Gaúcho de Pelotas, ele também atuou pelo Grêmio. Foto: Divulgação

Gaúcho de Pelotas, ele também atuou pelo Grêmio. Foto: Divulgação

Goleiro do Botafogo de Futebol e Regatas em duas passagens, a primeira entre 1967 e 1968 e depois, de 1972 a 1974, Cao, o Luiz Carlos Pires de Queiroz, morreu nesta quarta-feira (13), em decorrência de um aneurisma cerebral. Ele estava com 76 anos.

Gaúcho de Pelotas, Cao também defendeu as metas do Pelotas, São Cristóvão, Grêmio, Dom Bosco e CSA.

No Botafogo, onde atuou por mais de 200 partidas, alcançou a condição de titular após a saída de Manga, e  bicampeão carioca, em 1967 e 1968.

O Botafogo divulgou uma nota de pesar por meio de seu Twitter oficial, que segue abaixo, na íntegra:

Com imenso pesar, o Botafogo lamenta o falecimento de Luiz Carlos de Queiroz, o nosso eterno Cao. Pelo Glorioso, o ex-goleiro foi bicampeão estadual, campeão brasileiro e disputou mais de 200 partidas. Um gigante da nossa história! Descanse em paz!

Veja no card oficial dados da final contra o Botafogo, quando Madurga estava entre os titulares


Em pé: Galli, Cao, Gaguinho, Pereira, Éder, Bota e massagista Mendonça. Agachados: Wilsinho, Magela, Djalma, Fidélis e Pelego


Cao, pelo Botafogo, em jogo contra o Vasco, no Maracanã, em 1969


Botafogo no gramado do Maracanã durante o Torneio Início do Campeonato Carioca de 1967. Em pé estão Moreira, Zé Carlos, Nei Conceição, Cao, Dimas e Valtencir; agachados vemos jogador não identificado, Carlos Roberto, Airton Beleza e mais dois jogadores não identificados


Em pé: Moreira, Cao, Zé Carlos, Leônidas, Valtencir e Carlos Roberto. Agachados: Rogério, Gérson, Roberto, Jairzinho e Paulo César Caju.


Ele mora em Pelotas


Mais de 140 mil pessoas foram ao Maracanã e viram o Botafogo conquistar o campeonato carioca de 1968 após golear o Vasco por 4 a 0. Era o segundo bicampeonato estadual do Fogão na década (o primeiro foi em 1961/62) Em pé: Moreira, Cao, Zé Carlos, Sebastião Leônidas, Valtencir e Carlos Roberto. Agachados: Rogério, Gérson, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cezar Caju


Mais de 140 mil pessoas foram ao Maracanã e viram o Botafogo conquistar o campeonato carioca de 1968 após golear o Vasco por 4 a 0. Era o segundo bicampeonato estadual do Fogão na década (o primeiro foi em 1961/62) Em pé: Moreira, Cao, Zé Carlos, Sebastião Leônidas, Valtencir e Carlos Roberto. Agachados: Rogério, Gérson, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cezar Caju


Mais de 140 mil pessoas foram ao Maracanã e viram o Botafogo conquistar o campeonato carioca de 1968 após golear o Vasco por 4 a 0. Era o segundo bicampeonato estadual do Fogão na década (o primeiro foi em 1961/62)Em pé: Moreira, Cao, Zé Carlos, Sebastião Leônidas, Valtencir e Carlos Roberto. Agachados: Rogério, Gérson, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cezar Caju


Botafogo em 1969. Em pé: Moreira, Cao, Chiquinho, Moisés, Valtencir e Carlos Roberto. Agachados: Rogério, Afonsinho, Ferretti, Jairzinho e Paulo Cezar Lima.


Em pé (da esquerda para a direita): Miranda, Brito, Osmar, Marinho Chagas, Cao e Carbone. Agachados: Zequinha, Carlos Roberto, Ferreti, Jairzinho e Dirceu. Foto: Reprodução

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa