Dupla Spinelli/Haddad durante a sexta etapa. Foto: MCH Photography/RF1

Dupla Spinelli/Haddad durante a sexta etapa. Foto: MCH Photography/RF1

Após seis etapas, a 43ª edição do Rally Dakar fez uma pausa neste sábado (9) para um dia de descanso, e volta no domingo (10) com mais uma especial difícil, de 471 quilômetros, entre Ha´il e Sakaka, etapa maratona, ou seja, depois dela, os competidores é que terão de fazer os eventuais reparos em seus equipamentos, sem poder contar com a ajuda da equipe de apoio.

DUPLA GUILHERME SPINELLI/YOUSSEF HADDAD

A bordo do Mini All4 Racing da equipe alemã X-raid, a dupla Spinelli/Haddad subiu uma posição em relação à etapa anterior, e agora ocupa o 14º lugar na classificação geral na categoria carros, cuja liderança é do duo formado por Stéphane Peterhansel/Edouard Boulanger, ambos franceses.

Spinelli falou sobre a dificuldade enfrentar na sexta etapa, toda ele na areia, com 485 quilômetros cronometrados, realizada na última sexta-feira (8).

"Foi uma especial praticamente toda na areia, com muitas dunas. Viemos bem, com ritmo razoável, sem atolar e precisar descer do carro em nenhum momento. Com isso, conseguimos terminar a metade do Dakar evoluindo todos os dias na classificação geral do Dakar desde a segunda etapa, ganhando hoje mais uma posição e ficar assim em 14o lugar no acumulado", comentou Guiga.

DUPLA REINALDO VARELA/MAYKEL JUSTO

Competindo na categoria UTVs, a dupla Varela/Justo ocupa a sexta colocação geral, a 1h25min11s dos líderes, os poloneses Aron Domzala e Maciej Martom.

Varela destacou o dia de descanso com ressalvas, pois, segundo ele, a pausa serve para uma ampla revisão no Can-Am Maverick X3 turbo e avaliação de estratégias.

“Dia de descanso é somente um nome que deram pra esse sábado. Por que na verdade ninguém vai descansar. Será um dia de revisão do equipamento, de reunião de planejamento da estratégia levando agora em consideração os resultados da primeira metade do Dakar. Será também um dia de reflexão, de tentar identificar possíveis erros para que não se repitam na parte final da prova. Ainda há muito o que conquistar no Dakar deste ano", projeta Reinaldo.

OUTROS BRASILEIROS NA PROVA

A dupla formada pelo piloto Marcelo Gastaldi (estreante) e o experiente navegador Lourival Roldan (vencedor na edição de 2017 ao lado de Leandro Torres), ficou em 20º lugar na especial de sexta-feira e ocupa a 16ª colocação entre os carros.

O navegador Gustavo Gugelmin, que forma dupla com o norte-americano Austin Jones na categoria UTVs, ficou na terceira colocação na última etapa e está na vice-liderança geral, a apenas 40 segundos dos líderes.

Dupla Reinaldo Varela/Maykel Justo enfrentando as dunas da sexta etapa do Dakar. MCH Photography

ROTEIRO COMPLETO DO RALLY DAKAR/2021

1ª etapa: 03/01 –  Jedá até Bisha – 277 km de especiais, 622 km de percurso total
2ª etapa: 04/01 – Bisha até Wadi Al Dawasir– 457 km de especiais, total de 684 km
3ª etapa: 05/01 –  Wadi Al Dawasir – 403 km de especiais, 630 km no total
4ª etapa: 06/01 – Wadi Al Dawasir até Riad– 337 km de especiais, total de 813 km
5ª etapa: 07/07 – Riad até Burayda – 419 km de especiais, total de 625 km
6ª etapa: 08/01 – Burayda até Ha´il – 485 km de especiais, 655 km no total
Descanso: 9/01 – Competidores recarregam as energias em Há´il
7ª etapa: 10/01 – Ha´il até Sakaka (maratona) – 471 km de especiais, 737 km no total
8ª etapa: 11/01 – Sakaka até Neom – 375 km de especiais, 709 km no total
9ª etapa: 12/01 – Neom – 465 km de especiais, 579 km no total
10ª etapa: 13/01 – Neom até AlUla– 342 km de especiais, total de 583 km
11ª etapa: 14/01 – AlUla até Yanbu – 511 km de especiais, 557 km no total
12ª etapa: 15/01 – Yanbu até Jedá  – 225 km de especiais, 452 km no total

   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa