Piloto, bicampeão do IMSA (EUA), foi duplamente entrevistado no programa. Foto: Fernanda Gonçalves

Piloto, bicampeão do IMSA (EUA), foi duplamente entrevistado no programa. Foto: Fernanda Gonçalves

O Bella Macchina desta semana, último da temporada de 2016, foi um programa especial, dividido em três blocos: no primeiro, Marcos Micheletti conduziu a conversa com Christian Fittipaldi, inclusive relembrando a primeira participação do piloto no programa, em 2010.

O segundo bloco foi comandado por Claudio Carsughi, que reencontrou o amigo Christian, com quem trabalhou nas jornadas esportivas da Jovem Pan no período em que a emissora paulistana fazia coberturas ao vivo da Fórmula 1.

No bloco final, novamente com Marcos Micheletti, o encerramento do Bella Macchina, com um stop and go com o piloto que atualmente compete pelo IMSA, nos Estados Unidos, categoria pela qual conquistou os títulos de 2014 e 2015 e o vice-campeonato em 2016.

Morando nos Estados Unidos, Christian falou sobre esta fase, revelando estar se sentindo competitivo e motivado para seguir guiando os carros do IMSA, protótipos de grande performance, com potência na faixa dos 650 cavalos.

"Estou feliz de voltar a morar nos Estados Unidos e contente com tudo que aconteceu na minha carreira, e eu devo admitir que eu consegui me reinventar, eu acho que todo mundo precisa sempre estar procurando alternativas ao longo da sua carreira, porque nem sempre você está durante todos os momentos em alta. Tem alguns momentos em que você não está em alta e é preciso ser criativo para tentar começar de novo", comentou o piloto.

Carsughi e Christian

Em seguida, Claudio Carsughi conversou com Christian Fittipaldi, e começou a descontraída conversa indagando o piloto sobre a segurança no automobilismo, pedindo-lhe para que fizesse uma comparação entre Brasil, Europa e Estados Unidos.

"Muito boa a pergunta, para variar. Eu não iria esperar uma pergunta ruim vinda do Mestre. Eu acho que em alguns aspectos os Estados Unidos está mais avançado. No quesito pista a Europa é anos-luz à frente de todo mundo. Estados Unidos, acho, inclusive, em alguns aspectos está atrás do Brasil, em autódromos. Em termos de carros, os Estados Unidos é bem avançado, e eles tem um poder de reação bem rápido e grande. Acredito que na Europa leva mais tempo. E, no Brasil, acho que eles procuram implementar o que eles veem de melhor na Europa e Estados Unidos. Há uma mistura, mas definitivamente os autódromos mais seguros do mundo estão na Europa", avaliou Christian.

Finalizando, no último bloco, Christian Fittipaldi falou sobre os apoios que têm competindo nos Estados Unidos e a recente parceria com a Shell para disputar mais uma edição das 500 Milhas de Kart na Granja Viana.

ABAIXO, A ENTREVISTA COMPLETA DE CHRISTIAN FITTIPALDI A A MARCOS MICHELETTI E A CLAUDIO CARSUGHI NO BELLA MACCHINA, COM EDIÇÃO DE LUCAS MICHELETTI:


 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR E SE INSCREVER NO CANAL BELLA MACCHINA NO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR, WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa