O ex-goleiro, atual comentarista, no Morumbi. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

O ex-goleiro, atual comentarista, no Morumbi. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Um dos grandes nomes da história do São Paulo Futebol Clube, o ex-goleiro Zetti completa 56 anos neste domingo (10).

Zetti conquistou o título do Campeonato Brasileiro de 1991 pelo Tricolor do Morumbi e nos dois anos seguintes viveu seu melhor momento pelo clube, com o bicampeonato na Libertadores da América e no Mundial de Clubes da Fifa (1991 e 1992).

Paulista da cidade de Porto Feliz, Armelino Donizetti Quagliato, o Zetti, atualmente é comentarista de futbol na Band e na Top FM de São Paulo.

Dos quatro grandes clubes de São Paulo, apenas não defendeu o Corinthians. Ele começou sua carreira no Palmeiras, teve passagens por empréstimo para os paranaenses Toledo e Londrina para depois chegar ao São Paulo, onde brilhou durante sete anos.

Ainda passou pelo Santos entre 1997 e 1999, conquistando neste período o Rio-São Paulo em 1997 e a Copa Conmebol em 1998.

Em 1994, na Copa dos Estados Unidos, quando o Brasil conquistou o tetracampeonato, foi o reserva imediato de Taffarel.

Defendeu ainda as metas do Fluminense, União Barbarense e Sport Recife, este o seu último clube, em 2001, para em seguida abraçar a carreira de treinador de futebol, iniciando pelo Paulista de Jundiaí (SP), e depois comandando diversas equipes, entre elas o Guarani, Ponte Preta, São Caetano, Bahia, Atlético Mineiro, Fortaleza e Paraná. Aliás, sua segunda passagem pelo Paraná foi a última como treinador, em 2010.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE ZETTI NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Zetti e Abilio Diniz. Foto: UOL


No Cemitério do Morumby, em 26 de agosto de 2013, dia do sepultamento de Gylmar dos Santos Neves. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Milton Neves e Zetti no Cemitério do Morumby, em 26 de agosto de 2013, dia do sepultamento de Gylmar dos Santos Neves. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Sendo entrevistado, no Cemitério do Morumby, em 26 de agosto de 2013, dia do sepultamento de Gylmar dos Santos Neves. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


 


Denilson abraça Zetti em sua chegada à festa promovida pela Associação dos Campeões Mundiais em 25 de abril de 2013 no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Ouvindo o discurso do ministro Aldo Rebelo antes do almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Gilmar Rinaldi, Paulo Sérgio, Pelé, Zetti e, mais atrás, Cafu, no almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Gilmar Rinaldi, Juninho Paulista e Zetti no almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Zetti, com o gramado do Morumbi ao fundo, logo após chegar para o almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Atento, Coutinho ouve o discurso de Aldo Rebelo, ministro do Esporte, ao lado de Clodoaldo. À direita de Clodoaldo, um pouco mais atrás, está Zetti. Ao fundo, à esquerda (de óculos) está o repórter Luís Carlos Quartarollo. O último, à direita, é o cinegrafista Cristian Bartalo. Eles compareceram ao almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No almoço dos campeões mundiais de futebol em 25 de abril de 2013, no Espaço Unyco, no Estádio do Morumbi. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Em pé, da esquerda para a direita, Tadeu, Marcos Assunção, não reconhecido, Emerson Sheik, Victor, Ganso, Fábio Luciano, a décima primeira é Ana Paula Oliveira, seguida por Wagner Tardelli, Ricardo Berna, Gustavo Kuerten, Correa, Ibson, Zetti, Fernando, não reconhecido, Rubens Júnior, Cláudio Adão e Juninho Fonseca. Agachados, da esquerda para a direita, Conca, Gabriel, Lucas, Wladmir, Milton Cruz, Amoroso, Sérgio Soares, Zico, Dinei, Vampeta, Amaral, André Cruz e Rodrigo.


Da esquerda para a direita, ao fundo: Zetti, Marcos, Ricardinho, Zito (encoberto por Cafu), Felipão, Piazza, Luizão, Murtosa, Jair Marinho, Pepe e Gilmar Rinaldi. À frente: Roberto Miranda, Regina, Cafu levantando réplica da taça, Ado, Daniela Mercury e Felix. Foto enviada por Diego Abib


Da esquerda para a direita, ao fundo: Zetti (quase não aparecendo), Marcos, Ricardinho, Zito e Felipão (encobertos por Cafu), Piazza, pessoa não identificada, Luizão, Murtosa (atrás de Jair Marinho), Jair Marinho, Pepe e Gilmar Rinaldi. À frente: Altair, Roberto Miranda, Regina, Cafu com a réplica da taça, Ado (sentado e encoberto por Cafu), Daniela Mercury e Felix. Foto enviada por Diego Abib


 


Zetti saiu na Revista Placar do mês de agosto de 2012, ensinando um jovem goleiro a defender sua meta. Foto: Reprodução Placar/ Edição: agosto de 2012


Em 1996, Milton Neves apresentando evento da Deca-Hydra. Atrás do homem de boné, parcialmente encoberto, Zetti


Alguns dos heróis do título da Libertadores de 1992, 20 anos depois: da esquerda para a direita, Pintado, Carlos Caboclo, Ronaldão, Nelsinho, Zetti, Cafu, Raí, Marcos Bonequini, Ivan e Mona. Foto: Reprodução


Em junho de 2012, Zetti concede entrevista ao repórter Anderson Cheni. Atrás, aparece Raí, também ídolo do São Paulo Futebol Clube. Foto: VIPCOMM


No dia 17 de junho de 2012, o São Paulo Futebol Clube homenageou os jogadores que conquistaram a Libertadores da América de 1992, no Morumbi, antes da partida entre o Tricolor paulista e o Atlético-MG, válida pelo Campeonato Brasileiro daquela temporada. Da esquerda para a direita: Raí, Ronaldão, Rogério Ceni e Zetti Foto: VIPCOMM


No dia 17 de junho de 2012, o São Paulo Futebol Clube homenageou os jogadores que conquistaram o torneio internacional em 1992, no Morumbi, antes da partida entre o Tricolor paulista e o Atlético-MG, válida pelo Campeonato Brasileiro daquela temporada. Da direita para a esquerda: Pintado, Nelsinho, Zetti, Rogério Ceni e Ronaldão Foto: VIPCOMM


Zetti e Valdir Joaquim de Moraes, no início dos anos 90. Foto: Arquivo de Valdir Joaquim de Moraes


Da esquerda para a direita, Zetti, Valdir Joaquim de Moraes e Marcos Bonequini. Foto: Arquivo de Valdir Joaquim de Moraes


O Tricolor do Campeonato Paulista de 1996. Em pé, da esquerda para a direita: Moracy Sant´tanna (preparador físico, em parte), Sérgio Rocha (preparador físico), pessoa não identificada, Edmílson, Bordon, Serginho, Axel, Zetti e Rojas (treinador de goleiros): Agachados: Válber, Müller, Denilson, Adriano, Belletti, Valdir e o ex-governador e presidente tricolor, Laudo Natel. Foto: Enciclopédia Tricolor


Wanilton Zambroti (preparador físico) e Zetti, em 2004, quando ambos trabalhavam no Ituano, equipe do interior de São Paulo. Foto: arquivo pessoal de Wanilton Zambroti


Foto: Arquivo Pessoal


 


Denílson Show tentando dar um beijo no ex-lateral Zé Maria, enquanto Zetti aparece à esquerda e Júnior Baiano ao fundo. A foto foi tirada em março de 2011, quando os veteranos da Seleção Brasileira enfrentaram em combinado da Chechênia


Da esquerda para a direita: Zetti, Zé Maria, Júnior Baiano, Denílson, Ronaldão e Zinho


Müller e Zetti comemoram gol do São Paulo, contra o Flamengo, na final da Supercopa, no estádio do Morumbi


De pé, da esquerda para a direita, o goleiro Zetti, Ronaldão, Leonardo, Ricardo Rocha, Zé Teodoro e Antônio Carlos. Agachados: Müller, Raí, Macedo, Bernardo e Cafu


Moscatto aparece realizando a defesa, obervado por Zetti. A foto nos foi enviada por José Augusto Moscatto


Da esquerda para a direita: Rogério Ceni, Moscatto e Zetti. A foto nos foi enviada por José Augusto Moscatto


Na imagem, Moscatto aparece defedendo a bola e Zetti, ao fundo, acompanha o treinamento do jovem goleiro. A foto nos foi enviada por José Augusto Moscatto


Em pé, da esquerda para a direita: Moscatto, o massagista Hélio, Alemão, Dr. Sanchez, André Luiz, Nelson, Ailton, Donizete, Rogério Ceni, Zetti, Bentinho, Rogério Pinheiro, Medina e Telê Santana. Agachados: Ronaldo Luís, Denilson, Pereira, Cláudio, Caio (sentado), Palhinha, Altair Ramos, Sierra, Júnior Baiano, Ailton, Juninho e Jair. A foto nos foi enviada por José Augusto Moscatto


com Junior Baiano na zaga, Zetti observa o chute do presidente da Chechênia, Ramzan Kadyrov. Foto: iG/AP


Presidente da Chechênia, Ramzan Kadyrov, financiou a ida da equipe brasileira ao país. Cafú observa o político bater o penalti. Foto: iG/AP


Zetti e Milton Neves em foto da década de 90


A foto é do site oficial de Ronaldo


Zetti com a camisa da Seleção Brasileira de Showbol.


O Tricolor do Campeonato Paulista de 1996. Em pé, da esquerda para a direita: Moracy Sant´tanna (preparador físico, em parte), Sérgio Rocha (preparador físico), pessoa não identificada, Edmílson, Bordon, Serginho, Axel, Zetti e Rojas (treinador de goleiros): Agachados: Válber, Müller, Denilson, Adriano, Belletti, Valdir e o ex-governador e presidente tricolor, Laudo Natel. Foto: Enciclopédia Tricolor


Em 2010, os jogadores do confronto que decidiu o Brasileiro de 1991 se reuniram para uma partida beneficente, em 2010, pela Campanha do Agasalho. Em pé, da esquerda para a direita: O primeiro é Ronaldão, o terceiro é Raí, o quarto é Pintado e depois Antônio Carlos Zago. O penúltimo, de camisa amarela, é Zetti. Agachados: Macedo é o primeiro, Marco Aurélio Cunha é o terceiro e Juninho Paulista é o quarto


Em pé: Adilson, Zetti, Ronaldão, Vitor, Pintado, Ronaldo Luís e Cerezo. Agachados: Hélio Santos (massagista), Muller, Palhinha, Cafu, Raí e Moracy Sant´Anna (preparador físico). Esse time bateu o Barcelona em Tóquio por 2 a 1, com dois gols de Raí


Em pé: Euller, Rogério Ceni, Juninho, Guilherme, Zetti, Válber, Jamelli, e Junior Baiano. Ao centro: Gilmar, Caio, André Luiz e Doriva. Agachados: Axel, Cafu, Vítor e Leonardo


Em pé: Edmílson, Bordon, Serginho, Axel, Zetti e Rojas (treinador de goleiros): Agachados: Válber, Müller, Denilson, Adriano, Belletti e Valdir


O título ficou com o Velez Sarsfield, da Argentina, em pleno Morumbi. Em pé: Axel, Zetti, Vítor, Júnior Baiano, Cafu e Gilmar. Agachados: Hélio Santos (massagista), Euller, Palhinha, André Luiz, Válber e Müller


Em pé: Adílson, Zetti, Ronaldo, Vítor, Pintado, Ronaldo Luís, Cerezo e Altair Ramos (preparador físico). Agachados: Hélio Santos (massagista), Müller, Palhinha, Cafu e Raí


Em pé: Dinho, Zetti, Lula, Macedo, Ronaldão e Marcos (goleiro reserva). Agachados: Moracy Sant´Anna (preparador físico), Palhinha, Pintado, Válber, Maurício e Müller


A foto é do site oficial de Ronaldo


Em 2008, o primeiro título brasileiro do Corinthians completou a "maioridade". Para comemorar a data, o site oficial do clube publicou a foto que mostra o momento exato do toque de Tupãzinho para o fundo das redes de Zetti. Repare que Cafu ainda tentou evitar o gol


O Torneio foi vencido pelo Bahia após emocionante final contra o Inter de Porto Alegre. Em pé estão Zetti, Gérson Caçapa, Nenê, Marcio, Zanata e Denys; agachados vemos Tato, Sílvio, Gaúcho, Edu e Mauro. O repórter de amarelo é Osvaldo Pascoal


Em pé: Zetti, Heraldo, Zanata, Márcio, Denys e Lino. Agachados: Edu Manga, Gérson Caçapa, Gaúcho, Tato e Ditinho Souza


 


No vôo que trouxe de volta ao Brasil a delegação tetracampeã, Mauro Silva segura a taça com Ricardo Rocha, à esquerda, personagem não identificado, Cafu, Zinho e Zetti


Seleção Brasileira de Showbol, em 2007. Em pé, da esquerda para a direita: o irmão mais velho do Paulo "Morsa" Martins, Ricardo Rocha, Ronaldo, Válber, Alexandre Torres, Júnior Baiano, Márcio Santos, Zetti e Paulo Sérgio. Agachados: Müller, Paulo Nunes, Careca, Dunga, Bebeto, Djalminha, César Sampaio e o empresário Todé. Desses, apenas Alexandre Torres e Bebeto "Nhe-nhe-nhén" não passaram pelo trio de ferro Corinthians, São Paulo e Palmeiras


São Paulo campeão brasileiro de 1991 posando no estádio Marcelo Stefani, em Bragança Paulista. Em pé vemos Zetti, Ronaldo, Leonardo, Ricardo Rocha, Zé Teodoro e Antônio Carlos; agachados estão Muller, Raí, Macedo, Bernardo, Cafu e o roupeiro Jairo


 


No dia 16 de dezembro de 1990, este time do São Paulo entrou em campo no Morumbi. E embora o clube fosse o dono do estádio, naquela ocasião se sentiu como visitante diante dos 100.858 pagantes. A fiel torcida do Corinthians, adversário do tricolor, tomou mais de 85% das arquibancadas. Era dia de decisão de Campeonato Brasileiro. No final, deu Timão por 1 a 0, gol de Tupãzinho. Os valorosos vice-campeões brasileiros foram os seguintes: em pé Zetti, Bernardo, Cafu, Leonardo, Ivan e Antônio Carlos; na fila de baixo vemos Mário Tilico, Flávio, Eliel, Raí, Elivélton e o roupeiro Jairo


Acima, foto de 1987. O Galo, do rápido ponta-direita Sérgio Araújo (camisa 7), em ação contra o Palmeiras, do goleiro Zetti e do ponta-esquerda Ditinho Souza (o camisa 11)


Na foto, o goleiro Zetti, então no São Paulo Futebol Clube, e os filhos do jornalista Milton Neves - o primeiro à esquerda é Milton Neves Netto e Fábio Neves à direita do arqueiro do Tricolor Paulista.


Em pé estão Andrei, Élson, Cláudio, Narciso, Gustavo Nery e Zetti; agachados vemos Rodrigão, Lúcio, Michel, Eduardo Marques e Dodô. Fonte: revista Placar


Este time do Santos conquistou a Copa Conmebol contra o Rosário Central. Em pé vemos Zetti, Ânderson, Élder, Sandro, Claudiomiro e Marcos Bazílio; agachados estão Athirson, Eduardo Marques, Alessandro, Fernandes e Narciso


Mário Tilico, em 1991, é o último à direita saudando a pequena torcida tricolor no Morumbi. Ao seu lado temos Cafu, os mascotes Fabio Neves e Milton Neves Netto, Zetti, Bernardo, Elivélton e Flávio


Vejam o São Paulo entrando em campo no Morumbi vazio. Elivelton está à esquerda em cima da risca. Atrás dele, Leonardo. O goleiro é Zetti, a criança com o número 8 às costas é o hoje repórter esportivo Fábio Neves, ao lado de Fábio está Cafu e o camisa 7 é Mário Tilico. Vemos também com a máquina na mão o saudoso fotógrafo Domício Pinheiro, que tão bem retratou a história do futebol brasileiro


Zetti passando pela "latinha" de Milton Neves


Em 1992/93 só dava São Paulo e Zetti era o Rogério Ceni da época


Em pé: Zetti, Dinho, Ronaldão, Cafu, Leonardo e Toninho Cerezo. Agachados: Muller, Doriva, Válber, Palhinha, André. O Tricolor bateu o Milan, futuro time de Leonardo, por 3 a 2


Em pé: Gilmar, Zetti, Vítor, Pintado, Dinho e Ronaldo Luis. Agachados: Müller, Palhinha, Válber, Raí e Cafu. O primeiro da foto, ao lado do zagueiro Gilmar, é o preparador físico Moracy Santana


 


Em pé: Zetti, Márcio Paulada (ex-Atlético Mineiro), Vanderlei, Paraná, Ivo e Clóvis. Agachados: Osmair, Paco, Amarildo, Hélio Ninho e Mané. Zetti depois brilhou com as camisas do Palmeiras, São Paulo, Santos e seleção brasileira. O ponta-esquerda Mané também jogou no Palmeiras. Hélio Ninho defendeu o Botafogo. Outro que defendeu o Fogão foi o centroavante Amarildo, que marcou muitos gols também pelo Inter, em 1987


 


 


3º Tempo da Band em 22 de novembro de 2020. Da esquerda para a direita: Zetti, Marilia Ruiz, Amaral, Larissa Erthal e Milton Neves


Durante o 3º Tempo da Band em 1º de novembro de 2020. Edilson, Marilia Ruiz e Zetti. Foto: Reprodução


Em 2013, durante evento da Mercedes-Benz, Ronaldo Giovanelli, Marcos e Zetti. Foto: arquivo pessoal de Marcos


Para homenagear goleiros que atuaram pelo São Paulo, Marco Aurélio Cunha postou estas três fotos em seu Instagram, com Rogério Ceni, Zetti e Gilmar Rinaldi


Santos campeão do Rio-São Paulo em 1997. Em pé: Zetti, Anderson Lima, Sandro, Marcos Assunção, Rogério Seves e Ronaldão. Agachados: Alexandre, Macedo, Vágner, Robert e Alessandro. A foto é da Revista Placar.


Santos, vice-campeão do Rio-São Paulo em 1999. Em pé: Pedrinho Santilli (treinador de goleiros), Zetti, Argel, Sandro, Claudiomiro, Anderson Lima e Gustavo Nery. Agachados: Caíco, Viola, Jorginho, Marcos Basílio e Alessandro. A foto é da Revista Placar.


Carlos Alberto Spina, o segundo, e Zetti, o terceiro, em 7 de agosto de 2018, no "Caminho dos Ídolos", do SPFC


Equipe esportiva da Top FM, em 2019: Em pé: Luciano Faccioli, Basílio e Zetti. Agachados: Weber Lima e César Sampaio


Claudiomiro e Zetti, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Zetti e Narciso, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Zetti, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Em pé estão Ronaldo Marconato, Esquerdinha, Élder, Zetti, Gustavo Nery e Jean, e embaixo Adiel, Dutra e Marcos Basílio, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Zetti, Marco Aurélio Cunha e Leão, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Zetti, Marco Aurélio Cunha, Leão e Fabio Lopes, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Zetti cercado de torcedores, em 20 de outubro de 2018, na comemoração dos 20 anos do título do Santos na Copa Conmebol de 1998


Em pé: Adílson, Zetti, Ronaldo, Vítor, Pintado, Ronaldo Luís, Cerezo e Altair Ramos (preparador físico). Agachados: Hélio Santos (massagista), Müller, Palhinha, Cafu e Raí


Em pé: Ivan, Adilson, Zetti, Cafu, Ronaldão e Antonio Carlos. Agachados: Hélio Santos (massagista), Muller, Palhinha, Pintado, Raí, Elivélton e Altair Ramos (preparador físico)


Em 1994, o título da Libertadores ficou com o Velez Sarsfield, da Argentina, em pleno Morumbi. Em pé: Axel, Zetti, Vítor, Júnior Baiano, Cafu, Gilmar e Altair Ramos (preparador físico). Agachados: Hélio Santos (massagista), Euller, Palhinha, André Luiz, Válber e Müller


Altair Ramos segurando o troféu da Libertadores, atrás dele aparece o goleiro Zetti


Altair Ramos, Fabio Mello, Marcos Assunção e Zetti, em jogo festivo em 2018


Os dois primeiros da esquerda para a direita são Kalef e Zetti. O último é Válber, em 7 de agosto de 2018 no Morumbi, noite de inauguração do `Caminho dos Ídolos´ do São Paulo Futebol Clube. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT


Em 7 de agosto de 2018 no Morumbi, noite de inauguração do `Caminho dos Ídolos´ do São Paulo Futebol Clube. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT


Zetti e Válber em 7 de agosto de 2018 no Morumbi, noite de inauguração do `Caminho dos Ídolos´ do São Paulo Futebol Clube. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT


César Sampaio, Zetti, Weber Lima, Basílio e Luciano Faccioli no estúdio da Rádio Capital AM, de São Paulo, em julho de 2018. (Foto: Reprodução - Instagram @cesarsampaiocs)


Em 17 de julho de 2018, Zetti posta foto memorável da mesma data, mas em 1994. (Foto: Reprodução - Instagram @zettioficial)


São Paulo no inicio dos anos 90, o goleiro titular Zetti, o treinador de goleiros Valdir Joaquim de Moraes e o goleiro reserva Marcos Bonequini


Carlos Alberto Spina e Zetti no Morumbi em 24 de março de 2018. Foto: arquivo pessoal de Carlos Alberto Spina


Ronaldo Giovaneli, Zetti e Velloso gravam junto para o Dia do Goleiro, em 26 de abril de 2018. (Foto: Reprodução – Instagram @ronaldogiovaneli)


Em 26 de abril de 2018, no Dia do Goleiro, Os Donos da Bola fizeram uma homenagem especial aos arqueiros. Na foto, Ronaldo Giovaneli, Zetti, Nivaldo de Cillo e Velloso. Só craques! (Foto: Reprodução – Instagram @nivaldodecillo)


Em abril de 2018, Ronaldo Giovaneli posta foto junto com Zetti e Velloso, com a legenda: “rivais sim, inimigos nunca”. (Foto: Reprodução – Instagram @ronaldogiovaneli)


Que encontro! Velloso, Zetti e Ronaldo Giovaneli reunidos para gravação no Dia do Goleiro, em 26 de abril de 2018. (Foto: Reprodução – Instagram @lquartarollo)


Time do Londrina em 1985, com Zetti no gol e Adalberto no ataque


Jornalista Beto Saad ao lado do ex-goleiro Zetti, em fevereiro de 2018. (Foto: Reprodução Instagram)


Capa do calendário da Federação Paulista de Futebol do ano de 2018, mostrando os jogadores campeões do Paulista e da Copa do Mundo. Na primeira linha, da esquerda para a direita, veja Gylmar dos Santos Neves, Emerson Leão, Zetti, Marcos, Dida, Rogério Ceni, De Sordi, Djalma Santos, Carlos Alberto Torres, Zé Maria e Cafu. Na segunda linha, veja Belletti, Mauro Ramos, Orlando Peçanha, Jurandir, Joel Camargo, Márcio Santos, Ricardo Rocha, Ronaldão, Roque Jr., Edmilson e Leonardo. Na terceira linha, veja Júnior, Roberto Carlos, Dino Sani, Zito e Clodoaldo. Na quarta linha, veja Mauro Silva, Mazinho, Vampeta, Zequinha, Mengálvio, Gérson, Raí, Ricardinho, Juninho, Zinho e Rivaldo. Na quinta linha, veja Vavá, Coutinho, Viola, Luizão, Ronaldo, Muller, Edilson, Pepe, Edu, Denilson e Pelé.


O São Paulo derrotou o Corinthians por 3 a 0 na final do Campeonato Paulista e ficou com o título, no dia 15 de dezembro de 1991, em partida realizada no Morumbi. Repare na foto a festa após o apito final, à frente de repórteres e torcedores, vemos de mãos dadas Toninho Cerezo, Raí e Zetti. Foto: Reprodução Facebook/Projeto Tóquio


Conquista do Campeonato Paulista de 1991. Da esquerda para a direita, Zetti, Toninho Cerezo, Pintado, Ronaldão e Raí. Foto: Reprodução Facebook/Projeto Tóquio


Com linda taça do Campeonato Paulista de 1991, conquistada pelo São Paulo. Da esquerda para a direita, Zetti, Pintado e Ronaldão. Foto: Reprodução Facebook/Projeto Tóquio


Time do Palmeiras em 1989. Em pé, da esquerda para a direita: Celso Gomes, Zetti, Murilo, Eduardo Galdão, Dorival Júnior e Abelardo. Agachados: Buião, Neto, Celso, Luis e Marcelo. Foto: Arquivo pessoal de Eduardo Galdão


Mitos. Guanair e Zetti. Foto: Reprodução Facebook


Em 2016, ídolos do São Paulo se reuniram no Morumbi. Zetti, Lugano, Rai, Maicon e Rogério Ceni. Foto: reprodução


Em 2016, ídolos do São Paulo se reuniram no Morumbi. Zetti, Lugano, Rai, Maicon e Rogério Ceni. Foto: reprodução


O ex-goleiro Zetti e o Diretor da TV Bandeirantes Marcelo Mainardi, em 2016. Foto: reprodução


Os comentaristas Zetti e Mauro Beting, em 2016. Foto: reprodução


Zetti e a jornalista Natalia Costa no CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Felipe Massa, o camisa 9, no CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC À esquerda, Popó Bueno e, ao fundo, o ex-goleiro Zetti. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


No CT do São Paulo, em 16 de novembro de 2015, dia em que participou do `Futebol Solidário´em prol do GRAACC e CAJEC. Foto: Marcos Júnior/Portal TT


Zetti sendo entrevistado pelo jornalista Fábio Salgueiro, que registrado aqui, na década de 1990, ainda era apenas um universitário. Foto: Reprodução


Mauro Beting, a super fã Sandra Cristina e Zetti, no dia 22 de janeiro de 2015


Zetti, em frente a uma das traves onde se consagrou como ídolo do Tricolor Paulista. Foto: Reprodução


Na Rádio Estadão, no dia 11 de março de 2015. Da esquerda para a direita, Velloso, Zetti e Weber Lima


Zetti se profissionalizou pelo Palmeiras em 1986 e ficou no clube por mais três anos. No entanto, foi pelo São Paulo que o goleiro tornou-se ídolo. Ficou no clube de 1990 a 1997. Foto: UOL


Zetti e o garoto Rogério Ceni, no Japão. (Foto: Arquivo pessoal)


Zetti e Edmílson, dois campeões mundiais pela Seleção Brasileira. (Foto: Arquivo pessoal)


Zetti ainda criança. (Foto: Arquivo pessoal)


Zetti, Branco e Cafu durante a comemoração da conquista do tetracampeonato mundial em 1994. (Foto: Arquivo pessoal)


Zetti, Celso Unzelte, Marcelo Duarte e Dudu Monsanto. (Foto: Arquivo pessoal)


Zetti no Palmeiras. (Foto: Arquivo Pessoal)


Em outubro de 2014, Rogério Ceni, Zetti e Kaká, conversando no CT da Barra Funda. (Foto: Arquivo Pessoal)


Neto e Zetti, na concentração da Seleção Brasileira. (Foto: Arquivo Pessoal)


Zetti na Seleção Brasileira. (Foto: Arquivo Pessoal)


Raí e Zetti, vitoriosos com a camisa do São Paulo na década de 90, assistem o jogo do Tricolor juntos. Foto: Reprodução/Facebook Arquibancada Tricolor

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa