Brasileiro triunfou pela quarta vez no icônico circuito oval. Foto: Divulgação/IndyCar

Brasileiro triunfou pela quarta vez no icônico circuito oval. Foto: Divulgação/IndyCar

Hoje, 29 de maio de 2022, acontece a mais tradicional prova do calendário automobilístico norte-americano, as 500 Milhas de Indianápolis, com largada às 12h30 (de Brasília). A TV Cultura-SP será a única emissora aberta que fará a transmissão, ao vivo e na íntegra.

A prova terá participação de dois pilotos brasileiros: Tony Kanaan, que tenta sua segunda vitória, e Helio Castroneves, vencedor na prova do ano passado e que busca isolar-se como maior vencedor da lendária corrida, buscando seu quinto triunfo. Kanaan, da Ganassi, larga em sexto e Castroneves (Meyer Shank Racing) parte em 27º. O neozelandês Scott Dixon (Ganassi) conquistou sua quinta pole. 

A PROVA EM 2021, COM VITÓRIA DE HELIO CASTRONEVES

Com um final eletrizante, Helio Castroneves venceu as 500 Milhas de Indianápolis há quase um ano, dia 30 de maio de 2021, chegando ao quarto triunfo na mais emblemática prova do automobilismo mundial, após travar um duelo emocionante com o espanhol Alex Palou (Ganassi), que terminou em segundo lugar, a quase meio segundo atrás, naquela que foi a 105ª edição da corrida.

Então os 46 anos, Helinho igualou o feito de três norte-americanos, também tetracampeões nas 500 Milhas de Indianápolis: A.J. Foyt, Al Unser e Rick Mears.

Correndo pela Meyer Shank Racing, largando em oitavo, o brasileiro superou forças como Ganassi e Penske, notadamente entre as favoritas à vitória na prova.

Restando sete voltas para o final, a disputa foi definida entre Helinho e Palou, quando aqueles que se mantinham na pista (Felix Rosenqvist e Takuma Sato), esperando uma bandeira amarela que não os obrigasse a uma última parada para reabastecimento. Mas os dois não tinham combustível suficiente, e a duas voltas para o final Helinho tomou a ponta definitivamente, após várias trocas com Palou pela primeira colocação

Em terceiro, com uma grande permormance, o francês Simon Pagenaud (Penske), que largou em 23ª para terminar no pódio. Pato O´Ward foi o quarto, Ed Carpenter recebeu a bandeira quadriculada em quinto e Santino Ferrucci completou a lista dos seis primeiros.

O pole, Scott Dixon (Ganassi), enfrentou um problema durante pit-stop, quando o motor de seu carro apagou e demorou a ser reacionado. Ele até conseguiu se recuperar, mas finalizou apenas em 17º.

Dois incidentes obrigaram a entrada do safety-car, com bandeira amarela interrompendo a prova. Primeiro, com Stefan Wilson, que rodou na entrada dos boxes e bateu, e depois com Graham Rahal, que após seu reabastecimento e troca de pneus teve a roda traseira direita solta e chocou-se contra o muro. A roda chegou a ser acertada por Alex Rossi, mas felizmente de raspão, no bico do carro do piloto norte-americano.

Os outros dois brasileiros: Tony Kanaan (Ganassi), largando em quinto, foi o décimo, e o estreante Pietro Fittipaldi (Dale Coyne), que largou em 13º, finalizou em 25º.

500 MILHAS DE INDIANÁPOLIS - CLASSIFICAÇÃO FINAL - 15 PRIMEIROS COLOCADOS 


      

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa