Britânico larga na frente pela 87ª vez na categoria. Foto: Mercedes-AMG F1

Britânico larga na frente pela 87ª vez na categoria. Foto: Mercedes-AMG F1

A tempoorada exuberante de Lewis Hamilton parece coadunada com azares que a Ferrari enfrenta.

Neste sábado (27) em Hockenheim, palco da 11ª etapa do Mundial de Fórmula 1, o GP da Alemanha, Hamilton classificou sua Mercedes #44 na primeira posição do grid para a prova que começa às 10h10 deste domingo (28), contando com problemas nos dois carros italianos.

A Ferrari liderou todos os treinos livres, o primeiro com Vettel e o segundo com Leclerc, mas na hora "H", Vettel sequer deixou os boxes no Q1 com um problema no turbo e Charles não pôde ir à luta pela pole no Q3, em razão de um defeito no sistema de combustível.

Assim, com 1min11s767, Hamilton conquistou su 87ª pole, algo que poderia simplesmente não ter acontecido pois ele esteve ameaçado de não conseguir participar da classificação, por dor de garganta. Esteban Ocon, piloto reserva da Mercedes, ficou de sobreaviso, mas o britânico se esforçou para o trabalho neste sábado e terá ao seu lado na primeira fila o holandês Max Verstappen (Red Bull), que ficou defasado em 0s346. 

Mercedes e Red Bull também formam a fila seguinte, com Valtteri Bottas em terceiro e Pierre Gasly em quarto.

A principal surpresa ficou por conta de Kimi Raikkonen. O veterano finlandês encontrou um acerto muito bom com sua Alfa Romeo pelos 4.574 metros do traçado alemão e larga em quinto, com o francês Romain Grosjean (Haas) em sexto, ao seu lado.

FIM DE SEMANA ESPECIAL PARA A MERCEDES

A equipe da estrela de três pontas vive um fim de semana ímpar em Hockenheim. Justamente na Alemanha, comemora 125 anos de envolvimento com o esporte a motor e seu 200º GP na Fórmula 1. Por conta disso, utiliza uma pintura especial em seus dois carros, com a parte frontal pintada de branco (como eram os primeiros carros de competição da marca) e diversas referências na carenagem a logos e inscrições antigas. No campeonato, a Mercedes domina com Hamilton e Bottas, os dois primeiros na classificação, com 223 e 184 pontos, respectivamente. Entre os contrutores, com 407, tem uma enorme vantagem sobre a segunda colocada, a Ferrari, que soma 243. A Red Bull, terceira colocado, tem 191.

FERRARI: CORRER ATRÁS DO PREJUÍZO

Com os problemas no Q3 e no Q1, respectivamente, Leclerc começará a corrida na Alemanha em décimo e Vettel em último, 20º lugar.

O GP DA ALEMANHA EM 2018...

No ano passado, Vettel fez a pole (1min11s212) e caminhava tranquilamente para vencer em casa quando errou e bateu no setor do Estádio, a 16 voltas para o final. A vitória, que estava nas mãos de Vettel até 16 voltas para ofinal, quando ele bateu, foi de Hamilton, com Bottas em segundo e Raikkonen em terceiro.

GRID - GP DA ALEMANHA DE F1 - HOCKENHEIM - 11ª ETAPA DO CAMPEONATO

 

 


  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    52
  • 2 Pal
    47
  • 3 San
    44
  • 4 Cor
    42
  • 5 São
    39
  • Veja tabela completa