Piloto conquistou o título no Mundial de Endurance neste ano. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

Piloto conquistou o título no Mundial de Endurance neste ano. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

Fechando a temporada de 2017 do Bella Macchina, presença de Bruno Senna no canal de automobilismo do Portal Terceiro Tempo, falando inicialmente sobre seu título recentemente conquistado no Campeonato Mundial de Endurance pela LMP2, dividindo o carro #31 da equipe suíça Rebéllion com o francês Julien Canal e Nicolas Prost.

Sobrinho de Ayrton Senna, Bruno, de 34 anos, destacou o excepcional carro que guiou, um protótipo de 600 cavalos e apenas 900 quilos.

"Nas últimas cinco corridas nós vencemos quatro. Foi uma briga muito grande, e o carro da LMP2 neste ano estava animal de pilotar, com 600 cavalos, 900 quilos, era realmente um super carro de corrida com muito downforce, como um monoposto, e depois de 72 horas de corridas, incluindo Le Mans, a diferença entre vencer e perder o campeonato era de dez segundos", ponderou o piloto.

Bruno Senna, que esteve na F1 em 2010 (HRT), 2011 (Lotus) e Williams (2012), também diputou duas temporadas pela Fórmula E, também relembrou a corrida que em sua opinião foi sua maior vitória no automobiilsimo.

"Eu acho que aquela foi a minha maior vitória até hoje no automobilismo. Vencer em Mônaco não é fácil pra ninguém em qualquer categoria, sempre tem que estar tudo certo pra você, é mais ou menos como Le Mans e Indy 500. Eu não larguei na pole, larguei em segundo (Pastor Maldonado era o primeiro no grid), e eu dominei a corrida até umas 15 voltas para o fim quando teve um acidente antes da Lowes e a pista ficou `trancada´e minha vantagem de sete segundos de vantagem para o Maldonado acabou, então foi uma super corrida e até hoje só tem o nome Senna como brasileiros que venceram em Mônaco", destacou Bruno.

Ele ainda falou sobre suas três participações na Stock Car, em 2013 (Corrida do Milhão) e formando parceria com Antonio Pizzonia nas corridas de duplas de 2014 e 2015, deixando em aberto a possibilidade para disputar a próxima corrida de duplas da categoria, marcada para o dia 10 de março, em Interlagos.

"A Stock me impressionou desde a primeira vez em que pilotei, pelo nível dos pilotos que são fortíssimos, a gente vê a Stock forte há muito tempo, em termos de competição, de público, enfim, de como o campeonato está operado e eu acho uma opção interessantíssima para o futuro. No momento eu continuo correndo fora, eu tenho uma boa carreira fora do Brasil e acho que seria interessante continuar por lá. Obviamente a gente está acostumado com carros mais avançados do que o carro da Stock no Brasil, especialmente em termos de segurança, eu tenho mais confiança nos carros com chassi de fibra de carbono, que é o que a gente compete fora do Brasil, mas, enfim, a Stock tem muito chão pela frente, a gente sabe que tem planos de renovação de carro no futuro e correr no Brasil no futuro seria uma opção bem legal", projeta Bruno, que disse que algumas coisas estão acontecendo para sua participação na abertura da temporada, em São Paulo.

"Tem umas coisas acontecendo mas ainda não está certo. Não bate o calendário mas bate com o Salão de Genebra, que talvez seja um problema mas a gente ainda não sabe", ressaltou Bruno.

ABAIXO, O VÍDEO COM A ENTREVISTA DE BRUNO SENNA A MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO BELLA MACCHINA, COM EDIÇÃO DE LUCAS MICHELETTI

 Lu, Bruno Senna, Marcos Júnior Micheletti e Márcio Fonseca na antessala da redação do Portal Terceiro Tempo, minutos antes da gravação do Bella Macchina. Foto: Túlio Nassif/Portal TT

Marcos Júnior Micheletti e Bruno Senna na redação do Portal Terceiro Tempo. Foto: Túlio Nassif

"Caramba, quanto troféu que o Milton Neves tem!", disse Bruno ao conhecer a sala do jornalista na redação do Portal Terceiro Tempo. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT


 


 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR TODAS AS COLUNAS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI

 


  

 

SOBRE O COLUNISTA

Editor de automobilismo do Portal Terceiro Tempo, começou no site de Milton Neves em 10 de março de 2009. Também atua como repórter, redator geral, colunista e fotógrafo. Em novembro de 2010 criou o Bella Macchina, programa em vídeo sobre esporte a motor que já contou com as presenças de Felipe Massa, Cacá Bueno, Bruno Senna, Bia Figueiredo, Ingo Hoffmann e Roberto Moreno, entre outros.

Arquivos