Athiê jamais será esquecido pela torcida alvinegra

Athiê jamais será esquecido pela torcida alvinegra

Athiê Jorge Cury, deputado federal em várias legislaturas, ex-goleiro do Santos e presidente do clube mais vezes campeão em toda a história,  nasceu exatamente 118 anos atrás, no dia 1º de agosto de 1904. Athiê morreu em 1º de dezembro de 1992, aos 88 anos.

Athiê jamais será esquecido pela torcida alvinegra, especialmente aqueles que acompanharam Pelé reinar absoluto nos gramados. É apontado por muitos como peça-chave para o clube ter conquistado todos os títulos possíveis e imagináveis entre a metade dos anos 50 e o final dos anos 60, tendo ao lado cartolas como Nicolau Moran Vilar, Ciro Costa, Augusto da Silva Saraiva e o treinador Luíz Alonso Perez, o Lula.

Desde que assumiu a presidência do clube, em 1945, Athiê tornou-se nome marcante da literatura esportiva, fazendo parte de um time composto por Delfino Facchina (ex-presidente do Palmeiras), Paulo Machado de Carvalho (o "Marechal da Vitória" e homem ligado ao São Paulo), Laudo Natel e Raimundo Paes de Almeida (ex-presidentes do São Paulo), Oswaldo Teixeira Duarte (ex-presidente da Portuguesa), Fadel Fadel (ex-presidente do Flamengo), Giulite Coutinho (presidente de honra do América-RJ), Romeu Ítalo Rípoli (ex-presidente do XV de Piracicaba) e Fábio Fonseca (ex-presidente do Atlético Mineiro).

Sempre foi um personagem simples. E de grande visão futebolística. Assinou a contratação de grandes jogadores como Formiga, Tite, Pagão, Zito, Dorval, Dalmo, Coutinho e Mengálvio. Sem falar de Pelé, o maior de todos.

Em 1955, o primeiro fruto do trabalho. O Santos comemorou o título paulista depois de 20 anos de jejum, com uma vitória por 2 a 1 sobre o Taubaté. Em 1971, Athiê deixou a presidência do clube que sempre amou.

Da esquerda para a direita, Antônio do Passo (na época, presidente da Federação Carioca e diretor da CBD) é o segundo, Coutinho e Athiê Jorge Cury é o último. Foto: Reprodução

 

Foto: Reprodução

 

Túmulo onde estão os restos mortais do Sr. Athiê Jorge Cury. A mensagem impressa na lápide é de autoria de Carlos Argenti Pereira, com o aval da família do ex-presidente santista. Foto: arquivo pessoal de Carlos Argenti Pereira

 

Confira notas sobre o regresso de Didi ao Botafogo e sobre a diretoria do Santos, que decidiam em qual estádio seria a partida do Peixe contra o Benfica. Imagem reprodução do jornal "O Globo"

 

Pelé assinando seu primeiro contrato profissional com o Santos Futebol Clube. Os três primeiros, da esquerda para a direita: Giusfredo Santini (fundador do Grupo "A Tribuna"), Augusto Saraiva (ex-conselheiro do Santos) e Athiê Jorge Cury (ex-presidente do Santos). Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Uma relíquia: a despedida de Pelé no Cosmos-EUA. Da esquerda para a direita, Carlos Alberto Torres, Coluna, Muhammad Ali, Athiê Jorge Curi, Mauro Ramos de Oliveira e o inglês Bobby Moore. Pelé, claro, o camisa 10 do time de Nova Iorque. E reparem no homem com o saco de bolas, de óculos. É a cara do Woody Allen. Será? Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Em 1961, em reportagem da Revista "O Cruzeiro". Sentados, da esquerda para a direita: Bruno Hermanny (campeão mundial de caça-submarina), Éder Jofre (na época campeão mundial de peso-galo), Maria Esther Bueno (já havia conquistado Wimblemdon e US Open, entre outros torneios de tênis) e Pelé (campeão mundial de 1958, pela Seleção Brasileira) e em pé, magro do lado direito, o ex-presidente do Santos, Athiê Jorge Cury. 

 

Carteira número 108, de Athiê

 

Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Argenti, Dr. Lauro José Cury, Dr. Albano (duas vezes chefe de gabinete do Goernador Adhemar de Barros) e João Abrahão. Sentados: Sra. Anézia, Athiê, Sras. Margarida e Nair. Foto: arquivo pessoal de Carlos Argenti Pereira

 

Mais um jantar em Santos. Em pé, da esquerda para a direita: Alberto Haddad, diretor da Copersucar, Carlos Argenti e Elias. Sentados: motorista do Sr. Athiê, Dr. Paulo Gomes Barbosa, Athiê, Dona Margarida e Dona Nair. Foto: arquivo pessoal de Carlos Argenti Pereira

 

Da esquerda para a direita: Adelino (proprietário do Restaurante e Supermercado São João na Vila Belmiro), Maria Helena (sercretária de Athiê), Athiê Jorge Cury e Carlos Argenti Pereira. Foto; arquivo pessoal de Carlos Argenti Pereira

 

O segundo em pé, da esquerda para a direita é Athiê Jorge Cury. O terceiro é Carlos Argenti Pereira. As duas mulheres em pé são Enide Moreira e a esposa de João Abrahão. Sentado está Elias Haddad. Foto: arquivo pessoal de Carlos Argenti Pereira

 

Dona Margarida (irmã de Athiê Jorge Cury) e Carlos Argenti Pereira. Foto: arquivo de Carlos Argenti Pereira

 

Da esquerda para a direita: Dr. Paulo Gomes Barbosa (foi prefeito de Santos), Athiê Jorge Cury e Carlos Argenti Pereira. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Após aqueles de lado, à esquerda, está o Dr. Paulo Gomes Barbosa (de gravata preta, na ocasião Prefeito Municipal de Santos), Athiê Jorge Cury, Carlos Argenti Pereira, Dr. Albano (foi chefe da Casa Civil do Governador Ademar de Barros em duas legislaturas), João Abraão e General Gonçalves. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Sentados, da esquerda para a direita: Sampaio (redator chefe do Jornal Cidade de Santos), Cunha Bueno (na ocasião deputado federal), Senador Amaral Furlan, Athiê Jorge Cury, Carlos Argenti Pereira e Arquimedes Bava. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

O caricaturista Dino (do Jornal a Tribuna de Santos) e sua esposa. Depois estão Irene, Athiê Jorge Cury, Carlos Argenti Pereira e Waldomiro (secretário de Athiê). Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Da esquerda para a direita: Irene, Athiê Jorge Cury, Antonio Barbosa, Antonio Aguiar (ex-presidente do Santos Futebol Clube) e Carlos Argenti Pereira. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Foto: Divulgação

 

Foto: Divulgação

 

Athiê foi presidente do Santos entre 1945 e 1971. Reprodução: Revista Santástico, edição nº6 (julho/agosto de 2011)

 

Diretoria do Santos Futebol Clube em 1964. O penúltimo em pé, da esquerda para a direita é Augusto da Silva Saraiva. Sentados, o segundo é Modesto Roma, seguido por Athiê Jorge Cury e Nicolau Moran Villar. Reprodução: Revista Santástico, edição nº6 (julho/agosto de 2011)

 

Os dois primeiros destacados, em amarelo, são Vavá e Athiê Jorge Cury. Pelé e Gylmar estão abraçados. Entre eles está João Mendonça Falcão. Foto: arquivo pessoal de Márcio Papa

 

Athiê Jorge Cury, ex-presidente do Santos e Carlos Argenti Pereira, que nos enviou a foto

 

Carlos Argenti Pereira e Lauro Jorge Cury, irmão de Athiê Jorge Cury, durante encontro nos anos 80. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Carlos Argenti Pereira, Athiê Jorge Cury e a senhora Irene, na década de 80. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Comemorando aniversário na década de 80. Foto enviada por Carlos Argenti Pereira

 

Vicente Marino e Athiê Jorge Cury

 

De costas, conversam Emílio Colella e Gylmar dos Santos Neves. De frente, o terceiro da direita para a esquerda é Laudo Natel e o quinto é Athiê Jorge Cury. Foto: Arquivo ACEESP

 

Sentados do lado esquerdo da mesa, da esquerda para a direita: Gylmar do Santos Neves, seguido por sua esposa, José Maria Marin, João Havelange, Paulo Maluf e Carlos Joel Nelli. Atrás deles, olhando para a câmera e de óculos está Alfredo Borba. Do lado direito da mesa, Emílio Colella é o segundo e Athiê Jorge Cury. Foto: Arquivo ACEESP

 

De costas, está João Mendonça Falcão, que conversa com João Havelange, ao centro, seguido por Emílio Colella, Athiê Jorge Cury e Paulo Machado de Carvalho. Foto: Arquivo ACEESP

 

Em 63, deputados federais se juntaram e disputaram uma "pelada" contra os companheiros de Congresso, os senadores. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Clóvis Mota, Haroldo Duarte, Athiê Cury, José Richa, Evaldo Pinto, Minoro Myamoto e Celso Passos (metade dele). Agachados: Jairo Brum, Wilson Falcão, Mário Covas, Florisceno Paixão, Geraldo Campello e Lígio Bortolli. A foto é do jornal Agora SP.

 

A foto não tem boa qualidade, mas vale pelo registro histórico. Muíbo Cury está entre Pelé e o então presidente santista Atiê Jorge Coury. O grande Muíbo está no meio dos dois

 

Da direita para a esquerda, nos anos 60, no Campo da Prudentina, em Presidente Prudente (SP): Nigro (ex-zagueiro do Palmeiras), Pelé e Athiê Jorge Cury.

 

Este texto emocionado foi escrito por Carlos A. Pereira dias após o falecimento desse magistral santista chamado Athiê Jorge Cury. Cita a ingratidão de muitos que foram ajudados em vida pelo grande presidente justamente em seus últimos dias de vida

 

Athiê Jorge Cury e a taça: essa convivência foi rotineira no mundo. Ao fundo, em 1957, o técnico Lula. E á direita o também inesquecível dirigente Reynaldo Ardito.

 

O gol 1040 de Pelé, em 1970, virou até placa de automóvel: Milton Camargo e Athiê Jorge Cury comandaram a "cerimônia".

 

Athiê Jorge Cury, então presidente do Santos, e Modesto Roma, à época vice, em Paris (FRA), em 1959

 

Da esquerda para a direita: Paulo Gomes Barbosa (ex-prefeito de Santos), Athiê Jorge Cury e Carlos Argenti Pereira.

 

Nada melhor para um santista fanático como Athiê Jorge Cury do que uma foto ao lado do Rei Pelé. Atrás, à esquerda do Rei, está Carlos Argenti Pereira, também santista

 

Em pé: Oswaldo, Júlio, Alfredo, Aristides, Athiê e Amorim. Agachados: Siriri, Camarão, Feitiço, Araken e Evangelista.

 

Esta foto mostra o Santos em meio à disputa do Paulistão de 1928. Em pé: Oswaldo, Júlio, Athiê, Aristides, Bilu e Alfredo. Agachados: Siriri, Camarão, Feitiço, Araken e Evangelista. Foto do Álbum de Ouro do Santos ? Volume dois.

 

Aqui está a despedida de Calvet do futebol, no dia 7 de novembro de 1964. O palco é a Vila Belmiro, num Santos 2 x 3 Palmeiras. Da esquerda para a direita, Nicolau Moran Villar, Augusto da Silva Saraiva e Athiê Jorge Cury entregaram um troféu-despedida ao grande zagueiro gaúcho. Os três dirigentes praianos já morreram

 

Veja o técnico Lula sendo homenageado pela Federação Paulista de Futebol, em 1965, no Hotel Normandie. Athiê Jorge Cury segura um exemplar de "A Gazeta Esportiva". À esquerda, Pelé e Rose, sua primeira esposa. Ao fundo, com cabelos grisalhos, está Raul Tabajara, da TV Record.

 

Na década de 60 o Santos embarca para mais uma de suas famosas excursões. Em pé, da esquerda para a direita: o técnico Lula, Gylmar dos Santos Neves, Coutinho, um diretor santista, Joel Camargo, Laércio, Zito, Toninho Guerreiro, Ismael, Mengálvio, Haroldo, Geraldino, Ciro Costa e Pepe. Agachados: o massagista Macedo, Chicão, Noriva, Peixinho, Almir, o presidente Athiê Jorge Cury, Lima e Modesto.

 

Peirão de Castro, Athiê Jorge Cury (saudoso presidente do Santos) e Milton Peruzzi. Atrás, o grande Carlos Alberto Torres e a esposa de Peruzzi.

 

A foto, do dia 21 de junho de 1959, foi tirada na cidade espanhola de La Coruña. Maravilhosa por si só, mostra o Peixe posando 30 minutos depois de um jogo em que o goleou o Botafogo por 4 a 1 e ficou com a taça do torneio Tereza Herrera, um dos mais tradicionais do mundo disputado desde 1946. Por sinal, o alvinegro da Vila jogou tanto naquela ocasião que a torcida não arredou pé do estádio, lá ficando para aplaudir ininterruptamente os craques que bailavam com a camisa branca mais famosa do mundo. Em pé estão o tesoureiro Ciro Costa, Dorval, Fioti, o inesquecível Fiori Giglioti, o médico da delegação Daló Salerno, Lula, Getúlio, cartola não identificado, Zito, Athié Jorge Cury, Formiga, Lalá, Ramiro, Laércio, Mourão, mais um cartola não identificado, Modesto Roma e mais dois membros da delegação não identificados. Na fila de baixo estão Feijó, Dalmo, Pavão, Alfredinho, Coutinho, Álvaro, Afonsinho, Pelé, Pepe e o massagista Macedo com a camisa com a letra "E" estampada, em referência à palavra enfermeiro que, anos depois, seria substituída no meio futebolístico pelo "M" de massagista. Quanta saudade...e viva o Santos meu amor!!!!

 

Parceria de sucesso! Nesta foto do início dos anos 60, Pelé cumprimenta Athiê Jorge Cury, presidente do Peixe

 

Vicente Marino (ex-presidente do XV de Piracicaba) e Athiê Jorge Cury nos 50. Foto enviada por José Rubens Marino

 

Vicente Marino (ex-presidente do XV de Piracicaba) e Athiê Jorge Cury nos 50. Foto enviada por José Rubens Marino

 

Athiê Jorge Cury e Vicente Marino (ex-presidente do XV de Piracicaba) nos 50. Foto enviada por José Rubens Marino

 

A diretoria do Santos promoveu uma arrecadação para comprar um carro para Pepe poder ir para a Vila com mais comodidade e complementou o valor para a compra do Fusca em 1959. Na foto, Pepe recebe as chaves do dono da concessionária, entre Modesto Roma e Athiê Jorge Cury. à direita, Augusto da Silva Saraiva. Foto: arquivo pessoal de Pepe

 

Em 24 de junho de 1957, Pelé assinando seu primeiro contrato profissional com o Santos Futebol Clube. Da esquerda para a direita, o terceiro é Giusfredo Santini (fundador do Grupo "A Tribuna") seguido por , Augusto Saraiva (ex-conselheiro do Santos) e Athiê Jorge Cury (ex-presidente do Santos); Foto: Santos Futebol Clube

 

Antes de ser presidente do Santos, Athiê Jorge Cury jogou como goleiro. Foto: Reprodução/A Gazeta Esportiva Ilustrada

 

APEA de 1951, com Grané, Athiê Jorge Cury e Del Debio. Foto: Reprodução/A Gazeta Esportiva Ilustrada

 

Athiê Jorge Cury, ex-presidente do Santos, em uma matéria especial da revista A Gazeta Esportiva Ilustrada, de outubro de 1955. Foto: Reprodução/A Gazeta Esportiva Ilustrada

 

Penúltimo da esquerda para a direita, ao lado de outros soldados, Athiê foi combatente na Revolução de 1932, em São Paulo. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Nos anos 50, Athiê Jorge Cury, Modesto Roma e o santista fanático Salustiano da Costa Lima Júnior. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

Santistas reunidos na década de 60. Foto publicada no Facebook da ASSOPHIS

 

O vencedor Athiê Jorge Cury. Foto: reprodução

 

Histórica foto de 1959. Da esquerda para a direita estão: Pavão, Getúlio, Macedo, Pelé, Laércio e Athiê Jorge Cury. Foto: reprodução

 

Da esquerda para a direita, Modesto Roma (o mais alto, calvo e de terno branco quase ao centro da foto), Modesto Roma Júnior (abraçado ao pai), Athiê Jorge Cury, Nicolau Moran, Aristóteles Ferreira e Augusto da Silva Saraiva. Foto enviada por Guilherme Guarche

 

Athiê Jorge Cury: sinônimo de troféus Foto: reprodução

 

Athiê, grande presidente do Santos. Foto: reprodução

 

Dona Irene (secretária de Athiê), Athiê Jorge Cury e Toninho Barbosa (jornalista/cronista socidal do SBT na Baixada Santista). Foto enviada por Athiê Jorge Cury

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa