Mexicano ficou na ponta da tabela no circuito austríaco. Foto: BWT Racing Point F1 Team

Mexicano ficou na ponta da tabela no circuito austríaco. Foto: BWT Racing Point F1 Team

Cinco dias após o tremular da bandeira quadriculada em Spielberg, a Fórmula 1 retorna ao mesmo cenário austríaco para a segunda etapa do Mundial, batizada de GP da Estíria, região em que se localiza o autódromo Red Bull Ring. 

Com a temperatura do ar beirando os 28ºC na manhã desta sexta-feira (10) em Spielberg, o mexicano Sergio Pérez (Racing Point) cravou a melhor passagem pelos 4.318 metros do traçado austríaco em 1min04s867, utilizando a especificação de pneus mais macia da Pirelli. 

Também calçado de macios, Max Verstappen colocou-se em segundo lugar com a Red Bull, defasado em 0s096 em relação a Pérez. 

Depois deles, a dupla da Mercedes, mas ambos de pneus médios: Valtteri Bottas ficou em terceiro e Lewis Hamilton em quarto, posições obviamente enganosas, uma vez que se tivessem também com os pneus macios, certamente ocupariam as duas primeiras colocações.

Lance Stroll (Racing Point), de macios, ficou em quinto e Alex Albon (Red Bull), de médios, fechou a lista dos seis primeiros.

Bastante equilíbrio na sequência, com Carlos Sainz Jr. (McLaren) em sétimo, Pierre Gasly (Alfa Tauri) em oitavo, Daniel Ricciardo (Renault) em nono e Sebastian Vettel (Ferrari) em décimo.

PENALIZAÇÃO

O britânico Lando Norris, da McLaren, terceiro colocado no domingo passado no GP da Áustria, recebeu punição por ultrapassagem em Pierre Gasly durante bandeira amarela neste primeiro treino livre. Com isso, perderá três posições no grid. Nesta primeira sessão ele foi o 14º colocado.

RESERVAS

Dois pilotos reservas tiveram o gostinho de ir à pista nesta sexta-feira: Jack Aitken ocupou o lugar de George Russel na Williams e ficou em 17º, duas posições melhor que o outro piloto da Williams, Nicholas Latifi, que enfrentou problemas mecânicos e só compltou seis voltas. Na Alfa Romeo, Robert Kubica guiou no lugar de Antonio Giovinazzi e terminou em 18º, três posições atrás de Kimi Raikkonen, o outro piloto da Alfa Romeo. Os titulares retomam seus cockpits na próxima sessão livre, que acontece logo mais, a partir das 10h.

No sábado (11), mais um ensaio e também a classificação que definirá o grid para a prova de domingo (12), com largada às 10h10.

1º TREINO LIVRE PARA O GP DA ESTÍRIA (EM SPIELBERG, NA ÁUSTRIA)

ANÚNCIO DE MAIS DUAS ETAPAS NO CALENDÁRIO

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou mais duas etapas ao calendário da F1 em 2020, que até então contava com oito GPs. O GP da Toscana, que será realizado em Mugello no dia 13 de setembro, uma semana após o GP da Itália, em Monza, obviamente aproveitando a facilidade com a logística, e o GP da Rússia (em Sóchi), duas semanas depois, em 27 de setembro.

PROGRAMAÇÃO PARA O GP DA ESTÍRIA, NA ÁUSTRIA (RED BULL RING) - HORÁRIOS DE BRASÍLIA

Sexta-feira (10) 

Treino livre 1 - 6h às 7h30

Treino livre 2 - 10h às 11h30

Sábado (11)

Treino livre 3 - 7h às 8h

Classificação -  10h às 11h

Domingo 12)

GP da Áustria, largada às 10h10 (71 voltas)

CALENDÁRIO CONFIRMADO POR ENQUANTO PARA A TEMPORADA DE 2020:

5 de julho – GP da Áustria (Spielberg) - Já realizado, vitória de Valtteri Bottas (Mercedes)
12 de julho – GP da Estíria (Spielberg)
19 de julho – GP da Hungria (Hungaroring)
2 de agosto – GP da Grã-Bretanha (Silverstone)
9 de agosto – GP do Aniversário de 70 anos da Fórmula 1 (Silverstone)
16 de agosto – GP da Espanha (Barcelona)
30 de agosto – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps)
6 de setembro – GP da Itália (Monza)
13 de setembro - GP da Toscana (Mugello)
27 de setembro - GP da Rússia (Sóchi)


     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE 

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa