Últimos meses do presidente Mário Gobbi e do seu treinador, Mano Menezes, prometem ser tensos

Últimos meses do presidente Mário Gobbi e do seu treinador, Mano Menezes, prometem ser tensos

O Corinthians, que, certamente, terá prejuízos sem a renda do jogo semifinal (e, óbvio, o final) da Copa do Brasil, corre sérios riscos de ficar também sem as milionárias rendas da Taça Libertadores.

Julgamento de Petros à parte (o clube pode perder quatro pontos no circense tapetão do STJD, hipótese que, nos bastidores do clube, é descartada), são cada vez maiores as chances de o clube não conseguir classificação à principal competição sul-americana, o que, além de ser um baque esportivo, é um golpe nas finanças do clube.

E, além de um time, que precisa ser refeito, é preciso pagar o estádio... Dos R$ 420 milhões inicialmente previstos dos CIDs (isenções fiscais da prefeitura), a prefeitura de São Paulo avisou que só liberará R$ 405 milhões. A alegação para reter R$ 15 milhões, segundo Corinthians e Odebrecht, é que o estádio não estava 100% concluído quando da sua inauguração oficial, na Copa do Mundo.

“Todo momento tenho que explicar isso à torcida. Posso convocar uma entrevista coletiva para explicar o que está acontecendo”, comentou Andrés ao BLOG DO VITÃO, irritado com o corte da prefeitura. Vale registrar que Andrés Sanchez se elegeu como deputado federal mais votado do PT, partido do prefeito Fernando Haddad.

Além dos CIDs, a engenharia corinthiana previa a injeção de cerca de R$ 400 milhões com a venda do “naming rights” do estádio, mas até agora, a venda do nome da Arena Corinthians (Itaquerão, Fielzão) não rolou. Alguma novidade, Andrés? “Não”.

Mas nem tudo é notícia ruim. Segundo fontes da Odebrecht, que assim que todo o dinheiro for liberado, o fundo criado por Corinthians e Odebrecht garantirão a “monetarização” (transformação dos títulos das CIDs em grana, bufunfa!) de 100% do valor emitido dos CIDs, sem deságio, como era uma das preocupações.

Sem CIDs. Nem paz

Problemas com estádio à parte, os manos do Mano não terão tranquilidade para trabalhar. A Gaviões da Fiel, maior organizada do clube, postou em suas redes sociais uma convocação, chamando os seus membros e corinthianos, de modo geral, a protestarem nesta sexta,  no CT Joaquim Grava.

Particularmente, achei ridículo o presidente Mário Gobbi demitir Tite, achei mais ridículo ainda contratar Mano (e, pior, ainda não tê-lo demitido). Mas acho esse tipo de protesto algo desnecesssário e que, ainda que seja feito sem violência (o que não é a regra), tira a razão de quem tem. 

Lugar de protestar é no estádio, na arquibancada. Ou fora dele, não indo, se achar que o ingresso, por exemplo, está muito caro. Em treino, não.

A nota oficial, na íntegra, da Gaviões, está no site da organizada: aqui.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL. É tudo nosso! É nóis na web!

Facebook: facebook.com/blogodovitao

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa