Rodada dupla paranaense teve emoções até o final. Fotos: Victor Eleuterio/Divulgação

Rodada dupla paranaense teve emoções até o final. Fotos: Victor Eleuterio/Divulgação

O paulistano Rafael Suzuki (Full Time Bassani) e o sorocabano Átila Abreu (Shell V-Power) foram os vencedores da sétima etapa da Stock Car, rodada dupla realizada no anel externo do Autódromo Internacional de Curitiba neste domingo (8).

Partindo da pole, Suzuki dominou a corrida 1, liderando de ponta a ponta, seguido por Daniel Serra e Gabriel Casagrande, que completaram o pódio.

A corrida 2 começou com Átila Abreu partindo em primeiro, graças à inversão de grid, pois ele terminou a corrida 1 em décimo. Mas o destaque foi Felipe Lapenna (Hot Car), que largou em quinto e na primeira volta já era o líder, condição que manteve até menos de um minuto para o final, quando teve uma pane de combustível (falta ou problema na bomba), impedindo aquela que seria sua primeira vitória na Stock. Assím, o triunfo caiu no colo de Átila, com Casagrande em segundo e Denis Navarro em terceiro.

COMO FICOM O CAMPEONATO

Com os resultados, Daniel Serra se mantém na liderança do campeonato com 238 pontos contra 230 de Gabriel Casagrande, o segundo colocado. Eles abriram uma margem ampla para os demais concorrentes. Cesar Ramos, em terceiro, soma 169. Ricardo Zonta, o quarto, está com 167 e Rubens Barrichello, em quinto, contabiliza 160. Fechando o top-6 do certame está Átila Abreu, com 158.

PAUSA

A Stock volta somente em 18 e 19 de setembro, em Goiânia, para duas etapas, a oitava e a nona.

CORRIDA 1

Na largada, Suzuki sustentou-se na primeira colocação mas Daniel Serra perdeu o segundo lugar para Casagrande. A primeira curva foi tranquila para todos, mas na sequência diversos pilotos se tocaram e vários acabaram ficando pelo caminho, casos de Cesar Ramos, Felipe Massa e Ricardo Zonta. Isso provocou a entrada do safety-car.

Retomada da prova e na relargada as posições foram mantidas: Suzuki, Casagrande, Serra, Mauricio, Lapenna e Cacá Bueno. Desses, destaque para Lapenna, que largou em oitavo e saltou para quinto.

Problema com Julio Campos na volta 7. O parachoque traseiro ficou preso apenas pelo lado direito e ele abandonou. Outro a abandonar neste giro foi Galid Osman.

Bela manobra de Serra para superar Casagrande na volta 9 e assumir a segunda colocação, mas Casagrande devolveu a manobra na abertura da volta seguinte. A disputa continuou e Serra voltou a superar Casagrande.

Enquanto isso, Suzuki se aproveitava da briga e conseguia abrir 1s5 para Serra. Cacá Bueno ganhou a quinta posição de Lapenna.

Boxes abertos para as paradas obrigatórias. Casagrande teve uma parada lenta e Thiago Camilo desistiu da disputa, entrando na garagem.

Após as paradas, os seis primeiros: Suzuki, Serra, Casagrande, Salas, Cacá e Lapenna.

Lapenna, em disputa com Cacá e o pentacampeão levou a pior, saindo para a área de escape.

Muita pressão de Serra em Suzuki pela liderança e safety-car na pista por conta de batida de Jimenez, que antes de tocar na barreira de pneus vinha com a suspensão dianteira direita quebrada.

Restando três voltas a prova foi retomada e Suzuki conseguiu sustentar-se em primeiro, com Serra em segundo e depois Casagrande, Salas, Lapenna e Gomes.

De ponta a ponta, Suzuki conseguiu vencer e, assim, alinhou em décimo para a corrida 2. Por outro lado, Átila Abreu, que terminou em décimo, partiu em primeiro, com Cacá Bueno ao seu lado na primeira fila.

CORRIDA 2

Sensacional largada de Lapenna, da quinta para a primeira colocação. Cacá perdeu posições e caiu de segundo para sexto.

Os seis primeiros na volta 3: Lapenna, Átila, Barrichello, Casagrande, Salas e Cacá.

Posições inalteradas, apesar da aproximação de Átila em relação a Lapenna.

Os quatro primeiros muito próximos, mas Átila perdeu um pouco de contato para Lapenna. Duas posições perdidas para Barrichello na volta 12, para Casagrande e Salas. Mas Barrichello recuperou uma posição, de Salas e Casagrande ganhou o segundo lugar de Átila.

Boxes abertos para as paradas obrigatórias na volta 15.

As seis primeiras posições após todos fazerem seus pit-stops: Lapenna, Átila, Salas, Casagrande, Cacá, Mauríicio e Khodair. Toque entre Barrichello e Salas e pior para o ex-F1, que rodou e teve quebra nasuspensão traseira esquerda, rodando novamente na sequência. Drive tru para Salas, punido pelo toque com Barrichello.

No minuto final, sem combustível ou com problema na bomba, Lapenna perdeu a liderança para Átila Abreu, que acabou vencendo a corrida 2, seguido por Casagrande, Navarro, Cacá, Serra e Suzuki. Lapenna, balançando o carro, ainda foi aos boxes para reabastecer mas na volta à pista ele acabou abandonando.

CALENDÁRIO DA STOCK CAR PARA 2021 *

25/04 – 1ª etapa – Goiânia - Pole de Cacá Bueno (1min26s863) - Vitórias de Daniel Serra e Ricardo Maurício.
16/05 – 2ª etapa – Interlagos - Pole de Gabriel Casagrande (1min39s800) - Vitórias de Gabriel Casagrande e Antonio Félix da Costa
19/06 - 3ª etapa - Velocitta - Pole de Ricardo Zonta (1min31s125) - Vitórias de Gabriel Casagrande e Rubens Barrichello
20/06 – 4ª etapa – Velocitta - Pole de Rubens Barrichello (1min31s267) - Vitórias de Rubens Barrichello e Ricardo Zonta
11/07– 5ª etapa – Cascavel - Pole de Thiago Camilo (1min03s741) - Vitórias de Thiago Camilo e Átila Abreu
01/08– 6ª etapa – Curitiba - Pole de Ricardo Mauricio (1min20s515) - Vitórias de Ricardo Mauricio e Thiago Camilo
08/08– 7ª etapa – Curitiba (Anel externo) - Pole de Rafael Suzuki (50s095) - Vitórias de Rafael Suzuki e Átila Abreu

PRÓXIMAS ETAPAS:

18 e 19/09 – 8ª e 9ª etapas – Goiânia
24/10– 10ª etapa– Velocitta
21/11– 11ª etapa – Santa Cruz do Sul
12/12– 12ª etapa – Brasília (o autódromo passará por reformas)

* sujeito a alterações

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa