Britânico se recuperou após perder o segundo lugar no começo. Foto: Mercedes-AMG Petronas F1

Britânico se recuperou após perder o segundo lugar no começo. Foto: Mercedes-AMG Petronas F1

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o GP de Portugal, disputado neste domingo (2) em Portimão, terceira etapa do Mundial de Fórmula 1, repetindo o feito de 2020, quando também triunfou no traçado lusitano.

Com 69 pontos, ele amplia a diferença no campeonato para Max Verstappen (Red Bull), que soma 61, graças ao segundo lugar na prova. A diferença, assim, que era de apenas um ponto do heptacampeão para o holandês, agora está em oito pontos.

Foi a 97ª vitória de Hamilton desde que estreou pela categoria, em 2007, então pela McLaren-Mercedes, formando uma dupla explosiva com Fernando Alonso, rivalidade que permitiu a Kimi Raikkonen (Ferrari) ficar com o título. Ainda assim, foi uma primeira temporada brilhante para o britânico, como vice-campeão, com quatro vitórias.

SAFETY-CAR LOGO NO COMEÇO...

Lewis teve um começo de prova relativamente adverso, ao perder o segundo lugar para Verstappen, mas recuperou sua posição de largada na volta 3 e superou Bottas no giro 20. A dinâmica da disputa aconteceu na relargada, pois a prova teve entrada do safety-car após toque entre as duas Alfa Romeo, Raikkonen em Giovinazzi, que tirou o finlandês da prova. Após os detritos terem sido removidos da pista, Bottas manteve-se à frente, com Verstappen conseguindo tomar o segundo posto de Hamilton.

No decorrer do GP de Portugal, Verstappen também conseguiu superar Bottas e terminou em segundo, com a Red Bull. O finlandês da Mercedes, mais uma vez sem conseguir acompanhar os dois melhores pilotos do grid, precisou se contentar com o terceiro lugar.

Sergio Pérez (Red Bull), terminou na posição em que largou, o quarto lugar, após uma estratégia diferente em relação aos três primeiros, retardando bastante sua parada para troca de pneus, apenas na volta 52, restando 14 para o final. Lando Norris (McLaren) foi o quinto e Charles Leclerc (Ferrari) completou a lista dos seis primeiros. O outro carro da Ferrari, com Sainz, foi apenas o 11º, apesar do espanhol ter largado em quinto, três posições à frente do monegasco.

Norris (McLaren) terminou em quinto e está em terceiro no campeonato. Foto: McLarenF1

 

As duas Ferrari na "montanha russa" de Portimão: Leclerc foi o sexto, enquanto Sainz ficou fora da zona de pontuação, em 11º. Foto: Scuderia Ferari

A Alpine teve um bom ritmo com sua dupla. Esteban Ocon foi o sétimo e Fernando Alonso finalizou em oitavo. Daniel Ricciardo (McLaren) se recuperou bem para terminar em novo, após partir em 16º, e Pierre Gasly (AlphaTauri) completou o top-10.

A Alpine teve seus dois pilotos entre os dez primeiros. Ocon (foto) foi o sétimo e Alonso recebeu a bandeira quadriculada em oitavo. Foto: Alpne F1 Team

DISPUTA PELO PONTO EXTRA...

Nas últimas voltas, duelo franco entre Bottas e Verstappen pelo ponto de bonificação da volta mais rápida. Ambos foram aos boxes para calçarem seus carros com pneus macios. Max até conseguiu ser melhor, mas sua volta foi cancelada por ter ultrapassado os limites em uma curva e coube a Bottas receber o ponto extra. Mesmo assim, ele é apenas o quarto colocado do campeonato, com 32 pontos, cinco atrás de Lando Norris, o terceiro.

Hamilton, segundo no grid, perdeu a posição para Verstappen no começo, recuperou, superou Bottas e venceu pela 97ª vez na F1. Foto: Mercedes-AMG Petronas F1

 CLASSIFICAÇÃO FINAL DO GP DE PORTUGAL DE FÓRMULA 1 (DEZ PRIMEIROS COLOCADOS)

 

A PROVA

Na largada, tudo normal com o pole Bottas que manteve-se à frente Raikkonen fora após toque no companheiro de equipe Giovinazzi. O incidente provocou a entrada do safety-car, para remoção dos detritos da asa dianteira da Alfa Romeo do finlandês. Na relargada, Verstappen foi mais agudo para ganhar o segundo lugar de Hamilton.

As posições mantiveram-se inalteradas até o terceiro giro, quando Hamilton conseguiu ultrapassar Verstappen e recuperar o segundo posto.

Na sequência, Hamilton começou a se distanciar de Verstappen e a se aproximar de Bottas, em busca da liderança.

Os dez primeiros na volta 15: Bottas, Hamilton, Verstappen, Pérez, Norris, Sainz, Leclerc, Ocon, Gasly e Vettel.

Boa recuperação de Ricciardo, que largou em 16º e já ocupava o 11º lugar. Na 18ª volta, com a asa aberta, Ricciardo passou com tranquilidade por Vettel e ingressou na zona de pontos.

HAMILTON NA LIDERANÇA

Absoluto, com a asa móvel aberta, por fora, Hamilton assumiu a ponta de Bottas na volta 20 e começou a abrir distância, deixando o problema para o finlandês, que tinha Verstappen nos retrovisores.

Hamilton (à direita), inicia a tangência para superar Bottas e assumir a liderança, na volta 20. Foto: Reprodução/Twitter/FIA

Sainz, que largou de pneus macios, foi o primeiro do pelotão da frente a fazer sua parada para troca, na volta 22.

Verstappen mantinha-se à caça em relação a Bottas, mas não o suficiente para tentar uma manobra para ganhar o segundo lugar.

A segunda Ferrari, com Leclerc, fez sua parada no giro 26.

Os seis primeiros na volta 30: Hamilton, Bottas, Verstappen, Pérez, Ricciardo e Alonso. Nenhum deles com parada para troca de pneus.

VERSTAPPEN SUPERA BOTTAS

Na volta 37, no mesmo ponto em que Hamilton havia superado o companheiro de equipe, foi a vez de Max superar o finlandês. Pérez, o único sem parada, era o líder neste instante.

A satisfação de liderar um GP pela primeira vez com um carro da Red Bull durou até a volta 51, quando, mesmo já tendo feito sua parada, Hamilton o superou para recuperar a ponta do GP de Portugal.

Pérez rumou ao pit-lane para finalmente mudar seus compostos na volta 52, para fazer os últimos 14 giros com pneus macios.

Os dez primeiros na volta 52: Hamilton Verstappen, Bottas, Pérez, Norris, Leclerc, Ocon, Sainz, Alonso e Ricciardo.

Na penútlima volta, Bottas e Verstappen foram aos boxes para troca de pneus, na intenção da melhor volta, em busca do ponto extra. Melhor sorte para o piloto da Mercedes, que conseguiu ganhar a bonificação. Max até fez um giro melhor, mas foi cancelado por ter ultrapassado os limites da curva 14.

Sem ser ameaçado, Hamilton venceu pela 97ª vez na Fórmula 1, com Verstappen e Bottas na sequência. Pérez foi o quarto, Norris o quinto e Leclerc completou o top-6.

PRÓXIMA ETAPA

Já no próximo domingo (9), acontece o GP da Espanha, em Montmeló. No ano passado a prova foi realizada em 16 de agosto e Hamilton fez a pole, com 1min15s584. Ele mesmo ganhou, Verstappen foi o segundo e Bottas completou o pódio.

O circuito de Montmeló recebe a Fórmula 1 no próximo domingo (9), dia em que acontece o GP da Espanha. Foto: Divulgação

 CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS TRÊS GPs (Imagem/F1/Twitter)

CALENDÁRIO COMPLETO DA FÓRMULA 1 EM 2021*

ETAPAS JÁ REALIZADAS

1. GP do Bahrein (Sakhir) – 28 de março - Pole de Max Verstappen (1mi28s997) - Vitória de Lewis Hamilton.
2. GP da Emilia-Romagna (Ímola) – 18 de Abril - Pole de Lewis Hamilton (1min14s411) - Vitória de Max Verstappen
3. GP de Portugal (Algarve/Portimão) – 2 de maio - Pole de Valtteri Bottas (1min18s348) - Vitória de Lewis Hamilton

PRÓXIMAS ETAPAS

4. GP da Espanha (Montmeló) – 9 de maio
5. GP de Mônaco (Principado) – 23 de maio
6. GP do Azerbaijão (Baku) – 6 de junho
7. GP da Turquia (Istambul) – 13 de junho
8. GP da França (Paul Ricard) – 27 de junho
9. GP da Áustria (Red Bull Ring) – 4 de julho
10. GP da Grã-Bretanha (Silverstone) – 18 de julho
11. GP da Hungria (Hungaroring) – 01 de agosto
12. GP da Bélgica (Spa-Francorchamps) – 29 de agosto
13. GP da Holanda (Zandvoort) – 5 de setembro
14. GP da Itália – (Monza)  12 de setembro
15. GP da Rússia – )Sóchi) 26 de setembro
16. GP de Singapura (Marina Bay)  – 3 de outubro
17. GP do Japão – (Suzuka) 10 de outubro
18. GP dos Estados Unidos ( Austin) – 24 de outubro
19. GP do México (Hermanos Rodriguez) – 31 de outubro
20. GP do Brasil (Interlagos) – 7 de novembro
21. GP da Austrália (Melbourne) – 21 de novembro
22. GP da Arábia Saudita (Gidá) – 5 de dezembro
23. GP de Abu Dhabi (Yas Marina) – 12 de dezembro

 

* Sujeito a alterações por conta da pandemia do novo coronavírus

 


     

 

 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa