Ex-dirigente são-paulino morreu aos 99 anos de idade. Foto: Portal TT

Ex-dirigente são-paulino morreu aos 99 anos de idade. Foto: Portal TT

Laudo Natel, uma das figuras mais importantes da história administrativa do São Paulo Futebol Clube, completia 100 anos nesta segunda-feira (14).

Ex-presidente do Tricolor, Laudo Natel, morreu 18 de maio de 2020. A causa da morte não foi revelada.

Natural da cidade paulista de São Manuel, Laudo Natel associou-se ao São Paulo em 1946 e foi presidente do clube entre 1958 e 1971. Coordenou as obras de construção do Morumbi, estádio inaugurado em 2 de outubro de 1960.

Formado em Economia, Laudo Natel utilizou sua larga experiência como diretor financeiro do Bradesco na empreitada que levantou o estádio, que foi batizado de Cícero Pompeu de Toledo, cujas obras foram iniciadas em 4 de agosto de 1952. Também militou na política, sendo governador de São Paulo por duas ocasiões.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE LAUDO NATEL NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?

Na sede do governo paulista, da esquerda para a direita, o terceiro é o então governador Laudo Natel, seguido por Jordão Bruno Saccomani. Foto: arquivo de Gustavo Saccomani

 

Da esquerda para a direita, Adolpho Bloch, Laudo Natel examinando o número zero de Domingo Ilustrado e Salomão Schwartzman. Foto: Reprodução da revista Manchete

 

O Tricolor do Campeonato Paulista de 1996. Em pé, da esquerda para a direita: Moracy Sant´tanna (preparador físico, em parte), Sérgio Rocha (preparador físico), pessoa não identificada, Edmílson, Bordon, Serginho, Axel, Zetti e Rojas (treinador de goleiros): Agachados: Válber, Müller, Denilson, Adriano, Belletti, Valdir e o ex-governador e presidente tricolor, Laudo Natel. Foto: Enciclopédia Tricolor

 

Da esquerda para a direita, na fileira de trás: Silas, Geraldo, Fonseca, Muller, Márcio Araújo (atrás de Muller), o goleiro Abelha, Éder Taino, o fisioterapeuta Luiz Rosan e Sidney. Na segunda fileira: Agnaldo, Zé Carlos, o baixinho Marco Aurélio Cunha, Pintado (atrás de Cunha), Rubinho, o lateral Nelsinho, Carlos Miguel Aidar, Laudo Natel (atrás de Carlos Miguel Aidar), Pianelli, Renatinho, Vizolli e Constantino Cury

 

Da esquerda para a direita, Manoel Raimundo Paes de Almeida e Laudo Natel com a mão sobre o ombro de um garoto são-paulino. Foto enviada por Walter Roberto Peres

 

Em frente ao ginásio do Palmeiras, craques do Futebol de Salão do Palmeiras. O primeiro, da esquerda para a direita é Marcos Barbosa. depois o Prof. Sampaio, Luis Massa (conselheiro), Zé (roupeiro), Álvaro, Roberto, Tamba, Gugu, Rigoberto e Maleta. À frente, de terno está Laudo Natel, Bricio Pompeu de Toledo e Jordão Bruno Saccomani. Agachados: Beto, Pipa, Carlinhos, Pinga Fogo, Sorage e China. Foto: arquivo pesoal de Sorage

 

Da esquerda para a direita, Luis Fabiano e Juvenal Juvêncio observam o capitão tricolor Rogério Ceni agradecendo a torcida pela homenagem antes do duelo contra o Atlético-MG. Laudo Natel à direita da foto abraça o goleiro em forma de gratidão. Foto: iG

 

Rogério Ceni (centro) recebe homenagem pelos seus mil jogos de Luis Fabiano, Juvenal Juvêncio, Laudo Natel e Júlio Casares. Foto: iG

 

Da esquerda para a direita, o saudoso diretor do São Paulo Teófilo Castro é o segundo e o ex-presidente do São Paulo Laudo Natel. Foto: Sarkis

 

Marcelo Martines é o primeiro da esquerda para a direita. O terceiro é Laudo Natel, seguido pelo jornalista Ricardo Viveiros e Jaime Franco. Foto: Sarkis

 

Empresário Samuel Ratinoff, Vicente Feola, Laudo Natel, Orlando Duarte e o diretor do São Paulo FC, Mario Naddeo. Era o Tricolor do Morumbi em excursão

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

As olimpíadas, atletas, eleições e diretores abnegados do São Paulo Futebol Clube entre 50 e 60, sempre serão lembrados no Morumbi. Foto: Sarkis

 

Vejam o ingresso do primeiro jogo do Estádio Cícero Pompeu de Toledo. Imagem enviada por Milton Paranhos

 

Atrás do alambrado do Pacaembu, o mais baixo é Laudo Natel, elegante em seu terno completo, inclusive colete de lã, em tarde fria na capital paulista. Repare que o senhor à esquerda está com um sobretudo no antebraço. Foto: Sarkis

 

São-paulinos ilustres reunidos. Em pé, Manoel Raymundo Paes de Almeida. Sentado, o segundo da esquerda para a direita é Laudo Natel. Foto: Sarkis

 

Em 1969 no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. Na "Curvinha", que tinha os bancos de madeira pintados em cor-de-laranja, na fileira da frente, o último da esquerda para a direita é Laudo Natel. No banco de trás, do segundo em diante, temos: Poy, Manoel Raymundo Paes de Almeida e Manoel Poço. Foto: Sarkis

 

Na saída do vestiário, em 1961, o primeiro à esquerda é o Dr. Dalzell Freire Gaspar. O terceiro é Poy e o último à direita, à frente, é Laudo Natel. Foto: Sarkis

 

O quarto, da esquerda para a direita é Manoel Raymundo Paes de Almeida, seguido por Laudo Natel, em imagem de 1960. Foto: Sarkis

 

Sentos à mesa estão, da esquerda para à direita, Waldemar Mariz de Oliveira, com a mão no rosto, Laudo Natel, quase completamente encoberto e Mário Naddeo de costas. Foto: Sarkis

 

Em 1959, toda a nata da diretoria do Tricolor Paulista se reuniu em um jantar. Laudo Natel, o sexto sentado, e Waldemar Mariz de Oliveira, o sétimo sentado, comandaram o evento.

 

Reunidos à beira da piscina do Morumbi estão, da esquerda para à direita: Laudo Natel olhando para baixo, seguido por Manoel Raymundo Paes de Almeida e uma bela banhista. Foto: Sarkis

 

Reunidos à beira da piscina do Morumbi estão, da esquerda para à direita: Laudo Natel de braços cruzados, seguido por Manoel Raymundo Paes de Almeida e uma bela banhista. Foto: Sarkis

 

Grandes celebridades do Tricolor estiveram presentes, em pé, da esquerda para à direita: o terceiro é Julio Brisola, uma bela banhista, seguidos por Manoel Raymundo Paes de Almeida, o sétimo é Laudo Natel e o décimo, de chapéu preto, é Monsenho Bastos. Foto: Sarkis

 

Antes da construção do estádio do São Paulo, a foto da primeira piscina do clube. Em pé, da esquerda para à direita: Henri Aidar é o décimo segundo, usando óculos e terno, Laudo Natel é o décimo quarto, vestindo uma bela gravata amarela, o décimo quarto é Waldemar Mariz de Oliveira, com terno e óculos escuros e o último, de camisa estampada, é Mário Naddeo. Foto: Sarkis

 

Na Rua Javari, sede do Clube Atlético Juventus, da Mooca. Da esquerda para a direita, os três primeiros são: Waldemar Mariz de Oliveira ( de chapéu e sobretudo ); Manoel Raymundo Paes de Almeida e Mário Previato. Américo Egídio Pereira é o quarto, Laudo Natel o quinto e Vicente Feola o sétimo. Foto: Sarkis

 

Nas piscinas do Morumbi estão: Marcelo Martines, o primeiro, da esquerda para a direita, e Laudo Natel, o terceiro da foto. Foto: Sarkis

 

Sentados à mesa estão, da esquerda para à direita: Laudo Natel, Henri Aidar, Dr. Waldemar Mariz de Oliveira e Monsenhor Bastos.

 

Laudo Natel cumprimenta garotas que subiram ao pódio, após competição de natação na piscina do Morumbi. Foto: Sarkis

 

O ex-presidente do São Paulo Laudo Natel, à esquerda, recebendo homenagem. Foto: Sarkis

 

Imagem de grandes apaixonados pelo São Paulo, os três últimos homens sentados são, da esquerda para à direita: Marcelo Martines, Laudo Natel e Henri Aidar.

 

Laudo Natel, o quinto, da esquerda para a direita, abraça companheiro durante evento no Tricolor. Foto: Sarkis

 

Da esquerda para a direita, Laudo Natel é o quarto, a esposa de Laudo Natel é a quinta, Manoel Raymundo Paes de Almeida é o sexto, Carlos Joel Nelli (ex-diretor da revista A Gazeta Esportiva) é o sétimo e Júlio Brisola é o último. Foto: Sarkis

 

Gesticulando com as mãos, está Laudo Natel e ao seu lado de óculos, está Manoel Raymundo Paes de Almeida. Foto: Sarkis

 

Da esquerda para a direita, encontramos Laudo Natel (o terceiro), a esposa de Laudo Natel (a quarta pessoa), Manoel Raymundo Paes de Almeida (o quinto), o ex-diretor Carlos Joel Nelli da revista A Gazeta Esportiva (o sexto) e Júlio Brisola (o último). Foto: Sarkis

 

Laudo Natel sempre ao lado do esporte no Morumbi. Foto: Sarkis

 

Da esquerda para a direita, Olten Ayres de Abreu (com óculos de sol) é o segundo, Henri Aidar (de bigode e com óculos de sol) é o terceiro, Laudo Natel é o sexto, Hélio Silva (ex-presidente Torcida Uniformizada do São Paulo) é o sétimo e Antônio Nunes Leme Galvão (ex-presidente do São Paulo e na época, dono de construtora que participou da construção do Estádio do Morumbi) é o nono. Foto: Sarkis

 

Da esquerda para a direita, Delfino Facchina (ex-presidente do Palmeiras) é o primeiro com a faixa de Campeão Paulista, Laudo Natel (ex-presidente do São Paulo) sorrindo e Américo Egídio Pereira cumprimentando Delfino Facchina. Foto: Sarkis

 

Edson Leite, Laudo Natel e Paulo Machado de Carvalho discutem os novos rumos da televisão brasileira. Foto reprodução do livro "Um show de rádio"

 

O São Paulo e a política sempre dividiram o coração de Laudo Natel

 

À esquerda, fora da mesa, aparece apenas a testa de Flávio Iazetti. Na parte esquerda da mesa, o primeiro é Marcelo Leite, com Laudo Natel ao seu lado. Foto: Arquivo ACEESP

 

Emílio Colella, ao centro, cumprimenta João Hogelange, enquanto Laudo Natel aparece à esquerda. Foto: Arquivo ACEESP

 

De costas, conversam Emílio Colella e Gylmar dos Santos Neves. De frente, o terceiro da direita para a esquerda é Laudo Natel e o quinto é Athiê Jorge Cury. Foto: Arquivo ACEESP

 

Laudo Natel (cumprimentando amigo) está em pé e Carlos Aymard se encontra atrás. Foto arquivo ACEESP

 

Mário Previato, Laudo Natel, Silvio Luiz, Carlos Aymard e Américo Egídio Pereira. Foto arquivo ACEESP

 

Carlos Aymard, Laudo Natel, Lucas Neto (é o quarto) e Araken Patuska (é o último) estão em pé. Foto arquivo ACEESP

 

Laudo Natel é o segundo em pé. Foto arquivo ACEESP

 

Laudo Natel e Carlos Aymard estão em pé. Foto arquivo ACEESP

 

Laudo Natel (é o segundo em pé) e Carlos Aymard se encontra atrás de Laudo Natel. Foto arquivo ACEESP

 

Flávio Iazetti, Laudo Natel e Lucas Neto (o quarto). Foto arquivo ACEESP

 

Salomão Pavlovsky, Laudo Natel, Manolinho (de gravata borboleta) e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

Carlos Aymard e Laudo Natel. Foto arquivo ACEESP

 

Flávio Iazetti, Laudo Natel e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

Hélio Claudimiro (é o quarto), Laudo Natel e o famoso cantor Nilo, integrante da banda que tocou no jantar. Foto arquivo ACEESP

 

Carlos Aymard, Laudo Natel, Jordão Bruno Saccomani (ex-presidente do Palmeiras) e Vicente Matheus (ex-presidente do Corinthians) parcialmente encoberto segurando copo. Foto arquivo ACEESP

 

Carlos Aymard, Laudo Natel, Jordão Bruno Saccomani (ex-presidente do Palmeiras) e Vicente Matheus (ex-presidente do Corinthians). Foto arquivo ACEESP

 

Flávio Iazetti, Carlos Aymard, Flávio Adauto, Laudo Natel e Ávila Machado (sem costeletas) com sua esposa. Foto arquivo ACEESP

 

Jerônimo Gomes (dono do restaurante Alfama dos Marinheiros), Laudo Natel (é o quinto) e Darcy Reis. Foto arquivo ACEESP

 

Jerônimo Gomes (dono do restaurante Alfama dos Marinheiros), Carlos Aymard, Jordão Bruno Saccomani (ex-presidente do Palmeiras) Laudo Natel e Vicente Matheus (ex-presidente do Corinthians). Foto arquivo ACEESP

 

Waldo Braga, Lucas Neto, Laudo Natel, José Astolfhi (ao fundo arrumando a gravata) e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

Waldo Braga, Lucas Neto, Laudo Natel, José Astolfhi (ao fundo arrumando a gravata) e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

Flávio Iazetti, Laudo Natel, esposa e Ávila Machado (sem costeletas), Mário Iorio Lopes (irmão de Flávio Adaudo) ao fundo de roupa xadrez e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

Waldo Braga, Laudo Natel e Carlos Aymard. Foto arquivo ACEESP

 

 

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Flávio Adauto, Álvaro Paes Leme, Laudo Natel (à frente), Otávio Munis e Aroldo Chiorino (de lado)

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Ary Silva é o segundo, Mauro Pinheiro é o quarto, Laudo Natel (cumprimentando Mauro Pinheiro) e Henri Aidar (de perfil)

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Otávio Munis (de lado, aparece no canto esquerdo da foto) é o primeiro sentado na plateia. Na bancada: Ary Silva é o segundo, Mauro Pinheiro é o quarto, Laudo Natel (falando no microfone) e Henri Aidar

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Ary Silva é o segundo, Mauro Pinheiro é o quarto, Laudo Natel e Henri Aidar

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Mauro Pinheiro, Henri Aidar e Laudo Natel estão ao centro

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Arthur Vogel (com círculo amarelo), Flávio Adauto (com seta vermelha), Flávio Iazetti (com seta azul), Mauro Pinheiro (segurando papel) e Laudo Natel estão conversando ao centro do salão e Ary Silva é o segundo da direita para a esquerda

 

Festa do 1º Congresso Nacional de Jornalistas Esportivos em 1974. Mauro Pinheiro (segurando o charuto), Flávio Iazetti, Henri Aidar e Laudo Natel, todos ao centro

 

Festa do 34º aniversário em dezembro de 1975. Milton Camargo, Américo Egídio Pereira, Laudo Natel, José Ferreira Pinto, Paulo Machado de Carvalho, Henri Aidar e José Ermírio de Moraes

 

Festa do 34º aniversário em dezembro de 1975. Flávio Iazetti, Laudo Natel e Milton Camargo

 

Festa do 34º aniversário em dezembro de 1975. Américo Egídio Pereira, Laudo Natel, José Ferreira Pinto, Paulo Machado de Carvalho, Henri Aidar e José Ermírio de Moraes

 

Festa do 34º aniversário em dezembro de 1975. Milton Camargo é o primeiro, Américo Egídio Pereira é o terceiro e a sua direita Laudo Natel, José Ferreira Pinto e Henri Aidar

 

Festa do 34º aniversário em dezembro de 1975. Laudo Natel é o segundo e Henri Aidar é o último

 

Da esquerda para a direita: Laudo Natel, Emílio Colella e José Ermírio de Moraes

 

Da esquerda para a direita: Emílio Colella, Laudo Natel e José Ermírio de Moraes

 

Da esquerda para a direita: Lucas Neto, Emílio Colella, Laudo Natel e José Ermírio de Moraes

 

Emílio Colella, Laudo Natel e José Ermírio de Moraes

 

Destacados em amarelo, aparecem Leônidas da Silva e Aroldo Chiorino conversando; em vermelho, estão Paulo Machado de Carvalho, Laudo Natel e José Ermírio de Moraes; e no destaque azul, aparecem Wadi Helu e Constantino Cury

 

Do lado esquerdo da mesa, o primeiro da esquerda para a direita, é Emílio Colella. No outro lado da mesa, aparecem Paulo Machado de Carvalho, Laudo Natel, José Ermírio de Moraes e Álvaro Paes Leme sentado de costas (com seta amarela)

 

Emílio Colella, Wadih Helu, Laudo Natel, jornalista não identificado, Armando Ferrenttini, Marcelo Castro Leite, diretor Dias (da Portuguesa) e Ary Silva (ao fundo). Foto: Arquivo ACCESP

 

Da esquerda para a direita: Emílio Colella é o primeiro, o segundo é Laudo Natel, o terceiro é o diretor Dias (da Portuguesa) e Álvaro Paes Leme aparece em quarto, seguido pelo jovem Álvaro José. No canto direito da foto está Henri Aidar, de bigode

 

Da esquerda para a direita: o terceiro é Emílio Colella, o quinto é Laudo Natel e Salomão Pavlovsky aparece em sexto

 

Na foto, Emílio Colella e Laudo se cumprimentam. Ao fundo Joseval Peixoto (com círculo amarelo)

 

Uma obra repleta de fotos, histórias e curiosidades sobre a vida do ex-governador do Estado de São Paulo. O livro é do escritor Ricardo Viveiros

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Flávio Iazetti, Mauro Pinheiro e Laudo Natel

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Não identificado, Flávio Iazetti, Laudo Natel, Araken Patuska, Mauro Pinheiro e Arthur Vogel

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Flávio Iazetti, Laudo Natel e mais duas personalidades esportivas de São Paulo

 

O presidente da associação Emilio Collela é quem está entregando o diploma de sócio ao, até então, futuro governador de São Paulo

 

 

 

Laudo Natel à esquerda abraça o amigo José Bizarro Danave (ex-presidente da Portuguesa), em 1965. Foto: Arquivo ACCESP

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Otávio Muniz, Márcio Papa, Laudo Natel, Vitor Carparelli e Geraldo José de Almeida

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Flávio Iazetti, Laudo Natel, Mauro Pinheiro (de lado) e Araken Patuska (atrás de Mauro Pinheiro)

 

Festa do 32º aniversário em dezembro de 1973. Ary Silva, Mauro Pinheiro, Laudo Natel e Flávio Iazetti

 

A outra foto mostra o grande centroavante Arthur Friedenreich recebendo um troféu do diretor do São Paulo Futebol Clube, o Dr. Caetano Estelita Pernet. Atrás, à sua esquerda, vê-se apenas o rosto do ex-jogador corintiano Armando Del Debbio, campeão paulista de 1922 (ano do Centenário da Independência do Brasil) integrante do famoso trio final do Alvi-Negro: Tuffy, Grané e Del Debbio. Na foto também estão o então reporter de campo Elpidio Reali Jr. segurando seu microfone de campo, o presidente tricolor Laudo Natel, bem como o também repórter de campo Ethel Rodrigues, penúltimo à direita. Foto enviada pelo querido Sylvio Freitas

 

O livro conta boas histórias do Bradesco, que Laudo Natel fundou com o Amador Aguiar; do São Paulo Futebol Clube, onde ele inventou o marketing esportivo para construir o maior patrimônio esportivo privado do mundo; e do Governo de São Paulo, que ele ocupou por duas vezes e se tornou o "Governador Caipira", até hoje adorado no Interior e na Capital. Foi o Laudo que, acreditando nos jovens, lançou Delfim Netto, Carlos Antonio Rocca, Miguel Colasuonno, Esther Figueiredo Ferraz e outros que foram seus secretários e alguns, depois, até ministros.

 

Torcedor são-paulino entre dois ex-presidentes tricolores: Fernando Casal de Rey (à esquerda) e Laudo Natel, que também foi governador de São Paulo

 

Jornalista Walter Lacerda, Pelé e Laudo Natel. Foto enviada por Leandro Costa

 

Dia do Servidor Público em 1970. O cantor e compositor Sérgio Eduardo (Tixa), de Araraquara, se apresenta. Mário Trigo, Mário Romeu de Lucca, então secretário de estado do trabalho, senhora Lucilla de Carvalho Costa, Vâni, Laudo Natel e Blota Júnior (de óculos). A foto-relíquia é do livro "O Eterno Futebol", autobiografia do saudoso Mário Trigo, dentista da seleção nas vitoriosas campanhas da Suécia, Chile e México.

 

O Tricolor do Campeonato Paulista de 1996. Em pé, da esquerda para a direita: Moracy Sant´tanna (preparador físico, em parte), Sérgio Rocha (preparador físico), pessoa não identificada, Edmílson, Bordon, Serginho, Axel, Zetti e Rojas (treinador de goleiros): Agachados: Válber, Müller, Denilson, Adriano, Belletti, Valdir e o ex-governador e presidente tricolor, Laudo Natel. Foto: Enciclopédia Tricolor

 

 

 

O locutor e apresentador Muíbo César Cury entrevista o então governador Laudo Natel. O ator John Herbert apresenta o evento

 

À esquerda, na foto, o saudoso jornalista Murillo Antunes Alves. Laudo Natel (em pé) em mais um momento normal de sua vida: presidindo uma solenidade. A foto foi feita pelo ótimo e saudoso Sarkis.

 

Este é o convite com o programa de festejos que marcou a inauguração do estádio do Morumbi em 1960, assinado pelo presidente Laudo Natel. Precioso documento enviado ao site pelo amigo internauta Marcelo Etienne

 

Laudo Natel e Mário Trigo

 

Henri Aidar, à esquerda, Laudo Natel, à direita, e José Douglas Dallora (ao fundo) homenageiam o jovem atleta

 

 

 

O então governador Laudo Natel e Peirão de Castro, na TV Gazeta

 

Empresário Samuel Ratinoff, Vicente Feola, Laudo Natel, Orlando Duarte e o diretor do São Paulo FC, Mario Naddeo. Era o Tricolor do Morumbi em excursão

 

São Paulo FC embarcando em Congonhas rumo à Europa, em 1963. Da esquerda para a direita: De Sordi (atrás, um comissário de passagem), Prado, jornalista Orlando Duarte, Riberto, Valdir Birigui, Gilberto, Laudo Natel, Suli (atrás), Nondas (único agachado), Virgílio, Sudaco, Bazaninho, Pagão e Del Vecchio. O time era médio, mas ganhou quase tudo naquela excursão. Aliás, algo que os clubes brasileiros não fazem mais

 

Esta foto mostra o elenco do São Paulo que tirou o clube de uma fila de 13 anos sem títulos paulistas. Foi tirada no dia 13 de setembro de 1970 antes de um clássico contra o Corinthians, que o time do Morumbi venceu por 1 a 0 com gol de Paraná. Quatro dias antes, o São Paulo havia garantido matematicamente a taça ao bater o Guarani em Campinas por 2 a 1. Em pé vemos, com a faixa, o presidente Laudo Natel, Benê, doutor Dalzell Freire Gaspar, Tenente, Eduardo, Picasso, Gilberto, Sérgio Valentim, Lima, Édson Cegonha, Roberto Dias, Lourival, Forlan e Jurandir; agachados vemos Everaldo, Toninho II, Paulo Nani, Terto, Miruca, Gérson, Zé Roberto, Toninho Guerreiro, Nenê e Paraná.

 

Reunião do Conselho do São Paulo mostra Benedito Ruy Barbosa (esq) seguido por Laudo Natel (ao microfone) e Manoel Raymundo Paes de Almeida

 

Walter Lacerda e Laudo Natel: o ex-governador e ex-presidente do São Paulo sempre confiou no jornalista

 

Laudo Natel (o terceiro da esquerda para a direita, de costas) homenageado antes de um Mirassol Futebol Clube 0 x 2 São Paulo, em 1962, em Mirassol (SP). O primeiro à direita é o lateral tricolor De Sordi. Além do então vice-governador do Estado, estão Adhemar de Barros, o prefeito da cidade de Neves Paulista, Olavo Fleury, os diretores do Mirassol José Theophilo Fleury Neto, Renato Zancaner e Vitor Saques Jr e os atletas da equipe anfitriã, como o capitão China e o meia esquerda Perigo. O confronto aconteceu no dia 29 de junho, dia de São Pedro, padroeiro da cidade do interior paulista,no estádio Giocondo Zancaner, doze dias após a conquista do bicampeonato mundial pela Seleção Brasileira. A equipe do Tricolor Paulista foi representada por Suli, De Sordi, Bellini e Deleu; Dias e Jurandir; Faustino, Baiano, Prado (Gino); Benê e Sabino. O técnico da equipe paulistana era Caxambu. Os gols do jogo foram anotados por Prado e Baiano. Contribuiçao do internauta João Baptista Vendramini Fleury

 

Laudo Natel é o terceiro da esquerda para a direita. Depois estão Arapuã, Benedito Ruy Barbosa e a mulher do jornalista

 

Laudo Natel preside a sessão, mas debaixo do pavilhão são-paulino o doente tricolor Benedito Ruy Barbosa prestava uma atenção... Ele está lá atrás, ao lado do cidadão grisalho e de óculos

 

Laudo Natel e sua bonita família, em 1955

 

Laudo Natel (o quinto da esquerda para a direita), atento, acompanha o discurso de Murilo Antunes Alves, em 1960. Os três primeiros, da esquerda para a direita, são o competente fotógrafo Elias, Olten Ayres de Abreu e José Maria Marin

 

Nondas (terceiro da esquerda para a direita) quando foi apresentado como reforço do São Paulo. Na época, o "Mais Querido" era presidido por Laudo Natel, que nesta foto é o primeiro à esquerda

 

O belíssimo Centro de Formação de Atletas construído em Cotia recebeu o nome de Laudo Natel. Na foto, aqui aparece à esquerda ao lado do também ex-presidente Marcelo Portugal Gouvêa, já falecido. Fonte: São Paulo Futebol Clube

 

O ex-presidente do São Paulo e ex-governador do Estado de São Paulo Laudo Natel (segundo da direita para a esquerda) encostado no alambrado. Natel é um dos maiores homens da história do clube, responsável direto pela construção do estádio do Morumbi

 

Vejam o grande homem da comunicação J. Háwilla em foto com a latinha na mão. Entrevista aqui o saudoso Oswaldo Teixeira Duarte, ex-presidente da Portuguesa, em dia de festa no Canindé por conta da reinauguração do estádio. Ao lado de Duarte está o então governador de São Paulo e homem ligado ao São Paulo Laudo Natel

 

Reali Júnior e Laudo Natel. Foto: arquivo pessoal

 

Laudo Natel (na esquerda) ao lado de Tobias Ferreira e Akira Kawasaki. Foto: Jornal da Cidade Bauru

 

Laudo Natel enviou mensagem de agradecimento a Milton Neves por ter sido homenageado no Portal Terceiro Tempo, pelos seus 96 anos de idade. Laudo Natel também foi o tema do `Memória´do jornal Agora S.Paulo` na edição de 18 de setembro de 2016. `Ao prezado Milton Neves agradeço as intenções ao meu aniversário e as atenções de sempre. Cordialmente, Laudo Natel. SP, 14.09.2016´

 

Em 1975 e em 2014

 

Os goleiros Poy, Dante e Suli. Ao fundo estão Manoel Raimundo Paes de Almeida (diretor de futebol), Laudo Natel (presidente do São Paulo), Flávio Costa (técnico) e Dr. Dalzel (médico). Foto: arquivo pessoal

 

Os goleiros Poy, Dante e Suli. Ao fundo estão Manoel Raimundo Paes de Almeida (diretor de futebol), Laudo Natel (presidente do São Paulo), Flávio Costa (técnico) e Dr. Dalzel (médico). Foto: arquivo pessoal

 

Milton Neves contou a Laudo Natel a história do estádio do Morumbi, na livraria Fnac,e m 24 de janeiro de 2014. Crédito da foto: Terceiro Tempo

 

Milton Neves, Laudo Natel e Mário Marinho, na livraria Fnac em 24 de janeiro de 2014.

 

Laudo Natel compareceu ao lançamento do livro "Milton Neves conta nossos mundiais" em 24 de janeiro de 2014. Crédito da Foto: Terceiro Tempo

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa