Craque paraguaio fez história no Tricolor das Laranjeiras. Foto: Reprodução/YouTube

Craque paraguaio fez história no Tricolor das Laranjeiras. Foto: Reprodução/YouTube

Um dos principais nomes da história do Fluminense, o ex-atacante Romerito completa 61 anos neste sábado (28).

Júlio César Romero Insfrán é natural de Luque, no Paraguai, cidade em que reside atualmente com sua esposa e duas filhas. O ex-craque paraguaio perdeu um filho em 2019, vítima de acidente de moto.

Formou um afinado trio ao lado dos saudosos Assis e Washington, o "Casal 20" no Tricolor das Laranjeiras no histórico título brasileiro do clube em 1984, uma equipe que ainda contava com nomes de peso, como Ricardo Gomes, Branco e Paulo Victor, entre outros.

Ainda pelo Flu levantou o bicampeonato carioca em 1984 e 1985.

Romerito chegou ao Flu em 1983, após defender o New York Cosmos e depois que deixou o time carioca transferiu-se para o Barcelona (Espanha). Encerrou sua carreira pelo mesmo clube que começou, o Sportivo Luqueño, do Paraguai, em 1998.

Defendeu a seleção paraguaia entre 1979 e 1990.

ABAIXO, PARTICIPAÇÃO DE ROMERITO NO "DOMINGO ESPORTIVO BANDEIRANTES" NO DIA 13 DE SETEMBRO DE 2020, ENTREVISTADO POR MILTON NEVES:

Em pé, da esquerda para a direita: Castro Gil, Arnaldo Santiago, Alcir Laranja, Nelsinho, Lúcio Novelli, Assis, Ricardo Lopes, Aldo, Rogério, Marcão, Ricardo Gomes, Edson Souza, Paulo Victor, Vica, Jandir, Ricardo Cruz, Branco, Getúlio, Renato, Aloisio e José Dias. Agachados, da esquerda para a direita: Travassos, Everaldo, Edir, Washington, Romerito, Delei, Leomir, Renê, Paulinho, Betinho, Tato e Edson Ximbica. Enviou: Gilvannewton Souza


Na década de 80 e no final dos anos 2000


Romerito organiza o ataque tricolor, contra a fechada defesa rubro-negra. Foto reprodução Revista Placar


Em novembro de 2008, Romerito voltou ao Fluminense para trabalhar como obervador-técnico. O objetivo era descobrir novos talentos na América do Sul. Quem o apresentou foi Branco, companheiro do paraguaio na conquista do Brasileirão de 84. Foto: PHOTOCAMERA


Equipe do Fluminense em 1987, no Maracanã. Em pé, da esquerda para a direita: Alexandre Torres, Paulo Victor, Vica, Ricardo Gomes, Leomir e Renato. Agachados: Romerito, Édson Santos, Washington, Renê, Valbert e o saudoso roupeiro Ximbica


Fluminense campeão brasileiro de 1984. Em pé: Aldo, Paulo Victor, Duílio, Ricardo Gomes, Jandir e Branco. Agachados: Romerito, Delei, Washington, Assis e Tato


Romerito em ação pelo Fluminense. Na marcação do paraguaio está Flávio, que estava no Olaria e depois jogou pelo Flamengo, São Paulo, Vasco e Juventude


Romerito, hoje no Paraguai, ainda bate uma bolinha nas horas vagas


Ex-jogadores batendo sua bolinha com amigos em julho de 2007. Da esquerda para a direita estão Gafanha, o ex-goleiro Roberto Costa, Goiano, José Carlos Lemes, o Bolinha, Helinho, o ex-meia do Fluminense e da seleção paraguaia Romerito e Esgotão


Dois momentos de Romerito


Mickey e Romerito, ídolos do Fluminense, em foto de 2019


Sergio Ramírez ao lado do holandês Seedorf e do paraguaio Romerito


Encontro de Romerito e Januário de Oliveira, em agosto de 2014. Foto: arquivo pessoal de Januário de Oliveira

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa