O Barcelona é favorito neste domingo.

Se todo favorito ganhasse jogo, Sarriá, Maracanazzo e as zebras jamais teriam existido.

E o futebol sem o imponderável já teria caído para a Série B das modalidades esportivas.

O Barça do fraturado David Villa só tem craques para a guerra desse domingo.

O Santos tem dois generais: um tem penas no corpo e o outro, que dispensou o quepe e exibe hoje o mais famoso cabelo do mundo.

Além de dois generais, o Exército de Brancaleone do Santos tem os coronéis Danilo, Borges e Arouca, além do sargento Dracena e o cozinheiro Rafael.

No mais, são todos soldados rasos, como o ex-major Elano, que perdeu a patente.

Mas, sem soldado, ninguém ganha qualquer guerra.

Quem bota a mão na massa são exatamente eles, lá na trincheira.

Mas nada de guerra de novo nesse País tão fantástico e exemplar.

Quanta educação, cidadania, simpatia, amor ao País, honestidade, limpeza, respeito?

Estou descobrindo a pólvora e a roda, mas para todos nós santistas de primeira viagem aqui ao Japão - a grande maioria - faltam palavras de admiração e sobram elogios para TUDO o que se vê por aqui.

Não existe japonês de cara feia.

Não existe sujeira em QUALQUER lugar.

Os banheiros são melhores do que os das casas de centenas e centenas de quase todos nós, aqui pela primeira vez.

Não apenas no Keio Plaza Hotel de Tóquio, mas até nos sanitários dos shoppings, restaurantes e postos de gasolina nas estradas.

Os assentos sanitários são todos climatizados, quentinhos.

Entre Tóquio e Nagoya, são 350 quilômetros de rodovia nota 10 com vegetação impecável em todo o canteiro central.

Nas laterais - porque a estrada corta dezenas de cidades - existem 700 quilômetros de proteção anti-ruído.

Mas nada parecido com o pífio "tapa-barulho" do Rodoanel, na altura de Tamboré 1 ou em trecho da Anhanguera em São Paulo.

Aqui, sobe um muro com placas "chupadoras" de ruído do tráfego pesadíssimo, mas com uma curva-cobertura no alto da construção que devolve o barulho não absorvido para a pista de rolamento.

Como esse muro com ponta tipo anzol ou de ponto de ônibus existe ao longo de toda a rodovia, o barulho fica encaixotado na própria pista e atinge minimamente as casas construídas coladas do lado de fora da construção anti-barulho dos determinados japoneses.

Ovo de Colombo ao custo de ovos de ouro, mas indispensável para quem não tem todo o espaço do mundo como nós.

Sim, eles fizeram do limão belas limonadas, diria Mauro Beting.

Do mar, então?

E dele nascerá nesse domingo o maior campeão mundial de clubes de todos os tempos.

Afinal, de mar, quem entende é peixe.

E como o Japão e Santos são irmãos em peixaria, o sushiman Muricy fará nesse domingo o melhor prato de sua vida.

E nada de prato espanhol ou catalão.

Até porque paella nada mais é do que uma feijoada sem grife e paio.

Foto: Rafael Neves

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa