Treinador brasileiro destacou que Daniel é um armador na seleção, porém atuando pela lateral do campo. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Treinador brasileiro destacou que Daniel é um armador na seleção, porém atuando pela lateral do campo. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite fez a primeira convocação da seleção brasileiro de 2020, para a disputa das duas primeiras rodadas das eliminatórias da Copa de 2022. O treinador da equipe verde e amarela comentou algumas novidades na lista, como os meias Bruno Guimarães, do Lyon, Everton Ribeiro do Flamengo, e o zagueiro Felipe, do Atlético de Madrid.

Ele (Everton Ribeiro) retorna (para a seleção) porque tem no processo criativo dele uma grande marca. O Bruno Guimarães fez um grande campeonato ano passado pelo Athletico-PR, o acompanhamos. Teve o acompanhamento na seleção sub-23 e no Lyon, isso vai consolidando, fortalecendo. É da mesma forma o Felipe, acompanhamos dois jogos que foram emblemáticos do Atlético de Madrid, contra o Liverpool e o Valência”, explicou Tite que ainda comentou a presença do goleiro Ivan, da Ponte Preta, convocado no lugar de Alison, lesionado.

“Já em relação ao Ivan, temos três goleiros, procuramos na medida do possível fortalecer essa base, ele vem nesse perfil. Alisson não vem por lesão”, completou.

O treinador da seleção ainda comentou a convocação dos volantes. Para o setor, Tite destacou ter chamado apenas jogadores técnicos.

“É essencialmente técnica a escolha dos atletas, ela tem esse cunho, ela é fundamental, são jogadores que estamos acompanhando e tem nível técnico elevado. Às vezes é um pequeno detalhe, momento físico, clínico, às vezes é início de temporada... Tem uma série de aspectos. Às vezes é o modelo de jogo que interfere. É escolha! Mas o primeiro pilar é técnico e esse nível dos atletas por vezes ficam muito próximos”, comentou.

Questionado sobre Daniel Alves, que tem jogado no meio-campo pelo São Paulo, Tite explicou que o camisa 10 tricolor tem uma função de armador na seleção, porém, jogando na lateral.

“Ele é um articulador dentro do São Paulo, no último jogo até alinhado com o Tche Tche, numa função mais atrasada, fazendo essa coordenação, articulação. No Brasil ele joga assim, mas na lateral. Ele tem esse DNA. Acredito que não deva ter dificuldade de adaptação de uma para a outra”, analisou.

Tite ainda destacou o alto nível de dificuldade das eliminatórias sul-americanas e valorizou os adversários que estarão no caminho do Brasil rumo ao mundial de 2022.

"É muito difícil, independente dos adversários. Em algum momento vai enfrentar uma dupla de adversários mais fortes tecnicamente, mas são todos contra todos. Vai ter uma rodada com Colômbia e Argentina. Isso não nos compete. Temos de retomar maior nível de desempenho e resultado", comentou o treinador da seleção brasileira que abre a disputa das Eliminatórias diante da Bolívia, na Arena Pernambuco, no dia 27 de março, e o Peru, em Lima, dia 31.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa