Irmãos Pontes

Daison, João e Bibiano

Os temíveis Irmãos Pontes, Daison, João e Bibiano, fizeram história no futebol gaúcho, nas décadas de 60 e 70. Todos os três zagueiros nasceram na cidade gaúcha de General Câmara. Abaixo conheça detalhes e veja fotos do três. João Pontes faleceu, Bibiano foi o mais destacado por ter jogado no Inter de Porto Alegre ao lado de Tovar, Claudiomiro, Jorge Andrade, Sadi, Braulio, Dorinho, Lambari, entre outros.
Já Daison Pontes, "o mais macho beque de todos os tempos? aterrorizou todo o Rio Grande. Foi o primeiro jogador de futebol a bater em um árbitro, foi expulso de campo mais de 20 vezes e, no Flamengo, onde permaneceu por apenas três meses, recebeu a ordem de deixar o treino do saudoso Flávio Costa após um lance violento contra Airton Beleza. "Joguei o Beleza na grade. Só por isso fui expulso?. Aqui, você curte uma deliciosa entrevista de Daison Pontes concedida a mim na Rádio Bandeirantes.
Daison Pontes, o mais velho, tinha muita técnica, excelente no jogo aéreo, mas se destacou pela virilidade, catimba e violência. Fazia de sua área a extensão de seu lar. Só entrava quem era convidado. Suas polêmicas entrevistas e a cara de mau, também faziam parte do repertório. Jogou no Grêmio Santo-angelense, Cruzeiro de Porto Alegre, Flamengo e América do Rio de Janeiro, Pelotas, Gaúcho, por nove temporadas, 14 de Julho de Passo Fundo e no pequeno Guarani de Espumoso, onde encerrou a conturbada carreira. Segundo a Revista Placar, Daison Pontes é o jogador mais indisciplinado do futebol brasileiro, com 18 expulsões.
A mais famosa delas em 1974, quando em uma partida contra o Internacional de Santa Maria, agrediu o árbitro José Luiz Barreto por achar que estava sendo perseguido após este ter marcado o segundo pênalti contra o Gaúcho. Por conta desse ato intempestivo, foi suspenso do futebol por 18 meses, dos quais cumpriu apenas 12 (foi anistiado em relação aos outros seis).
Atualmente, reside em Passo Fundo e é funcionário municipal aposentado.
João Pontes, o irmão do meio, não tinha a técnica de Daizon, era mais lento, mas não menos viril. Formou com o irmão a mais temível dupla de zagueiros do interior do estado. Por outro lado tinha chute forte e certeiro. Jogou no Grêmio e Cruzeiro de Porto Alegre, Brasil de Pelotas, Veterano e Atlético de Carazinho e Gaúcho. Encerrou a carreira no Pratense de Nova Prata. João residia em Nova Prata, onde lecionou Educação Física, foi diretor de escola e estava aposentado. Ele morreu no dia 12 de dezembro de 2005.
Bibiano Pontes, jogou muitas temporadas no Internacional de Porto Alegre, desde 1965 a 1975. Foi campeão estadual entre 1969 e 1975, e brasileiro, em 1975. Tinha boa técnica, velocidade e uma recuperação espantosa. Jogou ainda no Londrina e Caxias. Reside na cidade de Taquari (RS), onde tem uma revenda de automóveis. Em janeiro de 2006, o antigo zagueirão, acometido de meningite, foi hospitalizado na cidade de Estrela (RS).
Quem nos mandou as informações foi o internauta e historiador Marco Antonio Damian. Obrigado, Marco!
ver mais notícias
ver mais Áudio

Selecione a letra para o filtro

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    13
  • 2 Atl
    12
  • 3 São
    11
  • 4 San
    10
  • 5 Int
    9
  • Veja tabela completa

ÚLTIMOS CRAQUES