“Eu fiz tudo para não chorar, mas infelizmente não deu”, disse Pelé naquele 2 de outubro de 1974

“Eu fiz tudo para não chorar, mas infelizmente não deu”, disse Pelé naquele 2 de outubro de 1974

CLIQUE AQUI E VEJA MILHARES DE FOTOS DA CARREIRA DE PELÉ NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Exatamente 45 anos atrás, no dia 2 de outubro de 1974, o melhor jogador da história do futebol se despedia do clube que o projetou. O duelo foi contra a Ponte Preta, na Vila Belmiro, onde mais de 20 mil pessoas viram o Santos vencer por 2 a 0 a equipe campineira. Pelé, no entanto, com alguns problemas físicos, teve atuação discreta.

Prestes a completar 34 anos, o Rei do Futebol jogou até os 20 minutos do primeiro tempo, quando, no meio-campo, pegou a bola com as mãos, ajoelhou e agradeceu ao público presente. Depois de ser abraçado por seus companheiros e por seus rivais, Pelé, aos prantos, deu a volta olímpica no estádio que ele ajudou a consagrar.

“Eu fiz tudo para não chorar, mas infelizmente não deu”, disse Pelé aos repórteres na saída para o vestiário.

Abaixo, confira momentos da despedida de Pelé do Santos Futebol Clube:

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa