Então pela Wiliams, piloto correu com um capacete em homenagem a Ayrton Senna. Foto: Carsten Horst

Então pela Wiliams, piloto correu com um capacete em homenagem a Ayrton Senna. Foto: Carsten Horst

Há exatamente oito anos, em 27 de novembro de 2011, Rubens Barrichello fazia sua última corrida na Fórmula 1, terminando o GP do Brasil na 14ª posição, após ter largado em 12º com a Williams-Cosworth.

Ao todo, Rubens disputou 322 GPs na F1, sendo o recordista em participações, marca que poderá ser quebrada na próxima temporada caso o finlandês Kimi Raikkönen, atualmente na Alfa Romeo, esteja no grid em 2020.

Barrichello conquistou 11 vitórias na F1, sendo nove pela Ferrari e duas pela Brawn-GP. Ele partiu da pole em 14 GPs (11 vezes pela Ferrari, uma pela Jordan, uma pela Stewart Grand Prix e uma pela Brawn-GP).

DEPOIS DA F1...

Sem contrato com a F1 para a temporada de 2012, Barrichello acertou um acordo para competir pela Fórmula Indy, na KV Racing, ao lado do amigo Tony Kanaan. Ele fechou o ano em 12º lugar, com 289 pontos.

Ainda em 2012 fez três corridas pela Stock Car, assinando contrato para a temporada de 2013 com a Full Time Sports, marcando sua primeira pole na etapa de Cascavel. Em 2014 conseguiu sua primeira vitória na categoria, na Corrida do Milhão (em Goiânia) e ganhou o título daquela temporada. 

Barrichello, hoje com 47 anos, segue na Stock pela Full Time Sports e ocupa a quartta colocação no campeonato, com 284 pontos, restando a etapa de bateria única com pontuação dobrada em Interlagos, no dia 15 de dezembro. O líder é Daniel Serra (Eurofarma RC), com 335 pontos. A vitória vale 60 pontos na prova paulistana, que terá cobertura  `in loco´do Portal Terceiro Tempo.

Desde que estreou na Stock, já venceu 13 provas, a mais recente delas na corrida 2 da etapa do Velopark (RS), em 15 de setembro de 2019.

Em 28 de abril de 2012, no primeiro treino livre para a São Paulo Indy 300, no Anhembi. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Em 23 de agosto de 2019, no primeiro treino livre para a Corrida do Milhão, em Interlagos, contornando o "S" do Senna. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O ÚLTIMO GP DE BARRICHELLO NA F1

Utilizando um capacete com cores em homenagem a Ayrton Senna, Barrichello fez o máximo que pôde  no treino classificatório com sua Williams, que contava com o defasado propulsor da Cosworth. Ficou próximo de avançar ao Q3, mas largou em 12º, seis posições à frente de seu companheiro de equipe, o venezuelano Pastor Maldonado.

O tempo de Barrichello: 1min13s801 contra 1min14s625 de Maldonado. A pole foi do já campeão Sebastian Vettel (Red Bull), que cravaou 1min11s918.

Na largada, Barrichello perdeu sete posições, caindo para 19º, e precisou se esforçar bastante para recuperar terreno e receber a bandeira quadriculada em 14º.

A vitória foi do australiano Mark Webber (Red Bull), que beneficiou-se de um problema de câmbio de Sebastian Vettel, que mesmo assim terminou na segunda colocação. Jenson Button (McLaren) completou o pódio.

Daquela prova, com 24 carros no grid, apenas quatro pilotos seguem na F1: Lewis Hamilton, Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo e Sergio Pérez.

RESULTADO FINAL DO GP DO BRASIL DE 2011

1º   Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), 71 voltas em 1h32min17s434
2º   Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), a 16s983
3º   Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 27s638
4º   Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 35s048
5º   Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 1min06s733
6º   Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1 volta
7º   Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta
8º   Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 1 volta
9º   Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Petronas), a 1 volta
10º Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 1 volta
11º Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
12º Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 1 volta
13º Sergio Pérez (MEX/Sauber-Petronas), a 1 volta
14º Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 1 volta
15º Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 1 volta
16º Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault), a 2 voltas
17º Bruno Senna (BRA/Lotus Renault), a 2 voltas
18º Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault), a 2 voltas
19º Jérôme D´Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), a 3 voltas
20º Daniel Ricciardo (AUS/Hispania-Cosworth), a 3 voltas

Não completaram a prova:

Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth)
Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes)
Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth)
Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth)

Clique aqui e veja a página de Rubens Barrichello na seção "Que Fim Levou?"


  

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNA

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa