Mexicano triunfou pela primeira vez na categoria. Foto: BWT Racing Point F1 Team

Mexicano triunfou pela primeira vez na categoria. Foto: BWT Racing Point F1 Team

O mexicano Sergio Pérez venceu o GP de Sakhir neste domingo (6), primeiro de sua carreira na Fórmula 1, quando tudo indicava que George Russell conseguisse o triunfo após um final eletrizante no anel externo montado na pista do Bahrein.

Em sua última temporada pela Racing Point, provavelmente fora do grid no próximo ano, Pérez herdou a liderança após uma lambança da Mercedes, que colocou pneus errados no carro de Russell em sua segunda parada, quando o safety-car virtual havia sido acionado por conta de acidente do estreante Jack Aitken (Williams).

Russell retornou na quinta colocação, mas foi superando seus adversários um a um. Primeiro passou Bottas, depois superou Stroll, Ocon e quando se preparava para ultrapassar Pérez teve um pneu furado. Ele foi aos boxes e voltou em 15º e quebrou a sina de nunca ter marcado um ponto na F1, terminando na nona colocação, muito pouco para quem foi o grande nome da corrida.

As voltas finais foram tranquilas para Pérez na liderança, com Esteban Ocon (Renault) em segundo e Lance Stroll (Racing Point) em terceiro. Carlos Sainz (McLaren) foi o quarto, Daniel Ricciardo (Renault) cruzou a linha de chegada em quinto e Alexander Albon (Red Bull) fechou a lista dos seis primeiros.

BOBAGEM DE LECLERC

Dois daqueles que poderíam figurar no pódio ficaram fora na primeira volta. Leclerc foi inábil e tocou em Pérez. Para desviar dos dois, Verstappen acabou batendo no muro. O holandês abandonou e Leclerc, com o carro avariado, também deixou a prova. Pérez caiu para último e fez uma corrida espetacular escalando o pelotão para, no final, contar com a lambança da Mercedes e conseguir sus primeira vitória na F1.

ESTREIA DE PIETRO FITTIPALDI

O brasileiro Pietro Fittipaldi, da Haas, terminou em 17º, último entre aqueles que concluíram a prova. Como Romain Grosjean não participará também da prova de encerramento da temporada, no próximo domingo em Abu Dhabi, ele novamente guiará o carro da equipe norte-americana em Yas Marina.

HINO DO MÉXICO, 50 ANOS DEPOIS NA F1...

Um piloto mexicano não vencia na Fórmula 1 desde o triunfo de Pedro Rodríguez (1940 - 1971) no GP da Bélgica de 1970, em Spa-Francorchamps, a bordo de uma BRM. 

Pérez, de 30 anos, começou sua carreira na F1 em 2011 pela Sauber. A boa temporada de 2012 pela mesma Sauber rendeu a ele o convite da McLaren para a temporada de 2013, mas ele não conseguiu um bom ano pelo time de Woking, fechando a temporada em 11º lugar. Em seguida foi para a Force India, que a partir de 2018 passou a se chamar Racing Point.

Sergio Pérez, assim, vence na F1 em seu 190º GP. Ele agora figura como aquele piloto que mais tempo demorou para ganhar um GP na categoria. O australiano Mark Webber ocupa o segundo lugar nesta estatística, com 130 GPs para vencer o primeiro e Rubens Barrichello levou 124 corridas.

Nesta, que talvez seja sua última temporada na F1, Pérez conseguiu sua primeira vitória, na penúltima etapa do campeonato. Foto: BWT Racing Point F1 Team

PRÓXIMA ETAPA

Já no domingo que vem (13) acontece o GP de Abu Dhabi, em Yas Marina, última etapa do campeonato. No ano passado a pole foi de Hamilton (1min34s779). Ele mesmo foi o vitorioso, seguido por Verstappen e Leclerc.

CALENDÁRIO COMPLETO DA TEMPORADA DE 2020 DA F1:

1ª etapa: 5 de julho – GP da Áustria (Spielberg) - Vitória de Valtteri Bottas (Mercedes) - Pole de Bottas (1min02s939)
2ª etapa: 12 de julho – GP da Estíria (Spielberg) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min19s273)
3ª etapa: 19 de julho – GP da Hungria (Hungaroring) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min13s447)
4ª etapa: 2 de agosto – GP da Grã-Bretanha (Silverstone) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min24s303)
5ª etapa: 9 de agosto – GP do Aniversário de 70 anos da Fórmula 1 (Silverstone) - Vitória de Max Verstappen (Red Bull-Honda) - Pole de Bottas (1min25s154)
6ª etapa: 16 de agosto – GP da Espanha (Barcelona) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) Pole de Hamilton (1min15s584)
7ª etapa: 30 de agosto – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min41s252)
8ª etapa: 6 de setembro – GP da Itália (Monza) - Vitória de Pierre Gasly (Alpha Tauri-Honda) - Pole de Hamilton (1min18s887)
9ª etapa: 13 de setembro - GP da Toscana (Mugello) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min15s144)
10ª etapa: 27 de setembro - GP da Rússia (Sochi) - Vitória de Valtteri Bottas (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min31s304)
11ª etapa: 11 de outubro - GP do Eifel (Alemanha, em Nurburgring) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Bottas (1min25s269)
12ª etapa: 25 de outubro - GP de Portugal (Portimão) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Hamilton (1min16s652)
13ª etapa: 1º de novembro - GP da Emilia Romagna (Imola) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Valtteri Bottas (1min13s609)

14ª etapa: 15 de novembro - GP da Turquia (Istambul) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Lance Stroll (Racing Point) em 1min47s765
15ª etapa: 29 de novembro - GP do Bahrein (Sakhir) - Vitória de Lewis Hamilton (Mercedes) - Pole de Lewis Hamilton (1min27s264)

16ª etapa: 6 de dezembro - GP do Sakhir (Bahrein) - Vitória de Sergio Pérez (Racing Point) - Pole de Valtteri Bottas (53s377)

PRÓXIMA ETAPA:
17ª etapa: 13 de dezembro - GP de Abu Dhabi (Yas Marina)


   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa