Holandês foi arrojado no começo e chegou ao seu 11º triunfo na categoria. Foto: Red Bull Honda Racing

Holandês foi arrojado no começo e chegou ao seu 11º triunfo na categoria. Foto: Red Bull Honda Racing

O holandês Max Verstappen (Red Bull-Honda) venceu o GP da Emília-Romagna de Fórmula 1, disputado neste domingo (18) em Ímola, na Itália. Foi sua 11º vitória na categoria. Um motor Honda, por sua vez, não vencia em Ímola desde o GP de San Marino de 1991, ocasião em que Ayrton Senna ganhou com a McLaren.

Em uma prova que começou com pista úmida e chuva leve, Max, que partiu em terceiro, superou Pérez e o pole Hamilton e saltou para a liderança, posição que não perdeu até o final, em uma prova com intervenções do safety-car e até bandeira vermelha.

Hamilton teve sua chance de disputar a liderança com o holandês após ter saído da pista ao tentar superar o retardatário Russell e tocar na barrira de proteção, sendo obrigado a uma parada para troca do bico.

Mas por conta de uma bandeira vermelha (acidente entre Bottas e Russell), Hamilton coseguiu se recuperar de forma espetacular após cair para a nona coloação, terminando em segundo lugar.

No pódio, ao lado do vitorioso Verstappen, estiveram Hamilton e Lando Norris, que teve uma atuação brilhante com a McLaren, após largar em sétimo e, após a retomada da corrida, depois da bandeira vemelha, ter ficado por várias voltas em segundo.

Charles Leclerc (Ferrari) cruzou em quarto, seguido pelo companheiro de equipe Carlos Sainz Jr. e Daniel Ricciardo (McLaren), que fechou a lista dos seis primeiros.

Marcando um ponto pela volta mais rápida, Hamilton é o líder do campeonato com 44 pontos, um à frente de Verstappen. Norris, em terceiro, soma 27.

Bela prova de Lando Norris com a McLaren. Britânico largou em sétimo e terminou no pódio, em terceiro. Foto: McLarenF1.

PRÓXIMA ETAPA

Em duas semanas, no dia 2 de maio, acontece a terceira etapa do campeonato, o GP de Portugal, em Portimão, no circuito de Algarve.

No ano passado a prova lusitana foi realizada em 25 de outubro, com Hamilton conquistando a pole (1min16s652) e também vencendo, seguido por Bottas e Verstappen.

A PROVA

Com chuva fina e pista bastante molhada, Verstappen arriscou e saltou do terceiro para o primeiro lugar logo na largada, enquanto alguns pilotos enfrentavam problemas para se manterem na pista, mesmo com pneus intermediários.

Leclerc, que havia saído do traçado na volta de aquecimento de pneus, logo ganhou o terceiro posto de Pérez, enquanto Hamilton tinha dúvida sobre o estado do seu carro, após toque com Verstappen na primeira curva.

Verstappen (à direita) supera Hamilton na primeira volta e assume a liderança. Foto: Red Bull Honda Racing

Latifi rodou e, na volta, mais lento, foi tocado por Mazepin. Latifi foi para o muro e abandonou, mas a batida provocou a entrada do safety-car na.

Durante o período de safety-car, Mick Schumacher rodou e bateu, perdendo sua asa dianteira. A luz verde oi acionada na volta 7, e na relargada Verstappen manteve-se em primeiro, com Hamilton em segundo, Leclerc em terceiro e Pérez em quarto.

Na sequência, as duas McLaren, com Ricciardo em quinto e Norris em sexto, este após superar GAsly na volta 9.

MENOS SPRAY

A partir da volta 11, clara diminuição do spray na pista, indicando menos intensidade de chuva, enquanto Verstappen e Hamilton, nesta ordem, faziam as voltas mais rápidas.

PNEUS

Vettel, que havia tido problemas na largada e partiu do pit-lane, foi o primeiro a arriscar colocar pneus slick (médios). Mas ele sofreu punição (de dez segundos nos boxes) por conta de seu carro estar sem os pneus restando cinco minutos para a largada.

Na disputa pela liderança, Hamilton, com melhores pneus (intermediários), começou a se aproximar de Verstappen, enquanto a Red Bull se preparava para trocar os pneus do holandês, que parou na volta 28 colocando pneus médios.

Na volta seguinte, parada para Hamilton, que também voltou calçado de médios e não mexeu na asa dianteira, que havia perdido um apêndice no toque com Verstappen na largada. A parada de Hamilton teve problema, com demora na troca do dianteiro esquerdo. Com isso, sua desvantagem em relação a Verstappen subiu de 1,5s para 6,0s.

Tentando superar um retardatário (Russell), Hamilton saiu da pista e tocou na barreira de proteção. Ele demorou para voltar, acabou fazendo isso de ré, com dano na asa dianteira.

Em seguida, batida entre Bottas e Russell, na tentativa do britânico ultrapassar o finlandês. Safety-car na pista e Hamilton foi para os boxes para trocar o bico e novamente trocar pneus.

Bandeira vermelha e corrida interrompida na volta 34, em razão de muitos detritos na pista, por conta do acidente envolvendo Bottas e Russell.

As dez primeiras posições na volta 34: Verstappen, Leclerc, Norris, Pere, Sainz, Riccciardo, Stroll, Raikkonen , Hamilton e Tsunooda.

Retomada a prova após 25 minutos, logo após um susto de Verstappen, que no alinhamento para a retomada acabou saindo da pista, e o holandês manteve-se à frente, enquanto Norris superou Leclerc para assumir a segunda colocação.

Com pneus macios, Norris começou a reduzir a diferença para Verstappen (com pneus médios), mas rapidamente o piloto da Red Bull respondeu com voltas melhores, abrindo boa margem para o piloto da McLaren.

Quarto colocado, Pérez odou sozinho e caiu para o 14º lugar, após passar pela brita.

RECUPERAÇÃO DE HAMILTON

Relargando do nono lugar, Hamilton, em ótimo ritmo, começou a recuperar posições e na volta 42 já era o quinto colocado.

Na disputa pelo pódio, Norris, em segundo, começou a perder rendimento com seus pneus macios, entrando na alça de mira dos dois carros da Ferrari, os de Leclerc e Sainz.

Quarto lugar para Hamilton, que superou Sainz na volta 50, enquanto Norris se queixava de vibração com Leclerc em seu encalço, mas o monegasco começou a sofrer pressão de Hamilton, que acabou ganhando a terceira posição na volta 55.

Os seis primeiros na volta 55: Verstappen, Norris, Hamilton, Leclerc, Sainz e Ricciardo.

Na volta 60, após pressionar bastante, Hamilton superou Norris para subir ao segundo lugar.

À frente Verstappen tinha mais de 20 segundos de vantagem para Hamilton.

Sem novidades nas últimas três voltas, Verstappen recebeu a bandeira quadriculada em primeiro, seguido por Hamilton e Norris.

CALENDÁRIO COMPLETO DA FÓRMULA 1 EM 2021*

ETAPAS JÁ REALIZADAS

1. GP do Bahrein (Sakhir) – 28 de março - Pole Verstappen (1mi28s997) - Vitória de Hamilton.
2. GP da Emilia-Romagna (Ímola) – 18 de Abril - Pole de Lewis Hamilton (1min14s411) - Vitória de Verstappen.

PRÓXIMAS ETAPAS

3. GP de Portugal (Algarve/Portimão) – 2 de maio
4. GP da Espanha (Barcelona) – 9 de maio
5. GP de Mônaco (Principado) – 23 de maio
6. GP do Azerbaijão (Baku) – 6 de junho
7; GP do Canadá (Montreal) – 13 de junho
8. GP da França (Paul Ricard) – 27 de junho
9. GP da Áustria (Red Bull Ring) – 4 de julho
10. GP da Grã-Bretanha (Silverstone) – 18 de julho
11. GP da Hungria (Hungaroring) – 01 de agosto
12. GP da Bélgica (Spa-Francorchamps) – 29 de agosto
13. GP da Holanda (Zandvoort) – 5 de setembro
14. GP da Itália – (Monza)  12 de setembro
15. GP da Rússia – )Sóchi) 26 de setembro
16. GP de Singapura (Marina Bay)  – 3 de outubro
17. GP do Japão – (Suzuka) 10 de outubro
18. GP dos Estados Unidos ( Austin) – 24 de outubro
19. GP do México (Hermanos Rodriguez) – 31 de outubro
20. GP do Brasil (Interlagos) – 7 de novembro
21. GP da Austrália (Melbourne) – 21 de novembro
22. Grande Prêmio da Arábia Saudita (Gidá) – 5 de dezembro
23. GP de Abu Dhabi (Yas Marina) – 12 de dezembro

* Sujeito a alterações por conta da pandemia do novo coronavírus


  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa