Treinador da seleção disse buscar a evolução da seleção em busca de um jogo mais bonito. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Treinador da seleção disse buscar a evolução da seleção em busca de um jogo mais bonito. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A convocação do técnico Tite para a rodada tripla das eliminatórias, que serão disputadas pela seleção brasileira no mês de setembro, apresentou algumas surpresas: além do retorno de Daniel Alves, a lista conta com mais quatro jogadores da seleção olímpica, além do atacante Raphinha, do Leeds, que ganha sua primeira oportunidade.

Em coletiva após a divulgação da lista, Tite explicou as novidades na convocação e destacou que a convocação desses jogadores é pensando na evolução da equipe

“Temos uma base pronta, estabeleceu na Copa América alguns objetivos. Um deles foi o título, que não conquistou. Diversificou dupla de ataque, diferentes composições de meio-campo. Processo criativo de construção que na Copa América oscilou em alguns momentos, justamente também por modificações”, explicou o treinador.

Sobre Raphinha, Tite destacou o poder de decisão do jogador do Leeds United, da Inglaterra.

“O Raphinha já estamos acompanhando há algum tempo, desde a subida para a Premier League. Buscamos as informações de todas as formas, tem uma característica técnica de drible muito acentuada. Número de gols importantes, jogador decisivo. Ele tem componentes técnicos, velocidade de um externo com qualidade”, comentou.

Destaque do time brasileiro na conquista do ouro nas Olimpíadas de Tóquio, Matheus Cunha também volta a ganhar oportunidade e, segundo Tite, vem se mostrando em franca ascensão.

“Matheus é um jogador em crescimento, em cinco, seis meses esses atletas jovens podem ter um grande crescimento. Assim como o Claudinho. A gente precisa fomentar esses jogadores”, explicou o treinador, que ainda comentou os motivos para voltar a chamar Daniel Alves.

“Ele tem dois cunhos, me sinto muito bem para falar de Daniel Alves. Falar da qualidade técnica é redundância, títulos é bater no molhado. Capacidade de reciclar, estar aberto e passar seus conhecimentos. Ter sempre uma visão otimista, comportamento dentro e fora do campo são exemplares”, explicou.

Tite ainda reconheceu que a seleção brasileira pode crescer muito e jogar um futebol mais vistoso, e destacou que essa é a busca nesse momento.

“Vamos procurar melhorar o processo criativo, para que em algum momento a Seleção possa ter um futebol mais brilhante.”

Por conta de jogos adiados pela pandemia, a próxima rodada das eliminatórias  será tripla: O Brasil enfrenta  o Chile, no dia 2 de setembro, no estádio Monumental, em Santiago; Dia 5, o adversário é a Argentina, na Arena Corinthians; Já no dia 9, enfrenta o Peru, na Arena Pernambuco. O Brasil é líder das Eliminatórias com 18 pontos em seis jogos.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa