Etapa de Melbourne abriria a temporada. Foto :Scuderia Ferrari

Etapa de Melbourne abriria a temporada. Foto :Scuderia Ferrari

O GP da Austrália de Fórmula 1, que abriria o Mundial deste ano em Melbourne, no próximo domingo (15), está cancelado.

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) tomou a decisão em razão da pandemia pelo novo coronavírus (covid-19), após reunião com as equipes e autoridades locais, visando garantir a segurança e saúde do público, integrantes das escuderias e todo o pessoal envolvido no fim de semana do evento, com atividades oficiais marcadas para começarem já nesta sexta-feira (13), com o primeiro treino livre.

Porém, a nota oficial demorou muito para ser divulgada, isso após uma grande especulação durante todo o dia. A decisão tomou corpo assim que a Mercedes informou que não participaria da etapa inaugural do campeonato, juntando-se à McLaren.

PRIMEIRA BAIXA

Antes do anúncio do cancelamento da prova, a McLaren divulgou que não participaria da etapa autstraliano por conta de um funcionário do time inglês ter testado positivo para o vírus. Ele está em isolamento na Austrália. Clique aqui e veja a matéria sobre a decisão da McLaren.

BOATO DURANTE O DIA

A quinta-feira trouxe uma avalanche de boatos sobre a realização ou não do GP da Austrália. Uma possibilidade inicial seria a de manter a etapa mas sem público. A BBC Sport divulgou uma nota dando conta de que dois pilotos deixaram a Austrália duas horas antes da decisão tomada pela FIA: Sebastian Vettel (Ferrari) e Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), o que acabou se confirmando.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa