Alemão teve sua Ferrari calçada com os compostos macios da Pirelli. Foto: Scuderia Ferrari

Alemão teve sua Ferrari calçada com os compostos macios da Pirelli. Foto: Scuderia Ferrari

O alemão Sebastian Vettel colocou a Ferrari no topo da tabela nesta sexta-feira (25) no Autódromo Hermano Rodríguez, palco do GP do México, marcado para o próximo domingo (27) a partir das 16h10 (de Brasíia).

Depois de Lewis Hamilton comandar o primeiro treino livre com a marca de 1min17s327, Vettel fez a melhor de suas 35 voltas pelos 4.304 metros do traçado mexicano em 1min16s607, impondo uma vantagem de 0s155 para o segundo colocado, Max Verstappen (Red Bull).

Mais distante, a 0s465, ficou Charles Leclerc, com o outro carro da Ferrari, em terceiro. Mas, vale ressaltar algo significativo. Enquanto Vettel tinha sua Ferrari calçada com os compostos macios da Pirelli, Verstappen e Leclerc andaram com os médios.

Em quarto, com o composto mais duro, ficou Valtteri Bottas (Mercedes), seguido pela outra Mercedes, de Lewis Hamilton e a Toro Rosso de Daniil Kvyat, quinto e sexto colocados, respectivaemente. Hamilton fez sua melhor volta com pneus macios e Kvyat com os duros.

Verstappen foi quem mais se aproximou de Vettel. Em segundo, ele ficou a 0s115 do tempo registrado pelo alemão. Foto: Aston Martin Red Bull Racing

BANDEIRA VERMELHA...

Assim como na primeira sessão, quando Lance Stroll bateu na barreira de proteção (mas conseguiu retornar à pista e e se encaminhar aos boxes), no TL2 foi a vez do anglo-tailandês ficar pelo caminho, no começo da sessão. Ele bateu na curva 7, mas diferente do canadense, sua Red Bull precisou ser rebocada do local do acidente. Assim, ele não voltou mais para o treino e terminou em último.

PARA HAMILTON SER CAMPEÃO...

Lewis Hamilton pode garantir seu hexacampeonato na Fórmula 1 por antecedência, caso termine a etapa mexicana com 14 pontos de vantagem para Valtteri Bottas, o vice-líder. Uma das possibilidades é vencer a prova e Bottas terminar no máximo em quinto lugar.

Os cinco títulos de Hamilton na F1 foram conquistados em 2001 (pela McLaren) e em 2014, 2015, 2017 e 2018 pela Mercedes.

EM 2018...

No ano passado a pole para o GP do México foi Daniel Ricciardo (Red Bull), com 1min14s758. Verstappen (Red Bull) venceu, com Vettel (Ferrari) em segundo e Raikkonen (Ferrari) em terceiro.

Depois da etapa mexicana restarão mais três para o término da temporada: Austin (EUA) em 03/11; Interlagos (Brasil) em 17/11 e Yas Marina (Abu Dhabi) em 01/12.

PROGRAMAÇÃO RESTANTE (HORÁRIOS DE BRASÍLIA):

Sábado (26)

Treino livre 3 - 12 às 13h

Classificação - 15h às 16h

Domingo (27)

Largada para o GP do México (71 voltas) - 16h10

2º TREINO LIVRE PARA O GP DO MÉXICO - AUTÓDROMO HERMANOS RODRÍGUEZ

 




  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNA

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa