Gol de Coman aconteceu na etapa final. Foto: Twitter/UEFA

Gol de Coman aconteceu na etapa final. Foto: Twitter/UEFA

O Bayern de Munique venceu o PSG neste domingo por 1 a 0, gol de Coman aos 14 minutos da etapa final e conquistou a Liga dos Campeões da Europa, em partida realizada neste domingo (23) no Estádio da Luz, em Lisboa (Portugal).

Foi o sexto título da equipe alemã no principal torneio de clubes do mundo, em uma final inédita diante da equipe francesa, que teve um bom primeiro tempo, mas não resistiu ao poder dos bávaros na etapa complementar.

O time alemão fez uma campanha espetacular no torneio, com 11 vitórias e 43 gols marcados.

O JOGO

Os dez primeiros minutos foram de muitos estudos por ambas as equpes, com ligeira superioridade do Bayern na posse e bola, mas a chance mais aguda aconteceu com o PSG, aos 13 minutos, em bela tabela entre Mbappé e Bernat O francês arrematou mas a bola explodiu em Goretzka.

Aos 17, nova chance do time francês, com Neymar, que chutou e Neuer defendeu com o pé. No rebote, o brasileiro buscou Di Maria mas o goleiro alemão novamente salvou com o pé, colocando para escanteio.

Aos 21 minutos, a melhor chance, com o Bayern. Lewandowski recebeu na grande área, virou o corpo e bateu aparentemente sem tanta força, mas a bola foi além do alcance de Navas, que por sorte viu a mesma encontrar sua trave direita.

Resposta do PSG dois minutos depois, quando Herrera deixou Dí Maria em ótima condição, mas o argentino chutou por cima, desperediçando boa chance em bela trama do ataque da equipe de Paris.

Na sequência, Boateng sentiu contusão e acabou substituído por Niklas Sülle.

Aos 30, mais uma chance para Lewandowski, que recebeu cruzamento da direita e tocou de cabeça, mas um pouco desequilibrado. A bola foi em cima de Navas, que defendeu no reflexo, dando rebote, mas sem sequência para o time bávaro.

A partida ficou paralisada por alguns instantes para atendimento a Thiago Silva. O zagueiro se queixou, mas aparentemente apenas para esfriar o ímpeto do adversário, que mais uma vez chegou perto de abrir o placar na capital portuguesa.

Aos 45, Mbappé desperdiçou grande chance, arrematando fraco após defesa do Bayern entregar de bandeja. 

Reclamação de pênalti para o Bayern nos acréscimos, quando Coman foi ao chão, após Kehner tocá-lo no  ombro, mas o árbitro mandou a partida seguir, e por pouco tempo, pois em seguida encerrou o movimentado primeiro tempo da final, que teve Neymar bastante apagado.

ETAPA FINAL...

Aos 6 minutos, confusão. Neymar sofreu pisão de Gnabry. Paredes tomou as dores do brasileiro e encostou em suas costas. Ambos levaram cartão amarelo e o jogo seguiu. Tudo bem com Neymar.

GOL DO BAYERN!

Aos 14 minutos, o gol do Bayern de Munique. Kimmich cruzou da direita e a bola, alta encontrou Coman absolutamente livre. O ponta escolheu o canto esquerdo de Navas e cabeceou sem chance para abrir o placar.

E o Bayern não se encolheu, manteve o ritmo forte em busca do segundo gol e o treinador Hans-Dieter Flick promoeu duas alterações no time alemão: Coutinho no lugar de Gnabry e Perisic na vaga de Coman, o autor do gol.

O PSG também mudou, com as entradas de Draxler e Kurzawa, nos lugares de Herrera e Bernat.

Boa chance para o Bayern ampliar aos 40. Lewandowski sofreu falta de Thiago Silva na entrada da grande área, pelo lado esquerdo. Coutinho bateu à direita, junto à trave de Navas.

O PSG armou um grande contra-ataque aos 46 mas Neymar, na grande área, não conseguiu servir Choupo-Moting, que ainda foi acionado mais uma vez por Neymar no penúltimo minuto, mas acabou fazendo falta sobre o defensor alemão.

O Bayern conduziu o minuto final prendendo bem a bola e garantindo o título.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa