Meia uruguaio afirmou que o treinador não se manifestou sobre a possibilidade de deixar o Santos. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Meia uruguaio afirmou que o treinador não se manifestou sobre a possibilidade de deixar o Santos. Foto: Ivan Storti/Santos FC

A possível saída de Jorge Sampaoli do Santos toma conta do noticiário esportivo, mas no time da Vila Belmiro o foco é um só: a partida contra o Flamengo, no próximo domingo (8), pela última rodada do Brasileirão. Em coletiva na manhã desta-sexta-feira (6), um dos líderes do elenco alvinegro, o meia Carlos Sánchez, destacou que não sabe qual será o futuro de Sampaoli e afirmou que seria difícil enfrenta-lo caso o argentino trabalhe em outra equipe.

“Seria difícil (enfrentar Sampaoli), conhece nosso time. Sabe a característica de cada jogador. Seria difícil, mas se Sampaoli sair, quem vier terá seu jeito de machucar o Sampaoli se o enfrentarmos. Se fala da possibilidade grande e isso é pelo grande trabalho aqui. Não podemos pensar no futuro porque não sabemos o que pode acontecer”, comentou o meia uruguaio.

Sanchez afirmou que Sampaoli não tocou no assunto de sua possível saída com os jogadores e mostrou que toda a atenção do clube nesse momento é o confronto diante do Flamengo.

“Ele não falou nada com a gente, nem se despedido. É como ele fala, acabando o campeonato vai pensar no que fazer. Nós não temos que nos preocupar tanto com o futuro dele. Não podemos falar se fica, é decisão dele. Temos o campeão pela frente, em grande momento. Temos que terminar ano bem na nossa casa”, disse.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa