Foto: Ivan Storti/Santos FC

Foto: Ivan Storti/Santos FC

No anúncio de sua contratação no site do Santos, o lembrete: Bem-vindo, Jesualdo. Manuel Jesualdo Ferreira: 73 anos. A idade do técnico português estava lá, em destaque. Sinceramente nunca havia visto algo parecido. Se ele fosse jogador, ok, seria compreensível. Mas informar a idade de um técnico, só porque ele é um sexagenário, convenhamos, é preconceito.

Se Jesualdo Ferreira tivesse 40 anos, a informação sobre a sua idade seria destacada? Penso que não. O que levou o clube a priorizar a informação a respeito do tempo de vida do treinador português? Teria sido para se antercipar aos comentários sobre o assunto que viram depois? Pode ser.

E, sim, os comentários vieram. Vi e ouvi um apresentador de um canal de televisão por assinatura dizer, sem se constranger, que, com 73 anos, seria muito penoso para Jesualdo enfrentar a maratona de jogos e viagens que vai ter de cumprir como técnico do Santos.

“Já pensou? Ele vai ter de viajar para Porto Alegre, Fortaleza, terá de dar treinos sob o sol de Santos. Não será fácil”, disse o apresentador, cujo nome prefiro não revelar.

Nesta quarta-feira, 8/1, Jesualdo teve de responder a uma pergunta a respeito de sua idade. “O senhor chegou a cogitar se apoosentar antes de ser convidado pelo Santos?”, quis saber a repórter.

Jesualdo, professor que é, encarou a pergunta com naturalidade. Driblou a situação com elogiável bom humor. Certamente já percebeu o que virá por aí.

Basta olhar para o Jesualdo para perceber que ele é dinâmico, ágil, leva todo o jeito de que se cuida, que não tem maiores problemas de saúde, que tem dinamismo e excelente cabeça para viver plenamente o auge de sua maturidade.

É ágil, lúcido, é dono de raciocínio rápido, sabe o que diz. Encara a vida com indisfarçável alegria. Aos 73 anos, é muito mais jovem do que muita gente, rapazes e moças, que andam tristes pela vida, no apogeu de seus 20, 30 anos.

O que leva uma pessoa, o apresentador de televisão a qual me referi no início do texto, a questionar se Jesualdo terá saúde suficiente para encarar maratona de treinos e jogos que terá no futebol brasileiro? Ele teve acesso a exames feitos por Jesualdo? Tem alguma informação privilegiada sobre a situação clínica do técnico português?

Não, claro que não. O que o levou a fazer tal comentário foi o preconceito. O mesmo preconceito que faz com que a televisão brasileira prefira contratar somente jovens para a apresentação de seus programas, principalmente os jornalísticos.

Jesualdo Ferreira vai precisar de tempo para mostrar a sua competência no comando técnico do Santos. Que não seja julgado pela idade que tem. O preconceito ao idoso é muito forte no Brasil. Nestes poucos dias no Brasil, Jesualdo Ferreira já se deu conta de que a sua capacidade para treinar, dar ao time do Santos um esquema tático eficiente, conquistar vitórias e títulos não será suficiente. Vai ter de mostrar dia a dia que os seus 73 anos de trajetória e muitas histórias não o impedem de ser útil e vitorioso.

 

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa