Flávio Minuano e Lima. Atrás, está Augusto.E reparem no cação desbotado de Silva e nas pernas finas do genial Luizinho, que naquela época fazia o mesmo que Messi. Foto: Reprodução

 

Um dos ataques do Vasco em 1973. Jorginho Carvoeiro, Ademir, Silva, Tostão e Amarildo

 

Silva Batuta, Rondinelli, Lico, Nunes e Marinho, numa homenagem organizada pela embaixada Fla Itapema (SC), em julho de 2012.

 

Pelé caminha na estação de trem londrina `Piccadilly Circus´, durante a Copa de 1966. Mais atrás, também de terno escuro, está Silva Batuta. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa