Atacante teve marcantes passagens por Corinthians e Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Atacante teve marcantes passagens por Corinthians e Palmeiras. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Um dos bons atacantes de sua geração, Edilson da Silva Ferreira, o Capetinha, completa 49 anos nesta terça-feira (17).

Polêmico (como não lembrar das embaixadinhas na final do Paulistaão de 1999, quando defendia o Corinthians, em partida contra o Palmeiras, no Morumbi?), ele começou sua carreira no futebol capixaba, pelo Industrial.

Baiano de Salvador, nascido em 17 de setembro de 1970, Edilson chamou atenção do Palmeiras após passagem pelo Guarani. No Verdão conquistou o bicampeoantao brasileiro (1993/1994), o bi paulista nos mesmos anos e o Torneio Rio-São Paulo em 1993.

Depois de uma passagem curta pelo Benfica (Portugal), Edilson voltou ao Brasil onde teve uma fase exuberante pelo Corinthians, levantando várias taças. Foi bicampeão brasileiro (1998 e 1999), campeão paulista (1999) e Mundial de Clubes (2000).

Disputou quatro jogos na Copa de 2002 (disputada conjuntamente no Japão e na Coreia do Sul), torneio vencido pela seleção braileira, tnedo sido titular na vitória por 5 a 2 diante da Costa Rica. Nas outras três partidas entrou sempre na etapa final.

Entre outros clubes, ainda defendeu o Flamengo, Cruzeiro, São Caetano, Vasco, Vitória, Bahia e Kashiwa Reyson (Japão).

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE EDILSON NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?".

Ronaldo Giovanelli, Nilton Batata, Everton e Edilson durante o 3º Tempo da Band em 28 de julho de 2019. Foto: Reprodução

No player abaixo, ouça a participação de Edilson no "Domingo Esportivo" do dia 15 de abril de 2018, comandado por Milton Neves

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa