Finlandês deixa a Mercedes no final deste ano. Foto: Twitter/Valtteri Bottas

Finlandês deixa a Mercedes no final deste ano. Foto: Twitter/Valtteri Bottas

Confirmando aquilo que se desenhava após o anúncio da retirada de Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) da Fórmula 1 ao término desta temporada, seu compatriota, o finlandês Valtteri Bottas, que desde 2017 é piloto da Mercedes, divulgou que será piloto da Alfa Romeo com vínculo a partir de 2022 "e além", como ele frisou em sua mensagem na nota divulgada pela Alfa Romeo nesta segunda-feira (6).

Agora, espera-se a óbvia confirmação de que George Russell, atualmente na Williams, seja o substituto de Bottas na Mercedes para o próximo ano, formando uma dupla integralmente britânica no time de Brackley.

"Um novo capítulo na minha carreira de corrida está se abrindo: estou animado para ingressar na Alfa Romeo Racing ORLEN em 2022 e além, para o que será um novo desafio com um fabricante icônico. A Alfa Romeo é uma marca que dispensa apresentações, eles escreveram ótimas páginas da história da Fórmula 1 e será uma honra representar esta marca. O potencial da fábrica em Hinwil (Suíça) é claro e estou adorando a oportunidade de ajudar a liderar a equipe para frente no grid, especialmente com os novos regulamentos em 2022, dando à equipe a chance de dar um salto no desempenho. Sou grato pela confiança que a equipe depositou em mim e mal posso esperar para retribuir sua fé: estou mais faminto do que nunca para correr por resultados e, quando chegar a hora, por vitórias. Eu conheço Fréd [Vasseur, diretor-executivo da Alfa Romeo] bem e estou ansioso para conhecer o resto da equipe com quem vou trabalhar, construindo relacionamentos tão fortes quanto os que tenho na Mercedes. Estou orgulhoso do que conquistei em Brackley (cidade onde fica a Mercedes na F1) e estou totalmente focado em terminar o trabalho enquanto lutamos por outro campeonato mundial, mas também estou ansioso para os novos desafios que me aguardam no próximo ano", resumiu Bottas, que em 28 de agosto completou 32 anos.

CARREIRA

Bottas estreou na Fórmula 1 em 2013, pela Williams, dois anos depois de ter sido campeão da GP3, categoria de monopostos em que defendeu a Lotus ART.

Ele permaneceu no time então capitaneado por Frank Williams até 2016, período em que subiu nove vezes ao pódio, duas como segundo colocado e sete como terceiro.

A primeira vitória aconteceu em seu primeiro ano na Mercedes (2017), ocupando a vaga deixada pelo campeão de 2016, o alemão Nico Rosberg. Foi no GP da Rússia, em Sóchi. Ele ainda venceu mais duas corridas naquele ano (Áustria e Abu Dhabi), e fechou a temporada em terceiro lugar.

Desde então foram mais seis triunfos, totalizando nove em sua carreira. Ele ocupa o terceiro lugar no atual campeonato, com 123 pontos. Max Verstappen (Red Bull) lidera com 224,5, três pontos à frente de Lewis Hamilton (Mercedes), o segundo colocado.


      

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa