Ídolo corintiano, Edilson deixou o Timão após episódio que envolveu agressão por parte da torcida

Ídolo corintiano, Edilson deixou o Timão após episódio que envolveu agressão por parte da torcida

A paixão e o ódio caminham lado a lado no futebol. O jogador que é herói pode se transformar em vilão em poucos segundos. Os ídolos podem se transformar em personas non gratas da noite para o dia.

É comum ao longo dos anos acompanharmos as histórias de diversos atletas que constroem carreira com uma camisa, se tornam ídolos da torcida e, no final das contas, acabam deixando os clubes de forma traumática, manchando sua idolatria.

História que agora se repete com Cássio, pressionado por torcedores corintianos que tempos atrás o idolatravam. O goleirão conseguirá dar a volta por cima no Parque São Jorge? 

RELEMBRE CINCO ÍDOLOS QUE DEIXARAM SEUS CLUBES PELA PORTA DOS FUNDOSA

Carlitos Tevez

O craque argentino conseguiu se transformar em ídolo por onde passou, e em dois locais acabou saindo mal com a torcida. Primeiro foi no Corinthians, onde foi campeão brasileiro de 2005, mas deixou o clube pela porta dos fundos em 2006. A segundo vez foi pelo Manchester United, em 2009, quando deixou o clube para jogar no rival Manchester City.

 

Edilson

Ainda no Corinthians, Edilson, multicampeão com a camisa alvinegra, deixou o Parque São Jorge debaixo de muitos protestos e confusões com a torcida corintiana em 2000, em episódio que gerou até agressão por parte de torcedores organizados contra o Capetinha.

 

Thiago Neves

Protagonista na conquista de dois títulos da Copa do Brasil, Thiago Neves ficou muito marcado pelo rebaixamento do Cruzeiro em 2019. O meia, tido como ídolo pela torcida celeste, deixou o clube por baixo especialmente por um pênalti perdido em jogo decisivo contra o CSA, e por áudios vazados em conversa com o diretor de futebol Zezé Perrela.

Vagner Love

Revelado na base alviverde, Love saiu do clube em 2004 para defender o CSKA, mas retornou em 2009. Foi aí que surgiu o atrito do camisa 9 com o clube e a torcida. Embora tenha começado bem sua segunda passagem pelo clube, o centroavante caiu de rendimento com o restante da equipe e pediu para não jogar mais pelo Verdão, transferindo-se para o Flamengo após episódio em que foi até agredido pela torcida palmeirense.

 

Paulo Henrique Ganso

Símbolo de uma geração de Meninos da Vila, Campeão Paulista, da Libertadores e da Copa do Brasil pelo Santos, Paulo Henrique Ganso deixou a Vila Belmiro pela porta dos fundos após críticas públicas à direção santista e especialmente após o boato de que assinou contrato com o Santos e posou para fotos com a camisa tricolor ainda no estádio do Peixe.

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa